Correio de Carajás

Trabalhadores da saúde voltam a ser vacinados em Marabá

Fotos: Paulo Sérgio

COVID-19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Além do profissional de educação física, estão aptos a receber a vacina contra Covid-19, médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, odontólogos, farmacêuticos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, médicos veterinários e respectivos técnicos e auxiliares.

Trabalhadores da área da saúde que atuam em hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios, entre outros, podem ser imunizados até dia 30 de abril, na escola Jonathas Pontes Athias, na Folha 22, na Nova Marabá.

Nesta quarta-feira (28) foi tranquila a movimentação no local de vacinação, que é feita por ordem de chegada, respeitando os protocolos do Ministério da Saúde para evitar a proliferação do vírus, como o distanciamento, uso de máscara e álcool em gel.

Leia mais:

O educador físico Ecton Alves elogiou a organização e o atendimento aos profissionais. “Está muito tranquilo, somos muito bem recebidos e não demora muito está sendo bem humanizado. Eu já estava ansioso e na expectativa para receber a vacina e agradecer a Prefeitura. É importante todo mundo se vacinar porque só vai acabar a pandemia se todos se vacinarem e se prevenir sempre já que temos os familiares que ainda não estão vacinados”, disse.

Educador físico Ecton Alves

Além do profissional de educação física, estão aptos a receber a vacina contra Covid-19, médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, odontólogos, farmacêuticos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, médicos veterinários e respectivos técnicos e auxiliares.

O médico Paulo Everton Lima Teixeira recebeu a segunda dose da vacina contra Covid-19 na escola Jonathas Athias, ele trabalha na auditoria da Secretaria Estadual de Saúde e diz que somente a vacina pode reduzir os casos de internações do estágio mais grave da doença.

“Bem tranquilo a vacinação e já esperava com ansiedade a segunda dose e completou o ciclo e agora é manter o uso da máscara, evitar aglomeração porque nunca é 100%, mas vai ajudar bastante na redução do número de doentes e principalmente na redução de pacientes graves”, explica.

Paulo Everton Lima, médico

Para receber a primeira ou segunda dose da vacina, o profissional de saúde deve apresentar documento que comprove o vínculo empregatício e carteira de conselho de classe ou assinar uma declaração no local da vacinação comprovando a atuação na área da saúde.

A vacinação também segue para os idosos acima de 60 anos, neste caso é a segunda dose, e a pessoa deve verificar no cartão de vacinação a data e o local que deverá receber a vacinação. A vacinação para os idosos segue até o dia 6 de maio no horário de 08 às 17 horas.

 

(Fonte: Ascom PMM)

Mais

Pará recebe mais uma remessa de doses de vacinas contra Covid-19

Pará recebe mais uma remessa de doses de vacinas contra Covid-19

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (6), a décima oitava remessa de vacinas contra a Covid-19. Foram enviadas pelo…
Marabá sedia encontro de promoção da igualdade racial

Marabá sedia encontro de promoção da igualdade racial

O município de Marabá sediou na tarde desta quarta-feira, 5, um encontro entre a Secretaria Nacional de Políticas de Promoção…
OMC faz apelo por negociações sobre patentes de vacinas da covid-19

OMC faz apelo por negociações sobre patentes de vacinas da covid-19

A chefe da Organização Mundial do Comércio (OMC), Ngozi Okonjo-Iweala, elogiou hoje (6) o posicionamento dos Estados Unidos a favor…
Ministério da Saúde libera 284 leitos de suporte ventilatório pulmonar

Ministério da Saúde libera 284 leitos de suporte ventilatório pulmonar

O Ministério da Saúde autorizou hoje (6) mais 284 leitos com suporte ventilatório pulmonar para tratamento de pacientes com quadro…
Colonos bloqueiam garagem da Secretaria de Obras de Parauapebas

Colonos bloqueiam garagem da Secretaria de Obras de Parauapebas

Uma manifestação promovida por colonos da Serra do Cedro, vilarejo localizado a 30 quilômetros de Parauapebas, bloqueou a garagem da…
Pará registra 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes

Pará registra 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes

O Pará registrou nesta quarta-feira (5) um total de 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes. De acordo com o…