Correio de Carajás

Tiroteio no Cidade Nova marca feriado em Parauapebas

Arma de fogo ilegal foi pivô de prisão de cinco homens na madrugada do feriado (7) em Parauapebas (Imagem: Divulgação)

ONDA

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Cinco homens foram autuados por porte ilegal de arma, disparo em via pública, desordem e dirigir alcoolizado

Véspera de feriado é sinônimo de folia para muitos, mas em casos como o ocorrido na madrugada de terça, 7 de Setembro, a farra tomou proporções marginais. Cinco homens foram presos por conta de um tiroteio no “Costas pra Rua”, local popular no Bairro Cidade Nova, em Parauapebas.

O relato policial afirma que uma testemunha avisou a guarnição da PM que realizava rondas na Rua F que os disparos estavam sendo efetuados na localidade, para onde a viatura se deslocou para averiguar a situação. Dois homens, Rui Alberto Silva Santos e Rair Silva dos Santos, estavam escondidos dentro de um estabelecimento, machucados e assustados.

Rui e Rair informaram terem sido agredidos por um grupo de homens, e que, em certo momento, disparos de arma de fogo foram efetuados, o que desencadeou a debandada do grupo e permitiu que a dupla se escondesse. Durante a confusão, a arma de fogo em questão caiu no chão e foi coletada por outro indivíduo. Este, para fugir do local, também realizou disparos, atingindo um estabelecimento comercial.

Leia mais:

A dupla informou aos policiais que a confusão foi iniciada em um bar da Rua 10, também no Cidade Nova, para onde a guarnição se deslocou a fim de determinar o paradeiro dos arruaceiros. Lá, foram identificados Kelson Fernandes Gomes Rocha e Caio Wellington Almeida de Sousa como os homens citados por Rui e Rair.

Élcio Lopes se declarou arrependido de ter recolhido a arma, que gerou sua prisão por porte ilegal (Imagem: Ronaldo Modesto)

Concomitantemente à identificação de Kelson e Caio, o terceiro homem citado por Rui e Rair foi identificado nas proximidades: Élcio Lopes dos Santos. Ele foi encontrado pela descrição dada pela dupla e portava uma Taurus calibre 38 sem numeração, com três estojos deflagrados.

O Portal Correio de Carajás conseguiu entrevista com Élcio, que declarou estar extremamente arrependido, pois apenas presenciou os fatos e decidiu recolher a arma em questão, não tendo nenhuma intenção de se envolver na briga. Por conta do porte ilegal da arma, ele teve que pagar fiança para ser liberado da delegacia.

Rui, Rair, Kelson e Caio foram levados à 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil para prestação dos procedimentos cabíveis. (Juliano Corrêa – com informações de Ronaldo Modesto)

Comentários

Mais

Quase 260 toneladas de manganês são apreendidas em Marabá

Quase 260 toneladas de manganês são apreendidas em Marabá

Ao menos 259 toneladas de minério do tipo manganês transportadas de forma ilegal foram apreendidos em Marabá, no sudeste do Pará.…
Caseiro é preso por porte ilegal de arma

Caseiro é preso por porte ilegal de arma

Francisco Borges Pereira, que trabalhava como caseiro de um sítio na Vila Lajeado 1, zona rural de Marabá, foi preso…
Mulher é autuada com mais de 50 gramas de maconha no Alto Bonito

Mulher é autuada com mais de 50 gramas de maconha no Alto Bonito

Carregando mais de 50 gramas de maconha na bolsa, Rayris Souza Ramos saiu correndo ao avistar a guarnição da Guarda…
Comeu manga, invadiu empresa para usar o banheiro e acabou na delegacia

Comeu manga, invadiu empresa para usar o banheiro e acabou na delegacia

Paulo Sérgio Silva, de 20 anos, foi levado para a 20ª Delegacia de Polícia Civil de Parauapebas após ser flagrado…
Quarteto vai preso em ponto de venda de drogas em Canaã

Quarteto vai preso em ponto de venda de drogas em Canaã

Após denúncias de que uma casa estaria sendo usada como local de venda de drogas, a Polícia Civil de Canaã…
PC prende membro de facção criminosa envolvido em assalto a banco

PC prende membro de facção criminosa envolvido em assalto a banco

A Polícia Civil do Pará prendeu, neste sábado (25), em Pacajá, na região sudeste, durante um culto religioso, um homem…