Correio de Carajás

Roubo de carga de cigarro gera troca de tiros e um é assassinado

Carga de distribuidora de cigarros foi roubada em Eldorado nesta quarta (22) (Imagem: Divulgação)

ELDORADO DO CARAJÁS

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Anderson Delano de Campos abriu fogo contra policiais, foi baleado e não resistiu

Nesta quarta-feira (22), um roubo de carga de cigarros gerou perseguição policial e troca de tiros em estrada da zona rural de Eldorado do Carajás, em que Anderson Delano de Campos faleceu após abrir fogo contra os militares, que responderam a ofensiva e o abateram.

Um funcionário da empresa distribuidora de cigarros informou por volta das 13h30 que a carga de um caminhão havia sido roubada por homens que ocupavam uma Volkswagen Kombi e uma caminhonete, ambas de cor branca. A carga, no entanto, possuía um rastreador, que foi usado para determinar que os assaltantes tinham seguido pela vicinal Jandaia, zona rural de Eldorado.

Kombi e caminhonete usadas no roubo e fuga foram retidas pela polícia (Imagem: Divulgação)

Ao comparecerem ao local, os policiais não encontraram os veículos, mas um transeunte os informou que os havia avistado, com homens descarregando caixas da Kombi e carregando-as na caminhonete, de forma apressada. Moradores da região da vicinal também avistaram veículo branco passando pelo local, em alta velocidade, o que fez a guarnição continuar as buscas, até que a caminhonete foi avistada.

Leia mais:

Com sinais sonoros e luminosos ligados, a viatura policial perseguiu a caminhonete até uma região conhecida como Curral 4, onde o condutor do veículo com a carga roubada perdeu o controle da direção. Os indivíduos desceram, então, da caminhonete e abriram fogo contra os policiais, que reagiram em legítima defesa. Neste momento, Anderson foi abatido e levado às pressas ao hospital mais próximo, chegando sem vida à unidade de saúde.

Anderson Delano de Campos não resistiu a tiro e faleceu antes de chegar em hospital (Imagem: Divulgação)

Ainda assim, a carga de cigarros, junto de alguns isqueiros e roupas usadas pelos criminosos na ofensiva, foi recuperada e devolvida à distribuidora. Contra Anderson ainda constava um mandado de prisão por homicídio qualificado, datado de 2016. Ele estava com uma identidade falsa e mais uma pistola calibre 38, com cinco munições vazias e mais duas munições em seu bolso. (Juliano Corrêa – com informações de Ronaldo Modesto)

Comentários

Mais

Trio de dedos-duros é preso com maconha e cocaína

Trio de dedos-duros é preso com maconha e cocaína

A Polícia Militar de Canaã dos Carajás recolheu três envolvidos com o tráfico de drogas e os despejou na Delegacia…
Em 24 horas, duas pessoas são brutalmente assassinadas em Serra Pelada

Em 24 horas, duas pessoas são brutalmente assassinadas em Serra Pelada

Dois crimes chocaram moradores do antigo garimpo de Serra Pelada, município de Curionópolis, no último final de semana. No sábado…
Traficante morre após trocar tiros com policiais

Traficante morre após trocar tiros com policiais

Um homem ainda não identificado morreu na noite deste domingo (24) durante intervenção policial registrada na Rua Bororó, no Parque…
Cocaína é encontrada com piloto conduzindo perigosamente

Cocaína é encontrada com piloto conduzindo perigosamente

No final da tarde de sábado, às 17h30, a Polícia Militar de Parauapebas deteve Gustavo Silva Barreto, de 20 anos,…
Perseguição policial acaba com prisão de membros do PCC

Perseguição policial acaba com prisão de membros do PCC

Três homens foram presos por tráfico de drogas no Bairro Maranhão, alegadamente membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital…
PM separa briga de facas em Parauapebas

PM separa briga de facas em Parauapebas

O sol havia acabado de nascer no último sábado (23) e Ivanildo Ribeiro, de 33 anos, e Regivaldo Silva Damasceno,…