Correio de Carajás

Ronda Política 19/11/2020

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Noventa por cento do tempo da sessão ordinária desta terça-feira, 18, na Câmara Municipal de Marabá, foi dedicado ao tema “eleição”. Na transmissão da reunião pelo Facebook da Casa, dava para perceber os sentimentos dos membros da atual legislatura.

Os que conseguiram a reeleição, claro, estavam com sorriso largo, abraçavam-se mutuamente e quando usaram a tribuna foram agradecer pela votação que lhes permitirá manter-se no cargo entre 2021 e 2024. Falaram das dificuldades da campanha em função da pandemia e todos, sem exceção, disseram que fizeram uma campanha limpa.

Mas quem não ganhou (foram dez tangidos pelo voto popular) transformou a tribuna em muro das lamentações. Um dos casos mais emblemáticos foi do vereador Ray Athie (PSD), que foi o campeão de votos entre os que ficaram de fora. Obteve 1.895 sufrágios e chegou a um momento em seu discurso que lacrimejou, emocionado.

Leia mais:

Muita gente fazia uma comparação simples no Plenário da Câmara naquela terça-feira: como ele não foi eleito, enquanto Dato do Ônibus recebeu apenas 763 votos e acabou ficando com a última vaga no Poder Legislativo?

Mesmo tristes pela não reeleição, participaram da primeira sessão ordinária dois dias após a eleição, os vereadores Irmão Morivaldo, Edinaldo Machado, Mariozan Quintão, Gilson Dias, Badeco do Gerson, Frank Varão e Irismar Melo. Alguns sofreram tanto que nem à sessão foram.

Voltando ao assunto “Dato do Ônibus” (seu verdadeiro nome é Deodato do Espirito Santo), ele e Raimundinho do Comércio (PL), ou Raimundo da Silva Souza, foram assistir à sessão desta terça para já irem se habituando com o dia a dia do Parlamento.

O que os calouros não imaginavam é que alguns dos atuais vereadores reeleitos fossem assediá-los para ajudarem na eleição da futura mesa diretora da Câmara, o que só deve acontecer após a posse, em 1º de janeiro de 2021. Os dois perceberam que, daqui para frente, pressão por votação sempre vai existir e que precisarão usar isso a seu favor…e da comunidade. É o velho toma lá, dá cá.

Na próxima terça-feira, 18 de novembro, haverá sessão dupla, com uma sessão ordinária e, em seguida, outra de prestação de contas do Executivo referente ao segundo quadrimestre de 2020. E, na quarta-feira, 19, haverá sessão especial em alusão ao Novembro Azul. Os trabalhos se intensificam ainda neste final de ano, onde ocorrerão debates e apreciação da LOA (Lei Orçamentária Anual).

Em São João do Araguaia, quem está de volta à Câmara Municipal a partir de 1º de janeiro de 2021 é a dedicada Isailene Labres, a Isa (PDT), que vai para o quinto mandato. Ela havia passado um mandato como vice-prefeita e ficou de fora do atual, ou seja, oito anos de hiato do Parlamento.

Comentários

Ronda Política

> Daniel Vasconcelos (PSC), vereador em Manaus está em apuros para justificar uma viagem feita à cidade de Óbidos, aqui…

Ronda Política

> Está mantida a retomada das sessões ordinárias da Câmara de Marabá para a próxima semana, no dia 3 de…

Ronda Política

 > O Conselho Superior do Ministério Público do Pará, à unanimidade, declinou de competência para o Ministério Público Federal o…

Ronda Política

> O 2º Promotor de Justiça Militar do Ministério Público do Estado do Pará, Armando Brasil, emitiu recomendação ao comando…

Ronda Política

> E segue a corrida eleitoral pela Prefeitura de Goianésia do Pará, onde o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) está organizando…

Ronda Política

> Depois de ter declarado recesso na última semana, a Câmara Municipal de Marabá teve de convocar seus membros às…