Ads

Nesta quarta-feira, 11, a desembargadora Diracy Nunes Alves, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE) julgou procedente a ação de “agravo interno e pedido de reconsideração” interposto por José Martins de Melo Filhoem face de uma decisão monocrática da desembargadora Rosileide Maria da Costa Cunha, que decidira anteriormente sobre a ação de “tutela cautelar antecedente e pedido de concessão de efeito suspensivo em apelação cível” impetrada pelo prefeito Ismael Gonçalves Barbosa, que está no cargo de prefeito de Jacundá.

Ads

Com a decisão da desembargadora Diracy Nunes a favor do prefeito afastado José Martins, popularmente conhecido por, Zé Martins, este reassumirá o cargo nesta quinta-feira, 12, na Câmara Municipal de Jacundá.

A Coluna ouviu o ex-presidente do Legislativo, vereador Lindomar Marinho, que confirmou a posse do gestor Zé Martins. “Estou tentando falar com o presidente, vereador Clayton Guimarães, sobre os trâmites, mas ele (Zé Martins) volta à Prefeitura de Jacundá”.

No dia 23 deste mês de setembro, a Câmara Municipal de Marabá vai sediar um Encontro Regional do Interlegis, programa do Senado Federal que foca no fortalecimento das ações do Poder Legislativo federal, estadual e municipal. O evento é aberto para participação de representantes das 39 câmaras do sul e sudeste do Estado.

O encontro em Marabá inicia às 8h30, com credenciamento, fala das autoridades presentes e duas palestras com o coordenador de Planejamento e Relações Institucionais do Instituto Legislativo Brasileiro do Senado Federal, sendo uma sobre o Interlegis e a modernização do Legislativo, que será ministrada por Leonardo Gadelha; e outra palestra sobre Planejamento e Relações Institucionais. Gabriel Borges, consultor legislativo do Senado vai falar sobre as mudanças na Lei Eleitoral.

Alguns vereadores da Câmara de Marabá já começam a pedir a saída das empresas de transporte urbano de Marabá, Nassom e TCA. Pelo menos três deles utilizaram a tribuna na sessão da última terça-feira, 10 para protestar sobre a situação do transporte coletivo em Marabá. Irismar Melo, Cristina Mutran e Ilker Moraes foram contundentes sobre o assunto.

Na visão de Irismar, cabe ao poder público, além de regulamentar o transporte e a concessão, a aplicação das penalidades cabíveis pelo descumprimento do que consta na licitação do serviço. Ainda de acordo com ela, todas as medidas, inclusive, o rompimento de contrato e a realização de nova concessão devem ser debatidos para que uma solução seja definida.

A vereadora Cristina Mutran quer que os temas depressão e suicídio sejam amplamente debatidos nas escolas e no seio familiar, para quebrar tabus. A vereadora discursou no Plenário da Câmara de Marabá e alertou que os dois são problemas graves de saúde pública. “O assunto é delicado, mas é importante falar sobre maneiras de preveni-los”.

Ads