> Na edição anterior esta coluna tratou sobre a criação de um Grupo de Trabalho (GT) para reestruturação organizacional do Incra, decisão tomada pelo Governo Federal. Na nota houve citação do vereador marabaense Cabo Rodrigo, como parlamentar que falou sobre o assunto no plenário da Câmara, mas o jornal se equivocou. Quem fez tal citação foi o vereador Ilker Moraes. Pela confusão, o CORREIO se desculpa com ambos.

[pro_ad_display_adzone id="528"]

> Após 129 anos de circulação impressa no Estado do Pará, o Diário Oficial segue a partir do Governo Helder Barbalho a tendência mundial, em que os Diários Oficiais passam a se tornar 100% na versão online. No Brasil, diversos estados e a União já deixaram de imprimir seus Diários Oficiais.

> Com 155 anos de história em papel, Imprensa Nacional produziu no dia 30 de novembro de 2017, a última edição impressa do “Diário Oficial da União”. A partir dessa data o “DOU” passou a estar disponível somente na versão online.

> A decisão do Governo vai trazer para a autarquia uma economia substancial de 3 milhões que poderão ser investidos em outras áreas mais prioritárias.

> No formato impresso a imprensa oficial gasta uma média anual de cerca de 30 toneladas de papel para imprimir o DOE e o Diário da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa). Assim, a economia impactará no financeiro e, principalmente, no respeito ao meio ambiente, poupando milhares de árvores deixadas de serem derrubadas.

[pro_ad_display_adzone id="530"]