Correio de Carajás

Rodoviários anunciam greve para esta quarta em Marabá

Caso não ocorra entendimento hoje entre empresas e trabalhadores a greve começa na madrugada/ Foto: Evangelista Rocha
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O CORREIO apurou na noite desta segunda-feira (11) que a greve dos rodoviários realmente será colocada em prática. A categoria já avisou às empresas concessionárias e aguarda o período de 72 horas para iniciar a paralização. Isso aconteceria às 10 horas de hoje, porém eles afirmam que vão iniciar o movimento apenas à meia noite. Na quarta-feira Marabá amanhecerá com número reduzidíssimo de coletivos nas ruas. É mais um capítulo da novela interminável da crise nos transportes públicos da cidade.

Segundo Océlio Souza, da diretoria do Sindicato dos Rodoviários do Sul e Sudeste do Pará (Sintrarsul), o acordo anteriormente firmado entre trabalhadores e as empresas findou no último dia 5 e os empregadores voltaram a atrasar salários. Motoristas e cobradores estariam sem receber dezembro e janeiro, mais os vales alimentação de dezembro a fevereiro. “Até às 18 horas de hoje (ontem), ninguém havia recebido. Só havia os rumores lá dentro de que a empresa estava se preparando para pagar. Caso aconteça nesta terça-feira, ainda podemos voltar atrás”, disse ao CORREIO.

A reunião que deliberou pela greve aconteceu no dia 6, os funcionários das empresas Transportes Coletivos de Anápolis Ltda. (TCA) e Nasson Tur Turismo Ltda deliberaram por realização de nova paralisação.

Leia mais:

O caos instaurado no transporte público de Marabá não é novidade para ninguém e, conforme Geraldo Dean Silva, presidente do Sintrarsul, as empresas foram novamente notificadas pelos constantes atrasos salariais.

“A convocação dessa assembleia se deu porque os trabalhadores continuam sufocados por constantes atrasos de pagamento e queremos provocar o Poder Público para chamar a atenção sobre isso”, comentou, acrescentando que foi depositado na conta de uma das empresas do grupo um aporte destinado para verbas trabalhistas. ”A gente solicitou junto ao interventor em Goiânia e liberação deste recurso e aprovamos a deliberação por paralisação para chamar a atenção e para que sejam pagas as verbas mediante este valor que foi depositado”, disse na última semana.

De acordo com ele, além dos trabalhadores, a população de Marabá sofre o impacto. “Temos que dar um basta nisso, não dá pra continuar. Sofre o trabalhador e sofre a população com esse péssimo transporte. A gente também está cobrando junto ao Conselho Municipal de Transporte a viabilização do terminal para suprir a necessidade das empresas e dos trabalhadores”, declarou. (Da Redação)

Mais

Helder inaugura, entrega cheques e assina ordens de serviço em Marabá

Helder inaugura, entrega cheques e assina ordens de serviço em Marabá

Em visita a Marabá nesta quarta-feira (12) o governador Helder Barbalho rodou a cidade fazendo inaugurações, assinando ordens de serviço,…
Cruzamento na VS-10 causa graves acidentes de trânsito

Cruzamento na VS-10 causa graves acidentes de trânsito

Um cruzamento entre a Avenida VS-10 e a Rua Florita, na altura do Bairro Morada Nova, em Parauapebas, tem causado…
Sete em cada dez empreendedores fizeram vendas online na pandemia

Sete em cada dez empreendedores fizeram vendas online na pandemia

Sete em cada dez micro, pequenas ou médias empresas (73,4%) do país estão fazendo vendas online durante a pandemia do novo coronavírus.…
Brasil inaugura primeira antena rural para a internet 5G

Brasil inaugura primeira antena rural para a internet 5G

O Brasil já tem instalada a sua primeira antena rural destinada à quinta geração de internet (5G). A tecnologia funcionará,…
Defensoria recomenda vacina a pessoas presas de grupos prioritários

Defensoria recomenda vacina a pessoas presas de grupos prioritários

A Defensoria Pública do Pará (DPE) emitiu uma recomendação ao Governo do Estado para que as pessoas privadas de liberdade…
Comissão da OMS faz recomendações para evitar próxima pandemia

Comissão da OMS faz recomendações para evitar próxima pandemia

Um novo sistema global transparente deveria ser criado para apurar surtos de doenças, habilitando a Organização Mundial da Saúde (OMS)…