Correio de Carajás

Repórter Correio

Reforço da vacina

O Ministério da Saúde alterou a recomendação sobre a dose de reforço para pessoas com idades entre 18 e 60 anos. Ele reduziu o intervalo entre a conclusão do ciclo vacinal e a nova dose de cinco para quatro meses. Segundo comunicado do ministério, a decisão foi tomada visando ao “aumento da proteção de todos os brasileiros contra a variante Ômicron”. De acordo com o ministro Marcelo Queiroga, da Saúde, a dose de reforço é importante para dificultar a circulação de novas variantes no país.

Reforço em Marabá

Leia mais:

Diante da mudança anunciada, o CORREIO consultou a Prefeitura de Marabá sobre a adoção do intervalo de apenas quatro meses e ouviu que também já está valendo para a vacinação no Município. O único entrave é que ontem (20) não havia estoque da vacina Pfizer-BioNTech na Secretaria de Saúde. Segundo a Ascom da PMM, a previsão é de que um novo lote chegue até o final desta semana.

Imunizante

Na sexta-feira (17), o Ministério da Saúde divulgou resultado de estudo realizado pela Universidade de Oxford, do Reino Unido, sobre a eficácia das diferentes marcas para a aplicação da dose de reforço.  Segundo as análises realizadas por pesquisadores que participaram da pesquisa, a vacina da Pfizer-BioNTech pode ampliar em até 175 vezes a quantidade de anticorpos de uma pessoa, o maior índice entre as marcas utilizadas no Brasil.

Crise da Itapemirim

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse ontem (20), em Brasília, que, sem a intervenção da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) na Itapemirim Transportes Aéreos (ITA), “o problema poderia ter sido mais grave”. Segundo ele, um gabinete de crise foi montado com o objetivo de acomodar, o quanto antes, os passageiros prejudicados pela empresa. Hoje, durante entrevista coletiva destinada à divulgação do balanço de ações da pasta, o ministro classificou a situação como “grave e triste”.

Crise da Itapemirim II

O Grupo Itapemirim paralisou, desde a sexta-feira (17), as operações de sua companhia aérea, a ITA, o que provocou confusão entre os passageiros da companhia que já esperavam o embarque nos aeroportos.  A empresa alegou que a paralisação tem caráter temporário “para uma reestruturação interna” e, em nota, orientou os clientes com passagens compradas para os próximos dias a não irem aos aeroportos antes de falar com a ITA.

Salários

A Prefeitura de Marabá autorizou o pagamento dos salários de todos os servidores públicos municipais para esta quarta-feira, dia 22 de dezembro. O valor da folha mais encargos é de R$ 39.912.905,05. Além disso, os professores lotados na Semed, receberão o valor referente a 1/6 de férias no valor bruto de R$ 1.833.634,71. O valor estará disponível nas contas-salário de todos os servidores na manhã do dia 22.

Curionópolis

Já a gestão da prefeita Mariana Chamon, em Curionópolis, pagou ontem (20) aos servidores municipais, de forma antecipada, os salários de dezembro. A segunda parcela do 13º já havia sido paga na semana passada, no dia 9.

Comércio de Natal

Comerciantes do Centro da cidade consideraram fraco o movimento no último final de semana em Marabá, quando muitas lojas estenderam o horário de atendimento e até abriram na manhã de domingo. Ao que indica, será mais um ano de compras concentradas na última hora.

Vacinação de crianças

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a decisão do governo em vacinar crianças de 5 a 11 anos será tomada no dia 5 de janeiro, após audiência pública a ser realizada no dia anterior. Em conversa com jornalistas, Queiroga disse que a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não é decisão suficiente para viabilizar a vacinação para esse grupo.

Vacinação de crianças II

Queiroga disse que aguarda parecer da Câmara Técnica Assessora de Imunizações (CTAI). O documento será levado esta semana para apreciação em uma consulta pública, um mecanismo de participação social não presencial, usado por entes públicos para subsidiar o processo de tomada de decisão. “No dia 4 de janeiro faremos uma audiência pública para discutir o que foi oferecido em consulta pública que, em adição ao posicionamento da CTAI, servirá de base para a decisão final do Ministério da Saúde”, acrescentou o ministro.

 

Comentários

Repórter Correio

Praia Os primeiros metros de praia do Tucunaré já foram suficientes para o final de semana atrair visitantes ao balneário,…

Repórter Correio

Frio em Marabá? Foi a sensação da grande maioria da população ao levantar na manhã de ontem (20), com menos…

Repórter Correio

Nem igreja escapa Desde final de abril, a Catedral de Marabá, vive uma situação inusitada.  Segundo o padre Ademir Gramelik,…

Repórter Correio

Fato grave O Presidente da Federação de Futsal do Pará (Fefuspa), Davi Leal, foi esfaqueado na manhã de sábado, dia…

Repórter Correio

Nem autoridade escapa Três homens suspeitos de praticarem um assalto com reféns à casa do vice-prefeito de Cachoeira do Piriá,…

Repórter Correio

A Exposição Agropecuária de Marabá (Expoama 2022) está oficialmente confirmada. Será mais curta, com apenas cinco dias, de quarta a…