Correio de Carajás

Repórter Correio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Alinhados

A vinda do governador Helder Barbalho a Marabá no último dia 2 mostrou que ele e o prefeito Tião Miranda andam muito bem afinados. Tião não apenas esteve lado a lado com Helder o tempo todo, quanto levou toda a sua equipe para a solenidade conjunta da entrega de títulos no Liberdade. Ainda fidelizou ao governador que está 100% a disposição para firmar novos convênios na questão da regularização urbana. Tião também agradeceu publicamente pelo aporte financeiro do Estado à construção da terceira ponte sobre o Rio Itacaiúnas.

Escolas

Leia mais:

Helder retorna a Marabá na próxima quarta-feira, dia 8, para a inauguração da reforma das escolas estaduais Plínio Pinheiro e Acy Barros. Quanto aos alunos da Escola Geraldo Veloso, que também pediram ao governador uma reforma completa, ele se comprometeu a trazer à secretaria de Educação para iniciar levantamento quanto a esta última instituição.

Vacinação

Marabá continua com a campanha de vacinação contra a covid-19 ao longo da próxima semana. De 6 a 10 dezembro a imunização correrá no Partage Shopping, de 10 às 17 horas e em todas as Unidades Básicas de Saúde da área urbana, a partir das 8 horas. Nos postos de saúde, para receber a vacina basta a pessoa saber como funciona o atendimento da UBS de seu bairro e apresentar a documentação exigida: RG, Cartão SUS, CPF e declaração. A única UBS que ainda atenderá apenas às sextas-feiras, será a Amadeu Vivacqua, em São Félix II.

3ª dose

Todas as pessoas com mais de 18 anos que tenham cinco meses completos podem tomar a dose de reforço. Outra categoria que recebem a 3ª dose são os imunossuprimidos, com 28 dias ou mais da 2ª dose, que devem apresentar atestado ou laudo médico especificando o motivo da vacinação. São considerados imunossuprimidos, pessoas com o sistema imune deficiente seja por uma doença congênita ou outras condições, a exemplo de pacientes em tratamento oncológico, em hemodiálise, transplantados, com HIV/AIDS e ainda pacientes com imunodeficiência primária grave.

PA-150

O Governo do Pará anunciou que segue com a recuperação da PA-150. Segundo a Setran, as equipes de trabalho da restauração da rodovia, no sudeste do Pará, estão concluindo serviços de tapa- buraco, remendo profundo e limpeza lateral dos dois lados da pista, no trecho da ponte Igarapé Gavião, até a ponte Mojuzinho, no trecho entre os municípios de Goianésia do Pará e Jacundá. Depois disso serão iniciados os serviços de reciclagem e fresagem, (retirada do asfalto antigo para reciclagem), com troca de base para iniciar o novo recapeamento asfáltico da pista e ainda a sinalização de trânsito vertical e horizontal.

Clima e tempo

O padrão de circulação de ventos que está se estabelecendo entre as camadas médias e altas da atmosfera e a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) vão contribuir para a formação de nuvens muito carregadas nos próximos dias em áreas do centro-norte do Brasil. Vários estados do Norte e do Nordeste estão na rota dos temporais até a próxima semana.

Clima e tempo II

Nesta época do ano, é normal que a ZCIT comece a descer mais, ficando próxima da costa norte brasileira, como é o previsto para o próximo período. Este sistema vai ser o responsável por organizar a formação das nuvens carregadas no extremo norte do Brasil, principalmente sobre o leste e norte do Pará, norte do Amapá e do Maranhão. Os acumulados, em geral, variam de 40 a 60mm até o domingo, e pode chover até perto de 100mm no norte do Amapá.

Covid no Pará

O Pará contabilizou no fechamento dos números de ontem (3) mais 157 novos casos e quatro mortes causadas pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), agora são 611.527 pessoas diagnosticadas com a doença desde março de 2020, sendo que 16.939 morreram. Em relação à subnotificação das prefeituras, foram confirmadas mais 538 casos e 3 óbitos ocorridos em dias anteriores. O Pará possui 571.351 recuperados, 132.846 descartados e 340 casos em análise.

Não vacinados

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o julgamento da decisão que suspende a vigência de dispositivos da Portaria 620 do Ministério do Trabalho, que proibiu a demissão do trabalhador que não tiver tomado vacina contra a covid-19. A análise foi iniciada na quinta (2) e estava prevista para durar uma semana no plenário virtual. No dia 12 de novembro, o ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso, atendeu ao pedido feito por partidos de oposição e suspendeu o dispositivo que proibia a exigência de comprovante de vacinação na contratação ou para continuidade do vínculo de emprego.

Comentários

Repórter Correio

39 anos O Jornal CORREIO, antigo Correio do Tocantins, comemora neste dia 15 de janeiro seus 39 anos de circulação…

Repórter Correio

Aja bolso! O combustível já está mais caro em Marabá desde ontem (12). A gasolina comum que estava na média…

Repórter Correio

Enchente O nível Rio Tocantins apresentou estabilidade nas últimas 48 horas, o que foi um alívio na visão das autoridades…

Repórter Correio

OAB Marabá Embora já esteja respondendo pela presidência da Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Marabá, Rodrigo…

Repórter Correio

Porto do Pará O Porto de Barcarena (PA) tem ganhado grande importância no escoamento de grãos como soja e milho,…

Repórter Correio

Reforço da vacina O Ministério da Saúde alterou a recomendação sobre a dose de reforço para pessoas com idades entre…