Correio de Carajás

Repórter Correio

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Mortes no cruzamento

Parece que finalmente as autoridades públicas vão tomar providências mais efetivas para fazer frente aos recentes acidentes graves e mortes na Transamazônica em Marabá. Em especial no trecho onde fica o cruzamento de acesso à Nova Marabá, com semáforo na Folha 33. O Município que discutir com o Dnit, responsável pela rodovia federal, o incremento de lombadas eletrônicas na via e de radares e câmeras naquele semáforo para coibir de uma vez por todas o avanço de sinal. Jair Guimarães Barata, secretário de Segurança Institucional e inspetor licenciado da PRF, disse ter claro que essa é uma providência importante.

Eleição da OAB

Leia mais:

Indiferente ao fato de usar as urnas eletrônicas da própria Justiça Eleitoral e de ser uma entidade respeitada, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Pará segue com um processo eleitoral recheado de furos e peculiaridades que abrem brecha para questionamentos e reviravoltas. É o que ficou bem claro em mais um processo eleitoral este ano. Não à toa, nos últimos anos, nas subseções, vimos casos de posse e cassação de diretorias, impugnações e trocas de acusações, sempre pautadas nas brechas que a “desorganização” do processo propicia.

Eleição da OAB II

Um bom exemplo disso está na existência de urna de lona e cédulas para contemplar o eleitor de última hora, que se credenciou após o lacre das urnas. Também a impossibilidade de voto de quem não estava quite financeiramente até um mês antes, enquanto advogados juramentados na antevéspera puderam exercer o voto. Não existe comissão eleitoral própria nas subseções, apenas mesários constituídos. Sem juízo de valor sobre a quem possa favorecer tais discrepâncias, é claramente um processo que tem brechas e que sempre permitirá questionamentos e reviravoltas. Para usar um termo muito popular entre os causídicos: é um celeiro para a insegurança jurídica.

No Maranhão

A Polícia Militar do Maranhão prendeu quatro índios da etnia Akroá-Gamela no dia 18, acusados de fazerem funcionários da empresa de energia elétrica Equatorial Energia e dois policiais militares reféns, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão. A Equatorial Energia informou, por meio de nota, que seus funcionários trabalhavam na construção da Linha de Distribuição LD Miranda, que corta o território ocupado pelos akroá-gamela, quando foram abordados por um grupo de índios que exigiam a imediata paralisação do serviço.

No Maranhão II

A companhia disse que, diante da situação, enviou para o local, ontem, um grupo de negociadores encarregados de agendar uma reunião com representantes das comunidades indígenas. Já as lideranças da Terra Indígena Taquaritiua acusam os policiais de deterem, com violência, indígenas que protestavam contra a ação da companhia energética em território indígena. Os akroá-gamela disseram ainda que foram atacados por “jagunços” que, segundo eles, teriam se apresentado como policiais à paisana.

Oportunidade

Foi publicado o edital de abertura do concurso público do Ministério Público de Contas dos Municípios do Pará para preenchimento de cargos efetivos para Subprocurador de Contas do Estado. Estão sendo ofertas duas vagas com salários de até R$ 33.689,11. O Período para a solicitação de inscrição e de isenção da taxa será de 25/11/2021 a 7/1/2022, das 10h do primeiro dia às 18h do último dia (horário oficial de Brasília/DF). O valor da taxa de inscrição será de R$ 300 e podem ser feitas através do site do Cebraspe, banca organizadora do certame. Para participar, os candidatos precisam ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de bacharelado em Direito.

Sacerdócio

Titular da paróquia de São Félix de Valois, que engloba a Catedral de Marabá, o padre Ademir Gramelik completa nesta segunda-feira, dia 22, seus 23 anos como sacerdote da igreja católica, 20 deles aqui na cidade. A tradicional missa deste domingo, na Catedral às 19h30, marcará a comemoração da trajetória do religioso.

Feriado

Por falar em São Félix de Valois, o padroeiro de Marabá, hoje (20) é a data dedicada a esse santo e, portanto, feriado no Município. O comércio local deverá estar fechado. Em outras cidades pelo Brasil é feriado municipal também, mas por outro motivo: o Dia da Consciência Negra.

Comentários

Repórter Correio

Marabá x Vale O clima azedou entre a Câmara de Marabá e a mineradora Vale. Isso devido ao fato da…

Repórter Correio

Vacinação Apesar da Prefeitura de Marabá ter divulgado no início da semana que os postos de saúde estavam aguardando as…

Repórter Correio

Duelo de gigantes Gigante do comércio varejista no Brasil, a Casas Bahia está finalmente fincando bandeira em Marabá e vai…

Repórter Correio

Grupo Revemar Sob a batuta de Winston Diamantino, a Revemar segue se consolidando também como o maior grupo varejista de…

Repórter Correio

Campanha de Natal Um coquetel na noite desta quinta-feira (18), às 19h30, em O Casarão Eventos, vai marcar o lançamento…

Repórter Correio

Concurso e show O final de semana com feriado prolongado foi especial para a rede hoteleira de Marabá, com leitos…