Ads

Bombeiros

Ads

O 5º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM) passa por mudanças, em Marabá. A transferências só devem se efetivar no dia 7 de agosto, quando assume o comando o coronel José Raimundo Lélis, tendo como subcomandante o major Galúcio. No momento, o comando está interinamente com o major Paulo César.

Queimadas

As queimadas, como já era de se esperar para a época, estão correndo soltas dentro da área urbana de Marabá. Em Morada Nova, no sábado e domingo o fogaréu era tão intenso que o complexo passou dois dias imerso em uma cortina de fumaça.

Escuridão

Enorme trecho da BR-230, a Transamazônica, estava no escuro ontem à noite. O primeiro trecho era da frente do Atacadão até a cabeceira da ponte, na Nova Marabá e o segundo da outra cabeceira até o Hemopa, do lado da Cidade Nova. Perigo.

Barragens

A mineradora Vale informou que decidiu suspender as obras de alteamento que estavam sendo realizadas na barragem Itabiruçu, em Itabira (MG). De acordo com a empresa, a medida foi uma ação preventiva após o projetista do empreendimento identificar alterações no assentamento do terreno. O alerta preventivo também foi enviado às autoridades locais.

Barragens II

Segundo a Vale, não houve alteração na estabilidade e na segurança da barragem, que, segundo a mineradora, foi construída pelo método a jusante – é a parte de baixo do rio, por onde escoa a água através das comportas ou dos canais extravasores – “considerado o mais seguro”.

Drama carcerário

Os anos de precarização do sistema penal paraense praticados em outros governos estão entregando a conta agora em situações lamentáveis como as mortes de 57 detentos, ontem em Altamira. O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) produziu um relatório que apontou o Centro de Recuperação Regional de Altamira como superlotado e em péssimas condições.

Drama carcerário II

Apesar da casa penal ter excedido o número máximo de vagas em 55,5%, o superintendente da Susipe, Jarbas Vasconcelos não classificou o local como superlotado e espera entregar uma nova unidade prisional em breve. “Não há superlotação carcerária na unidade, mas estamos aguardando a entrega de uma nova prisão pela Norte Energia, que deve ficar pronta até dezembro. Os containers não são improvisados, existem há algum tempo, mas com a entrega do novo complexo como compensação ambiental da empresa, teremos capacidade para 306 internos”, pontuou.

Ads