Correio de Carajás

Repórter Correio 22/10/19

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Pará sem mancha

A força-tarefa criada pelo Governo do Pará com o objetivo de monitorar a mancha de óleo no Oceano Atlântico sobrevoou, na manhã desta segunda-feira (21), cerca de 200 milhas, o equivalente a quase 360 km, e não encontrou nenhum indício de mancha de óleo no litoral paraense. O anúncio foi feito na sede do Corpo de Bombeiros Militar do Pará, à tarde, durante coletiva de imprensa com representantes de órgãos estaduais e da Marinha brasileira.

Pará sem mancha II

Leia mais:

A equipe de monitoramento, formada por representantes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil Estadual e Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), ficou a 300 metros do nível da água, uma altitude considerada baixa, mas dentro da margem de segurança. Locais vistoriados – A força-tarefa saiu de Belém no início da manhã e passou por mais 13 localidades da costa atlântica paraense. Foram vistoriadas áreas dos municípios de Vigia de Nazaré, São Caetano de Odivelas, Colares, Curuçá, Marapanim (Praia de Marudá), Maracanã (Ilha de Algodoal), Salinópolis, São João de Pirabas, Quatipuru, Bragança, Augusto Corrêa e Viseu, na divisa do Pará com o Maranhão.

Hospital

O Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá, divulgou no final de semana ter alcançado a marca de 3 milhões de atendimentos, no mesmo momento em que celebra os seus 13 anos de existência. Ao todo, foram realizados 3,2 milhões de atendimentos, entre ambulatoriais, de urgência e emergência, exames, internações e cirurgias.

Hemodiálise

Por falar em Hospital Regional, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) quer inaugurar no mês que vem o serviço de hemodiálise, ala que o ex-governador Simão Jatene, tanto prometeu e enrolou até o final da gestão, sem entregar.

Indígenas

Representantes da Federação dos Povos Indígenas do Estado do Pará (FEPIPA), juntamente com a cacica Kátia, representante do Povo Gavião Akrãntikatejê, reuniram-se ontem com Josenir Nascimento e o secretário regional de governo, João Chamon. Na pauta, a posse do Conselho Estadual de Políticas Indigenista que será no dia 11 de novembro em Belém; primeira reunião do Grupo de Trabalho; ocupação nos espaços indígenas existes dentro do governo na Saúde, Sema, ideflor e Sejudh; criação da coordenação indígena estadual que está tramitando na Alepa.

Comentários

Repórter Correio 22/06/2021

Volta às aulas Com a vacinação ampla dos professores da rede contra a covid-19, a Secretaria Municipal de Educação (Semed)…

Repórter Correio 19/06/2021

Covid no Pará O Pará registrava até esta sexta-feira (18) um total de 541.833 casos de covid-19 e 15.183 mortes…

Repórter Correio 17/06/2021

Vacina e alívio Tão logo a Prefeitura de Marabá confirmou ontem que vai iniciar no final de semana a vacinação…

Repórter Correio 15/06/2021

    Exame de Ordem O Exame de Ordem Unificado da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) pela primeira vez…

Repórter Correio 12/06/2021

Covid no Pará O Pará registrava até esta sexta-feira (11) um total de 533.496 casos de covid-19 e 14.946 mortes…

Repórter Correio 10/06/2021

Partage expandindo Proprietário dos shoppings de Marabá e de Parauapebas, o grupo Partage segue com apetite no mercado e, em…