Correio de Carajás

Repórter Correio 19/01/2019

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Começa o Parazão

O Campeonato Paraense de Futebol 2019 começa neste final de semana, e o representante de Marabá, o Águia, vai a campo pela primeira vez contra o São Raimundo, neste domingo, dia 20, às 17 horas, no Estádio Jader Barbalho, em Santarém. O desempenho da equipe pode tanto levá-la de volta a competições nacionais como o Campeonato Brasileiro, quanto pode lhe rebaixar no próprio Parazão. Segundo o técnico João Galvão, é possível sonhar com coisas boas, sim.

Em campo

Leia mais:

Galvão, aliás, ainda não tem certeza sobre a equipe titular que colocará em campo amanhã. Os dois amistosos do período de preparação não deixaram muitas certezas, principalmente em um elenco que tem média de idade baixa. Depois do São Raimundo, o Águia permanece em Santarém para encarar o Tapajós na rodada dois. O time provável para a estreia neste domingo pode ser: Bruno Colaço (goleiro); Batata, Guilherme, Paulo Ramon e Caio; Tetê, Pelezinho, Ângelo e Ramon; Júnior Rato e Ricardo Maranhão.

Solidários

Sobre o grave acidente que sofreu o policial militar Paulo Cavalcanti esta semana em Parauapebas, que culminou com a perda de uma das pernas, amigos dele iniciaram ontem uma vaquinha virtual. O intuito é comprar uma prótese para ele. As campanhas de arrecadação de valores por meio da internet estão cada vez mais comuns e há sites especializados, que organizam o período, explicam o objetivo da vaquinha e até emitem boleto bancário.

Olho no combustível

Em Canaã dos Carajás o Procon foi às ruas visitar postos de combustíveis para entender as razões para os recentes anúncios de baixa de preço do governo não estarem chegando ao consumidor final. Naquela cidade, os motoristas de carro e motociclistas consideram os preços abusivos, entre os mais caros da região.

Até quando?

Quem preciso entrar em Marabá ontem (18) pela manhã via ponte rodoferroviária sobre o Rio Tocantins, teve que amargar espera de três horas em uma fila quilométrica de veículos. Motivo: mais uma pane de caminhão sobre a ponte. Um basculante e um caminhão prancha, encaixados, bloquearam o tráfego e até as motos ficaram represadas. Já vai ficando cada vez mais evidente a necessidade de alternativas, quem sabe nova ponte.

Médico internado

O médico marabaense Fernando Augusto Fonseca Monteiro passou ontem (18) por uma segunda angioplastia no espaço de uma semana, após ter sofrido um infarto no dia 11 deste mês. O procedimento no Hospital Porto Dias, de Belém, foi considerado um sucesso e hoje ele já deve deixar a UTI para um apartamento. Ele é o diretor do Hemocentro Regional de Marabá (Hemopa). A angioplastia c é um procedimento médico para desobstrução das artérias coronárias.

Comentários

Repórter Correio

Ensaio de Chuva Marabá teve nesta sexta-feira (30) registro de pancadas de chuvas em alguns bairros na área urbana, sendo…

Repórter Correio

Novo livro O aclamado e premiado autor paraense Salomão Larêdo confirmou ontem ao Repórter Correio que o lançamento da sua…

Repórter Correio

Covid em Marabá A vacinação da população adulta em geral (até agora maiores de 25 anos, parcialmente) parece já vir…

Repórter Correio

Mais um aeroporto? Marabá e Carajás podem perder em breve o status de únicos aeroportos do sul e sudeste do…

Repórter Correio

Violência Mais um passo foi dado para aprimorar o combate à violência contra grupos vulneráveis no Pará. Para dar celeridade…

Repórter Correio

Alívio e esperança Marabá completou nesta segunda-feira três dias sem mortes por covid-19. Os números em relação a pacientes graves…