Correio de Carajás

Repórter Correio

Novo empreendimento

Está marcada para o dia 23 de junho a inauguração em Marabá de uma unidade do Frigorífico Goiás, boutique de carnes premium do músico Gusttavo Lima. A marca funciona como uma franquia e os empreendedores locais são os irmãos Felipe Lara e Clara Monique, com apoio dos pais Sueli e Wladimir Costa. Trata-se de empreendimento de alto padrão e vai funcionar na Av. Minas Gerais, esquina com a Itacaiúnas.

Força Nacional

Leia mais:

A Força Nacional de Segurança Pública foi autorizada a atuar, em apoio ao Ministério da Saúde, na Terra Indígena Parakanã, no estado do Pará. A portaria do Ministério da Justiça e Segurança Pública, que determina a medida está publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (13). Os militares participarão de ações imprescindíveis à preservação da ordem pública e da segurança das pessoas e da proteção do patrimônio, em caráter episódico e planejado, por 30 dias, no período de 17 de junho a 16 de julho deste ano.

Força Nacional II

O emprego da Força Nacional obedecerá ao planejamento definido pela Diretoria da Força Nacional de Segurança Pública e ocorrerá em articulação com os órgãos de segurança pública do Pará, sob a coordenação da Polícia Federal.

Saneamento

Terminou nesta segunda-feira (13) o prazo para que os municípios atualizassem as informações do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS). O sistema traz informações referentes a abastecimento de água, esgotamento sanitário, resíduos sólidos urbanos e águas pluviais e é uma ferramenta fundamental para o planejamento do saneamento básico no país, tanto para as instâncias federais como também para estados e municípios.

Saneamento II

Inicialmente o prazo terminaria no dia 30 de maio, mas foi prorrogado até ontem pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). As informações que devem ser prestadas são relativas ao ano de 2021. Os municípios que não atualizarem os dados no sistema ficarão inadimplentes e terão bloqueados os acessos aos recursos federais para saneamento básico. Para mais informações basta acessar a página do SNIS, no site do MDR.

Último diagnóstico

Dados do último diagnóstico do SNIS, de 2020, mostram que, em relação ao abastecimento de água, o índice de atendimento com redes de distribuição de água no país foi de 81,4%. Apenas nas áreas urbanas, o indicador sobe para 93,4%. Já o consumo médio per capita chegou a 152,1 litros diários por habitante.

Ponto facultativo

O expediente será facultado nos órgãos da administração direta e indireta na sexta-feira (17), em virtude do feriado de Corpus Christi, na véspera, conforme estabelece o decreto de nº 2.427, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), de nº 35.004. De acordo com a Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), os órgãos e entidades das áreas de arrecadação, saúde pública, defesa social, parques, museus, teatros e espaços de visitação turística estabelecerão escalas de serviço, incluindo os equipamentos públicos administrados por organizações sociais mediante contrato de gestão, a fim de que o atendimento à população não seja interrompido.

Pará e a Argentina

Apesar da atual crise na Argentina, com inflação acima de 55% e quase 40% da população vivendo na linha da pobreza, o país sul-americano segue sendo um parceiro comercial estratégico para o Pará, especialmente quando o tema é transformação de produtos alimentícios. Os principais produtos paraenses exportados para a Argentina são a pimenta, os sucos de frutas, madeiras, farinhas e sêmolas, além de artigos de madeira para material de cozinha e outros móveis de madeira.

Pará e a Argentina II

Apesar disso, as exportações para aquele país estão em queda. De janeiro a abril de 2022, o Pará exportou para a Argentina US$ 1.358.666 milhão, 92,96% a menos em comparação com o mesmo período de 2021, quando exportou US$ 19.295.844 milhões. A queda também se deu nas importações: de janeiro a abril de 2022, o Pará importou US$ 16.842.886 milhões da Argentina, com variação negativa de -37,82% em comparação com o ano de 2021, quando importou US$ 27.088.293 milhões. O trigo responde por 89% das importações do Pará que vem da Argentina, e ainda assim houve uma queda de 41,62% no primeiro quadrimestre de 2022 em relação a 2022.

Comentários

Repórter Correio

Curionópolis Primeira prefeita da história de Curionópolis, Mariana Chamon segue marcando sua passagem pelo cargo com obras estruturais importantes. Só…

Repórter Correio

Ponte do Araguaia Não tem um dia que não seja de trabalho na obra de construção da ponte sobre o…

Repórter Correio

Madeira Entre janeiro e maio de 2022, as exportações de madeira do Pará cresceram 89% em valor arrecadado e 4%…

Repórter Correio

Não resistiu O empresário Erivan Leite, muito conhecido como Erivan da Navire, nome da empresa de transportes que manteve em…

Repórter Correio

Coincidência O surgimento de uma menina perdida, de aproximadamente 10 anos de idade e com características muito similares a de…

Repórter Correio

Estudante haitiano Tão logo foi confirmada a morte do estudante haitiano John Peter Saint Fleur na Serra das Andorinhas, a…