Correio de Carajás

Repórter Correio 13/04/2021

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Renúncia no Conjove

Em reunião extraordinária na tarde de ontem (12) na sede da Associação Comercial de Marabá (Acim), Kessiana Soares anunciou a sua renúncia à presidência do Conselho de Jovens Empresários (Conjove). Estavam presentes outros 20 membros da diretoria daquele núcleo jovem, dos quais 10 também formalizaram renúncia a seus cargos, entre eles os dois vices Marcelo Campos e Henrique Rocha, os secretários e tesoureiros. Ou seja, toda a diretoria executiva. No caso de Kessiana, ela fez isso por escrito, protocolando missiva ao presidente da Acim, João Tatagiba.

Desgaste

Leia mais:

Questionada sobre a motivação da sua atitude, Kessiana evitou polemizar e limitou-se a dizer que precisa de paz e de mais tempo para se dedicar a sua família e seus negócios. Também perguntada se o desgaste do último mês entre a diretoria do Conjove e da Acim contribuiu, ela evitou ser específica, mas admitiu que existe um desencontro de ideias que já vem de muitos anos e não pode ser resumido em uma única ocorrência.

Breve gestão

Apesar da atitude de ontem, Kessiana avisou que não pretende se desfiliar na Associação Comercial e não acredita que os demais colegas tenham tal intenção. A diretoria ficou apenas quatro meses à frente da entidade, tendo assumido no início de janeiro. O Conjove é um importante braço da Acim e responsável por grande engajamento de jovens empresários nos quadros da associação.

Assentamento

Setenta famílias vão ser beneficiadas com o Projeto de Assentamento Federal – Mata Preta, no município de Anapú, no Pará. Esse assentamento vai ocupar parte do imóvel rural denominado Gleba Bacajá, com área de cerca de 12 mil hectares. Os interessados em integrar o assentamento devem estar inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. A partir daí, será feita uma seleção para definir as famílias que vão participar do projeto.

Assentamento II

A preferência será para quem trabalha como posseiro, assalariado, parceiro ou arrendatário em outros imóveis rurais e trabalhador rural retirado da área localizada no município do projeto de assentamento. Sem-terra inscrito no CadÚnico, trabalhador rural vítima de trabalho análogo à escravidão e o ocupante de área inferior à fração mínima do parcelamento também terão preferência. De acordo com o Incra, o planejamento para o processo de seleção acontece ainda no primeiro semestre de 2021.

Crime ambiental?

Um veículo do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) foi bloqueado por manifestantes na entrada da cidade de Jacareacanga, sudoeste do Pará. Vídeos que circularam nesta segunda (12) pelas redes sociais também mostravam um protesto na cidade, contra uma ação de fiscalização de possíveis crimes ambientais dentro de terras indígenas na região. O Ministério Público Federal (MPF) disse que recebeu os vídeos e enviou ofício ao ICMBio e à Polícia Rodoviária Federal (PRF), com pedido de informações sobre o ocorrido. O órgão quer saber se houve impedimento de fiscalização.

Garimpeiros

Segundo informações preliminares da Polícia local, o protesto reuniu garimpeiros e moradores contra a chegada de uma força-tarefa federal para fiscalizar o garimpo ilegal em terras indígenas. A região de Jacareacanga, distante 1.735 km da capital Belém, vive uma situação de conflito entre apoiadores do garimpo ilegal e defensores das terras indígenas.

Repórter Correio

Covid no Pará Até esta sexta-feira, dia 7, de acordo com a Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), eram…

Covid em Marabá

Covid em Marabá Os leitos de UTI seguem com 100% de ocupação em Marabá, ou seja, 50 em 50 existentes.…

Repórter Correio

Enchente Embora lentamente, o nível do Rio Tocantins voltou a apresentar baixa e ontem estava em 8,34 metros acima do…

Repórter Correio

Covid no Pará O balanço da Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa) divulgado nesta sexta-feira (30/4), sobre a covid-19…

Repórter Correio

Alok no Pará Tido como o DJ mais importante, conhecido e requisitado do mundo, o brasileiro Alok está no Pará.…

Repórter Correio

Triste estatística Ao longo do dia de ontem Parauapebas ultrapassou pela primeira vez Marabá no número de óbitos por covid-19:…