Correio de Carajás

Repórter Correio 05/11/2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Câmeras de segurança

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) anunciou que instalará 350 novas câmeras de vídeomonitoramento e módulo de análise forense (sinopse de vídeo), na Região Metropolitana de Belém, em Marabá e em outros sete municípios. Algumas câmeras terão, ainda, o módulo de reconhecimento facial e outras a tecnologia Optical Character Recognition (OCR), que faz a leitura de placas veiculares.

Câmeras de segurança II

Leia mais:

Segundo o secretário de Segurança Pública do Pará, Ualame Machado, as novas tecnologias, em especial a inteligência artificial, colaboram para manter e melhorar, cada vez mais, os índices da segurança pública no Estado. A gestão realiza, constantemente, um forte investimento em equipamentos modernos em todas as áreas, seja no grupamento fluvial, na parte aérea, rodoviária, além de inteligências e sistemas modernos.

Visão noturna

As câmeras de vídeomonitoramento têm alta definição e iluminação de infravermelho, possibilitando, também, a visão noturna onde não houver iluminação. Os locais onde as câmeras serão instaladas e os módulos em cada uma serão definidos após os estudos dos órgãos de segurança pública do local a ser instalado e a necessidade do espaço.

Simples

As empresas do Simples Nacional já podem parcelar débitos tributários, informou ontem (4) a Receita Federal. Podem ser parcelados débitos apurados pelo Regime Especial Unificado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Simples Nacional). De acordo com a Receita, a Instrução Normativa RFB nº 1.981, de 9 de outubro de 2020, excluiu o limite de um pedido de parcelamento por ano.

Simples II

A condição para o reparcelamento é o pagamento da primeira parcela de acordo com os seguintes percentuais: I – 10% do total dos débitos consolidados; ou II – 20% (vinte por cento) do total dos débitos consolidados, caso haja débito com histórico de reparcelamento anterior. O pedido de reparcelamento deverá ser feito exclusivamente por meio do site da Receita Federal na internet, acessando o Portal e-CAC ou Portal do Simples Nacional.

Plano Safra

O Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico (BNDES) bloqueou mais uma linha de crédito do Plano Safra 2020/21. Por meio de aviso publicado nesta quarta-feira 4 em seu site, o BNDES anunciou a suspensão do “protocolo de pedidos de financiamento para o Programa para Construção e Ampliação de Armazéns (PCA), exclusivamente para operações com taxa de juros prefixada de até 6% ao ano, em razão do nível de comprometimentos dos recursos disponíveis para o ano agrícola”. O aviso, com data de 3 de novembro (terça-feira), é assinado pelo superintendente da Área de Operações e Canais Digitais do BNDES, Marcelo Porteiro Cardoso

Comentários

Repórter Correio 12/06/2021

Covid no Pará O Pará registrava até esta sexta-feira (11) um total de 533.496 casos de covid-19 e 14.946 mortes…

Repórter Correio 10/06/2021

Partage expandindo Proprietário dos shoppings de Marabá e de Parauapebas, o grupo Partage segue com apetite no mercado e, em…

Repórter Correio 08/06/2021

Movimentou Marabá Milhares de candidatos a uma vaga de praça da Polícia Militar do Pará passaram por Marabá no final…

Repórter Correio 07/06/2021

Colapso de reservatórios Em uma dura nota técnica, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê que os reservatórios de…

Repórter Correio

Colapso de reservatórios Em uma dura nota técnica, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) prevê que os reservatórios de…

Repórter Correio

Falha em Belo Monte Pouca gente ficou sabendo mas a última semana terminou com uma ocorrência grave e que preocupou…