Correio de Carajás

Repórter Correio 04/12/2018

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Chikungunya e zika continuam perigos bem presentes na vida do paraense, razão pela qual não se deve relaxar nos cuidados contra o Aedes aegypti. Até o momento, em 2018, foram contabilizados 1.502 casos de dengue, 5.225 de febre chikungunya e 45 confirmados de zika. Para as três doenças, não houve registro de mortes este ano. Por outro lado, no mesmo período de 2017, foram registrados 4.998 casos de dengue, 7.109 casos de chikungunya – incluindo sete óbitos – e 334 de zika.

Aedes no Pará II

Entre as maiores ocorrências de dengue em 2018, Parauapebas lidera com 185 casos, em lista que tem outros municípios aqui do sul e sudeste do Estado, como Novo Repartimento (89), Conceição do Araguaia (81) e Redenção (69). Já para chikungunya as maiores incidências são: Belém (2.900), Marituba (1.107) Ananindeua (482), Tailândia (95), Castanhal (90), Paragominas (74), Benevides (40) e Barcarena (37). Para zika a nossa região de novo entre os 10 municípios que têm muitos casos, com Conceição do Araguaia (5), Jacundá e Rio Maria (1).

Leia mais:

Gene da Carne

O Brasil deu um passo pioneiro no estudo de genética na pecuária. Pesquisadores da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), de Piracicaba (SP), e da Embrapa Pecuária Sudeste, de São Carlos (SP), descobriram os genes que controlam a maciez, teor de gordura saudável, suculência, entre outras características da carne bovina.

Gene da Carne II

A experiência foi feita com produtos de 30 touros nelore. O trabalho será expandido para uma população maior de animais desta raça zebuína e também para outras que produzem carne. A nelore é, de longe, a predominante no rebanho brasileiro, hoje com 210 milhões de animais.

Universidade

“Desenvolvimento na infância e na adolescência em foco”. Este será o tema do evento I Café Científico do Curso de Pedagogia da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Para (Unifesspa). Segundo os organizadores, o evento tem como objetivo discutir os fundamentos epistemológicos da prática docente e sua relação com os processos de construção do conhecimento em sala de aula.

Banco de Canaã

Sobre o ataque com explosivos a sua agência em Canaã dos Carajás na madrugada de ontem, dia 3, o Sicredi enviou nota à imprensa em que diz confiar na investigação promovida pelas autoridades. Também diz que não tem dimensão dos prejuízos e valor roubado, aos mesmo tempo que anuncia que o banco vai permanecer fechado por prazo indeterminado, para reparos nas instalações.

Banco

O Sicredi sugere, ainda, que os correntistas utilizem os serviços, no período, via APP e site da instituição, ou recorram às agências de Parauapebas, nos bairros Cidade Nova e Cidade Jardim. “A instituição financeira cooperativa reforça que investe continuamente em segurança com o objetivo de proteger as pessoas, o patrimônio e para atender às necessidades dos seus associados e da comunidade onde atua”, encerra o informe da assessoria.

Comentários

Repórter Correio

Chuva, ventania e caos Moradores do Bairro Novo Horizonte entraram em contato com o Jornal Correio para falar sobre o…

REPÓRTER CORREIO

Abarrotados de vacina Na região sudeste do Pará, apenas Marabá e Parauapebas estão conseguindo dar vazão às vacinas contra covid-19.…

REPÓRTER CORREIO

PASSEIO CICLÍSTICO Este sábado, 11, amanheceu com centenas de ciclistas ocupando a rodovia BR-230, a Transamazônica, no trecho que vai…

REPÓRTER CORREIO

Inteligência artificial O Serviço de Videomonitoramento tem sido vital para identificação de crimes e ajudar no combate à criminalidade no…

REPÓRTER CORREIO

Nova frota de ônibus O secretário de Segurança Institucional de Marabá, Jair Guimarães, confirmou a chegada de oito novos ônibus…

REPÓRTER CORREIO

Licença prévia Com a realização da obra da Ferrovia do Pará, alguns municípios do interior deverão receber terminais multimodais para…