Correio de Carajás

Repórter Correio 01/08/2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Infraestrutura

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse que uma revolução ferroviária está em curso no Brasil. O ministro participou no início da noite de uma transmissão ao vivo nas redes sociais com o presidente Jair Bolsonaro e falou sobre o trabalho da pasta para aumentar o número de ferrovias em todo o país. Ele comemorou a decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) vai permitir, pela primeira vez, a implantação do modelo de investimento cruzado, no qual trechos de ferrovias serão construídos pela iniciativa privada, sem custos para o governo.

Infraestrutura II

Leia mais:

Ele está se referindo à Vale, que fará isso em troca da a renovação antecipada dos contratos de concessão de estradas de ferro operadas por ela. A notícia foi esta semana, mas não foi digerida ainda pelo Estado do Pará, que não teve nada de concreto amarrado como contrapartida. Há o interesse aqui, por exemplo, da ferrovia paraense. Entre as obras previstas estão as ferrovias do trecho entre Cariacica-Anchieta, no Espírito Santo, a ferrovia de integração do Centro-Oeste, que vai ligar o Vale do Araguaia, no Mato Grosso, à Ferrovia Norte-Sul, permitindo o escoamento de 10 a 15 toneladas de grãos.

Norte-Sul

Durante a transmissão, o ministro da Infraestrutura também disse que a previsão da pasta é construir mais 4 mil quilômetros de ferrovias pelo país, chegando a 32 mil quilômetros finalizados. Entre as obras citadas pelo ministro está o trecho da Ferrovia Norte-Sul, que vai ligar o Porto de Itaqui (MA) ao Porto de Santos e terá R$ 2,8 bilhões de investimento.

Gasolina subindo

E o combustível, tão rápido quanto baixou de preço durante a pandemia, vai escalando valores a cada dia em Marabá. A gasolina comum estava em R$ 4 ou menos até junho, mas agora começou a subir todas as semanas e já está entre R$ 4,30 e R$ 4,42 na maioria dos postos. Os mais baratos estão comercializando a R$ 4,17.

De outro lado

Então vamos à notícia boa que já queremos ver ter efeito imediato nos postos: a Petrobras anunciou que a gasolina está com uma redução de 4% desde ontem (31/7), nas distribuidoras. De acordo com a companhia, “com a redução de 4% (ou R$ -0,07 por litro), o preço médio da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passou a ser de R$ 1,65 por litro”. No acumulado do ano, a redução do preço é de 13,8%.

Demais combustíveis

A companhia informou, também, que o preço do diesel (S10 e S500) não sofrerá alteração no preço nas distribuidoras. O diesel, no acumulado do ano, teve uma redução do preço de 21,5%. O último reajuste da Petrobras ocorreu no dia 17 de julho, quando a empresa aumentou em 6%, na média, o preço do litro do diesel e da gasolina em 4%. Os preços são referentes ao valor vendido para as distribuidoras a partir das refinarias. O valor final ao motorista depende do mercado, já que cada posto tem sua própria política de preços.

Reajustes

Desde o início do ano, a gasolina já teve 23 reajustes, sendo que 10 foram aumentos e 13 deles, reduções nos preços para as distribuidoras. No caso do diesel, foram 17 reajustes, sem que seis deles aumentos de preço e 11 deles redução no preço nas distribuidoras.

Pré-candidatura

Em Marabá, acontece na manhã de hoje evento de lançamento da sua pré-candidatura a prefeito do médico Manoel Veloso. Será durante encontro regional do seu partido, o PSL, que tem início às 7h30, no Inácios Hotel, na Nova Marabá. Ao longo da manhã, os pré-candidatos a vereador pela legenda vão ter palestras de legislação eleitoral e marketing, além de um almoço de confraternização. Com a presença confirmada do vice-presidente nacional do PSL, Júnior Bozzella, de São Paulo, o partido também promoverá, hoje, a partir das 14 horas, o lançamento de todas as pré-candidaturas a prefeito e vereador do sul e sudeste do Pará.

Covid em Marabá

Após vários dias sem vagas de UTI em Marabá, ontem a situação passou a dar mostras de esperança: era de…

Repórter Correio

Covid no Pará Até esta sexta-feira, dia 7, de acordo com a Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa), eram…

Covid em Marabá

Covid em Marabá Os leitos de UTI seguem com 100% de ocupação em Marabá, ou seja, 50 em 50 existentes.…

Repórter Correio

Enchente Embora lentamente, o nível do Rio Tocantins voltou a apresentar baixa e ontem estava em 8,34 metros acima do…

Repórter Correio

Covid no Pará O balanço da Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa) divulgado nesta sexta-feira (30/4), sobre a covid-19…

Repórter Correio

Alok no Pará Tido como o DJ mais importante, conhecido e requisitado do mundo, o brasileiro Alok está no Pará.…