Andrey Rocha e Samir Chamon assinam contrato junto a representante do sócio canadense: investimento
Ads

Acabam de ser assinados os contratos de execução que marcam o início das operações de mais uma mina de exploração e beneficiamento de cobre na região de Carajás. Trata-se da Celesta Mineração S/A, empresa que nasceu da parceria entre a North Group e a Tessarema Resources. Outro motivo de orgulho é o fato de que os dois líderes do projeto são filhos de Marabá, os empresários Samir Azevedo Chamon e Andrey Dimitry Rocha, já sócios em outros empreendimentos minerários.

Ads

Samir e Andrey são representados pela North Group, enquanto o parceiro internacional é a canadense Tessarema. Os dois já têm grande experiência no setor mineral, com empreendimentos de exploração de minério de cobre, ouro e ferro há alguns anos.

Este novo projeto já está 100% legalizado, contando com autorização de lavra e as licenças ambientais exigidas pelos órgãos governamentais. A fase agora é para início das operações.

O projeto prevê, no auge desta primeira fase, o beneficiamento de 1000 toneladas de cobre por dia para exportação. Além disso, serão 300 empregos diretos e as contratações começam no dia 10 de agosto. A área fica a 7 km da entrada da cidade de Curionópolis, no sentido de quem trafega para Parauapebas.

“Nós estamos muito animados com este novo momento, com mais um projeto, desta vez na exploração de cobre, produzindo nesta região, com empregos aqui e repercussão na economia do Estado do Pará. Para nós, marabaenses, paraenses, é um orgulho termos nossos investimentos aqui. Vamos em frente”, disse o empresário Samir Chamon, ao comemorar o empreendimento. (Da Redação)

Ads