Correio de Carajás

Recém-nascida de apenas dois dias é jogada em cesto de lixo

Recém-nascida de apenas dois dias é jogada em cesto de lixo
"A criança foi abandonada neste cesto de lixo, no Bairro Guanabara, em Parauapebas"
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Uma recém-nascida com dois de vida foi encontrada hoje, quarta-feira (18), dentro de um cesto de lixo na Rua Claudio Coutinho, Bairro Guanabara, em Parauapebas. Uma pessoa passava pelo local e ouviu o choro da criança, acionando em seguida as forças policiais. A bebê foi encaminhada ao Hospital Geral, onde recebeu atendimento.

Em pouco tempo, a Polícia Civil conseguiu chegar à mãe da menina, de 25 anos, que está neste momento sendo ouvida na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil. O diretor, delegado Gabriel Henrique Alves, informou que ela não será autuada em flagrante porque deve ser submetida a exame clínico que possa detectar se agiu influenciada pelo estado puerperal. 

Trata-se de uma alteração psíquica impulsionada pelo parto, capaz de mover a mulher a matar o próprio filho logo após dar à luz. O Artigo 123 do Código Penal prevê pena de detenção de dois a seis anos para o crime nestas condições. Por este motivo, deverá ser instaurado um inquérito por portaria pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), conforme informou o delegado.

Leia mais:

Segundo Gabriel Henrique, assim que a Polícia Civil foi informada do ocorrido, a equipe passou a realizar diligências em hospitais, onde solicitou os cadastros de pessoas que tiveram filhos nos últimos 10 dias. “Passamos a procurar o endereço dela porque o informado no cadastro oficial era falso. Tivemos de três a quatro endereços cotados e logramos êxito já no segundo”, relatou.

Ainda de acordo com ele, a mulher foi encontrada deitada na cama. “Perguntei sobre o bebê e ela já foi dizendo que não tinha bebe nenhum, que não tinha dado à luz. Conduzi ela para a delegacia e durante o trajeto ela se arrependeu e confessou que é sozinha, não sabe quem é o pai da criança e por essas razões abandonou a criança no cesto de lixo, a fim de que outra família criasse a criança”, relatou.

O delegado acrescentou que a mulher informou desconhecer que poderia pedir ajuda ao Conselho Tutelar, Assistência Social ou Poder Judiciário caso tivesse interesse em disponibilizar a filha para adoção. “A gente percebe que precisa ser feita uma avaliação médica e quem constata o estado puerperal é o profissional da área da Medicina”, sintetizou.

A criança, finalizou, será encaminhada a um abrigo e deverá passar para a fila de adoção. O Correio de Carajás aguarda informações sobre o estado de saúde da recém-nascida, solicitadas à assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde. (Luciana Marschall – com informações de Ronaldo Modesto)

Comentários

Mais

Homem é morto na frente do sobrinho de 6 anos

Homem é morto na frente do sobrinho de 6 anos

Uma criança de seis anos de idade testemunhou a execução sumária do tio, de 21 anos, conhecido como Wemerson Pablo…
Colisão entre caminhonete e moto estraçalha motociclista

Colisão entre caminhonete e moto estraçalha motociclista

Um acidente terrível se registrou por volta das 16h de ontem na PA-160, município de Canaã de Carajás: uma caminhonete…
Fasepa investigará morte de adolescente no CIAM

Fasepa investigará morte de adolescente no CIAM

A Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) enviou nota para o CORREIO, no final da manhã de ontem (24),…
Ladrão furta equipamento avaliado em R$ 10 mil

Ladrão furta equipamento avaliado em R$ 10 mil

Um furto a uma reforma em residência particular do bairro Betânia, em Parauapebas, a prisão de João Francisco Silva Soeiro…
Mais de 14 mil pessoas são presas em Operação Maria da Penha

Mais de 14 mil pessoas são presas em Operação Maria da Penha

O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) divulgou hoje (24) números da Operação Maria da Penha, lançada em agosto com o…
Menor foi morto por colega de cela com lâmina de barbear

Menor foi morto por colega de cela com lâmina de barbear

Está identificado como Eduardo Ferreira Lima, de apenas 14 anos de idade, o adolescente assassinado dentro do Centro de Internação…