Correio de Carajás

Rastreador ajuda a achar taxista que estava sumido

Primeiro o taxi dirigido por Josué foi encontrado, logo depois ele foi achado por outro colega

AMARRADO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Assaltado por um falso passageiro, ele foi amarrado em uma árvore. Como o veículo era rastreado, foi encontrado rapidamente e logo depois o taxista

Teve final feliz a história do desaparecimento do taxista Josué Souza Madeiro, de 34 anos. Vítima de assalto, ele desapareceu na noite de sexta-feira (16) e foi encontrado por volta do meio-dia de sábado (17), amarrado a uma árvore, perto da estrada do Rio Preto. Josué foi levado ao hospital e passa bem, para alívio de seus familiares, que, preocupados, anunciaram seu desaparecimento nas redes sociais.

De acordo com o relato feito pela Polícia Civil, a equipe do plantão de Marabá tomou conhecimento do desaparecimento do nacional Josué Madeiro no final da manhã de sábado, quando Geane Costa, proprietária do táxi em que o rapaz trabalha relatou que Josué estava trabalhando no referido veículo na sexta-feira, mas não retornou do serviço.

Ela disse no Boletim de Ocorrência Policial que o veículo tinha rastreador e que foi encontrado abandonado na vicinal Tibiriçá, região da Estrada do Rio Preto, por volta das 11h daquela manhã. Logo em seguida, a Polícia Judiciária foi informada de que um dos colegas de trabalho encontrou Josué Madeiro amarrado em uma árvore e que havia sido levado para o Hospital Municipal de Marabá (HMM).

Leia mais:
Josué Macedo foi assaltado e amarrado em uma árvore, na Estrado do Rio Preto

Diante dessa informação, a equipe do plantão policial se deslocou até a unidade de saúde e conversou com a vítima, que após atendimento irá prestar depoimento formal. Os policiais constaram que Josué Madeiro não possui ferimentos e narrou que na sexta-feira estava de serviço no instante em que uma pessoa se passou por passageiro e anunciou o assalto.

O bandido roubou alguns pertences do taxista (dinheiro e celular) e depois o amarrou em uma árvore por volta das 19h até próximo de meio dia de sábado, quando foi localizado por um colega taxista da cooperativa, que estava a sua procura junto com outros profissionais amigos dele. (Chagas Filho)

Comentários

Mais

Procurado pela Justiça do Maranhão, acusado de estupro é preso em Marabá

Procurado pela Justiça do Maranhão, acusado de estupro é preso em Marabá

  Acusado pelo crime de estupro de vulnerável, Cláudio Costa de Morais, 39 anos, foi preso na tarde desta terça-feira,…
PF apreende mais de 8 mil litros de combustível que abasteceria garimpo

PF apreende mais de 8 mil litros de combustível que abasteceria garimpo

A Polícia Federal de Redenção, no sul do Pará, apreendeu na tarde desta terça (3) um caminhão carregado com cerca…
Homem é detido por funcionários após tentar furtar sucata de empresa

Homem é detido por funcionários após tentar furtar sucata de empresa

Com uma caixa carregada de sucata em cima de uma motocicleta e um facão, um homem foi detido por funcionários…
Táxi clandestino é detido na Feira do Produtor de Parauapebas

Táxi clandestino é detido na Feira do Produtor de Parauapebas

Um táxi “lotação”, sem regulação para circular como meio de transporte coletivo, foi autuado pelo Departamento Municipal de Trânsito e…
Após batida, condutor fujão é autuado por embriaguez ao volante

Após batida, condutor fujão é autuado por embriaguez ao volante

Após colidir com um veículo na Folha 32, Nova Marabá, Dejaci Esteves de Barros tentou fugir do local, mas foi…
Sefa e Receita Federal apreendem duas carretas com mercadorias irregulares em Santarém

Sefa e Receita Federal apreendem duas carretas com mercadorias irregulares em Santarém

Duas carretas com mercadoria importada e centenas de peças de veículos e produtos de higiene foram apreendidas nesta terça-feira (3)…