Correio de Carajás

Quatro tentariam realizar sequestro em Marabá

A Polícia Civil de Marabá prendeu três homens e uma mulher na madrugada de hoje, segunda-feira (3), após impedir a ocorrência de um crime de “sapatinho”. Os quatro foram abordados em um veículo em frente ao Terminal Rodoviário Miguel Pernambuco, no Quilômetro Seis. De acordo com a investigação, Josimar da Costa Costa, Cleidiane Cordeiro da Silva, Gimiclei Silva Souza, conhecido como “Binga”, e José Morais da Silva Filho pretendiam sequestrar o funcionário de uma agência bancária da cidade.

Os quatro foram flagrados em posse de três armas de fogo e um simulacro. Um revólver estava na cintura da mulher. A delegada Simone Felinto, diretora da 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, informou ao Correio de Carajás que as prisões aconteceram por volta das 3 horas, após o bando desistir do sequestro. Conforme ela, uma denúncia anônima levou a informação à Polícia Civil que passou a fazer rondas em torno da casa da vítima.

Ao perceber a movimentação policial, a quadrilha tentou fugir, mas foi alcançada. Os quatro – que segundo as informações iniciais são da cidade – foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Gimiclei foi autuado, ainda, por uso de documentação falsa por estar portando um documento de identificação do irmão, já morto. Ele foi absolvido em 2002 de uma acusação por roubo. Josimar também já foi indiciado pelo mesmo crime, em 2010.

Leia mais:

Os homens deverão ser transferidos ainda hoje para o Centro de Triagem Masculino de Marabá e a mulher para o Centro de Recuperação Feminino de Marabá (CRFM). A ação foi realizada pela Seccional, com apoio da Superintendência Regional do Sudeste do Pará. Além das armas, foram apreendidos celulares, luvas, seringas e lacres que estavam em posse dos envolvidos. (Luciana Marschall)

 

 

A Polícia Civil de Marabá prendeu três homens e uma mulher na madrugada de hoje, segunda-feira (3), após impedir a ocorrência de um crime de “sapatinho”. Os quatro foram abordados em um veículo em frente ao Terminal Rodoviário Miguel Pernambuco, no Quilômetro Seis. De acordo com a investigação, Josimar da Costa Costa, Cleidiane Cordeiro da Silva, Gimiclei Silva Souza, conhecido como “Binga”, e José Morais da Silva Filho pretendiam sequestrar o funcionário de uma agência bancária da cidade.

Os quatro foram flagrados em posse de três armas de fogo e um simulacro. Um revólver estava na cintura da mulher. A delegada Simone Felinto, diretora da 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil, informou ao Correio de Carajás que as prisões aconteceram por volta das 3 horas, após o bando desistir do sequestro. Conforme ela, uma denúncia anônima levou a informação à Polícia Civil que passou a fazer rondas em torno da casa da vítima.

Ao perceber a movimentação policial, a quadrilha tentou fugir, mas foi alcançada. Os quatro – que segundo as informações iniciais são da cidade – foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Gimiclei foi autuado, ainda, por uso de documentação falsa por estar portando um documento de identificação do irmão, já morto. Ele foi absolvido em 2002 de uma acusação por roubo. Josimar também já foi indiciado pelo mesmo crime, em 2010.

Os homens deverão ser transferidos ainda hoje para o Centro de Triagem Masculino de Marabá e a mulher para o Centro de Recuperação Feminino de Marabá (CRFM). A ação foi realizada pela Seccional, com apoio da Superintendência Regional do Sudeste do Pará. Além das armas, foram apreendidos celulares, luvas, seringas e lacres que estavam em posse dos envolvidos. (Luciana Marschall)

 

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.