Correio de Carajás

Quase 260 toneladas de manganês são apreendidas em Marabá

Carga de manganês em três carretas articuladas foi apreendida no Pará — Foto: PRF/Reprodução

APREENSÃO

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Licenças ambientais não foram apresentadas pelos motoristas, segundo a PRF. Em outra abordagem, carga de madeira também foi apreendidas por irregularidades.

Ao menos 259 toneladas de minério do tipo manganês transportadas de forma ilegal foram apreendidos em Marabá, no sudeste do Pará. A apreensão ocorreu na quinta-feira (23) e foi divulgada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta segunda-feira (27).

As licenças ambientais dos materiais não foram apresentadas e os motoristas de três carretas, onde estavam as cargas de minério, foram levados à Polícia Federal. O g1 procurou a PF para saber se eles ficaram presos e também se foi constatado de onde o material foi retirado e aguardava retorno até a publicação desta reportagem.

O flagrante ocorreu na BR-155 durante uma fiscalização de rotina realizada para coibir ações ilegais envolvendo minério e madeira na região. As três carretas eram biarticuladas e tinham como destino o porto de Barcarena, na região nordeste do Pará.

Segundo a PRF, os caminhoneiros disseram na abordagem que não sabiam da exigência de licenças ambientais para transporte da carga.

Eles foram autuados, inicialmente, por “crime de Usurpação de Bens da União”, ainda conforme a PRF. Se for constatado o crime, a pena pode ser de até cinco anos.

Apreensão de madeira

 

Em outra ação de fiscalização, na sexta-feira (24) e também divulgada nesta segunda-feira (27), um caminhão foi flagrado com uma carga de madeira também transportada de madeira ilegal. Segundo a PRF, a carga era de tábuas de Mandioqueira flagradas em um caminhão na BR-316, em Castanhal.

PRF apreendeu madeira sendo transportada de forma ilegal na BR-316, em Castanhal/PA — Foto: PRF/Reprodução
PRF apreendeu madeira sendo transportada de forma ilegal na BR-316, em Castanhal/PA — Foto: PRF/Reprodução

O caminhoneiro não apresentou os devidos documentos, como guia florestal, e a nota apresentada tinha sinais de adulteração.

Diante dos fatos, foram apreendidos pela equipe da PRF, o caminhão modelo Mercedes Benz que fazia o transporte da madeira bem como sua carga sem origem. A equipe também apreendeu a nota fiscal apresentada pelo condutor, que possuía indícios de adulteração, para a continuidade das investigações e para a realização dos procedimentos cabíveis.

(Fonte:G1)

Comentários

Mais

Cerca de 89m³ de toras de madeira transportadas ilegalmente são apreendidos

Cerca de 89m³ de toras de madeira transportadas ilegalmente são apreendidos

Duas cargas de madeira transportadas de maneira ilegal foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Pará. Uma delas tinha…
Dupla em moto executa homem em Serra Pelada

Dupla em moto executa homem em Serra Pelada

Um homicídio foi registrado na Rua São Francisco, em Serra Pelada, município de Curionópolis, nesta segunda-feira (18). A vítima foi…
Câmera registra furto de bicicleta avaliada em R$ 16 mil

Câmera registra furto de bicicleta avaliada em R$ 16 mil

Câmera de segurança privada registrou um furto em concessionária da Avenida Liberdade, próximo ao Bairro da Paz, em Parauapebas, na…
Garçom serve facada em estabelecimento e cliente é hospitalizado

Garçom serve facada em estabelecimento e cliente é hospitalizado

No final de semana, a Polícia Militar atendeu ocorrência em um estabelecimento onde funciona uma boate de shows, localizado na…
Final de semana com dois casos de violência doméstica

Final de semana com dois casos de violência doméstica

Nesse final de semana de Círio, que deveria ser de fé e prosperidade ao próximo, a Polícia Civil em Marabá…
Equatorial dá dicas para evitar assaltos em falsos atendimentos

Equatorial dá dicas para evitar assaltos em falsos atendimentos

A concessionária de energia elétrica Equatorial se pronunciou após uma tentativa de assalto ser registrada na última quinta-feira (14), no…