Correio de Carajás

Primeiro Circuito Gastronômico de Marabá traz o Festival do Tucunaré

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Primeiro Circuito Gastronômico de Marabá, que teve início no último dia 1º, segue até o próximo dia 30 e traz o Tucunaré como elemento central desta primeira edição, apresenta atividades diversas. O festival conta com a participação de mais de doze restaurantes da cidade de Marabá. O circuito já realizou oficinas, capacitação e envolvimento de artistas, cozinheiros, empresários e órgãos ligados ao turismo e empresariado local.

A Oficina Culinária Amazônica – com a presença da chefe Jussara Lunas – teve participação de chefes de cozinha local que foram conferir de perto algumas dicas e orientações relacionadas ao mundo da gastronomia, mais especificamente em relação ao manuseio do peixe e derivados.

Na oportunidade, o presidente do SINDHOTEL, Dauro Remor, deu as boas-vindas a todos os participantes e reforçou a importância do valor agregado no processo de qualificação da gastronomia regional, apontando que este é o primeiro circuito na cidade e que a intenção é expandir a ideia. O Tucunaré é o símbolo da riqueza natural da região, reforçou Remor em sua fala. O evento é realizado pelo SINDHOTEL, com o SEBRAE E a SEMTUR.

Leia mais:

Outros temas, como a prática da composição, os ingredientes para a preparação de novos pratos e pontos críticos de controle de qualidade, também foram abordados no curso oferecido. Uma parceria com o SEBRAE de Marabá, ACIM, SENAC, SINDICOM, Secretaria Municipal de Turismo, Governo do Estado do Pará e Conselho Municipal de Turismo de Marabá.

Se delicie na rota dos restaurantes que foi construída dentro do circuito. No endereço eletrônico do Facebook – que você encontra aqui – foi criado um evento com todas as informações e uma espécie de diário de bordo com fotos e informações do festival gastronômico. Por lá, você pode saber quais os restaurantes que estão participando, qual a especialidade de cada um e as avaliações dos clientes. Participe, leve a sua família e amigos para almoçar ou jantar. Valorizando assim a comida paraense. 

Uma ação com os artesãos, artistas e projetos sociais foi integrada ao circuito do Tucunaré. O projeto CEACA da SEASP, juntamente com os participantes da ação, confeccionaram em madeira reaproveitada mini peixes da espécie, pintados pelos artesãos da ‘Mãos e Artes’. Os objetos serão utilizados como adornos de mesa dos restaurantes presentes do Circuito do Festival do Tucunaré.  

Confira os restaurantes que participam do circuito: Bambu, Domani, Ilha Verde, Villa Itacaiúnas, Hotel Del Príncipe, Em Casa Buffet, Vô Bertina Pizzaria, Tauari, Flutuante Skala, Maverick 73, Cia Paulista de Pizza e Tertúlia Churrascaria.

Te vejo no próximo encontro!  

 

Fotos divulgação do fanpage do festival / circuito gastronômico

O Primeiro Circuito Gastronômico de Marabá, que teve início no último dia 1º, segue até o próximo dia 30 e traz o Tucunaré como elemento central desta primeira edição, apresenta atividades diversas. O festival conta com a participação de mais de doze restaurantes da cidade de Marabá. O circuito já realizou oficinas, capacitação e envolvimento de artistas, cozinheiros, empresários e órgãos ligados ao turismo e empresariado local.

A Oficina Culinária Amazônica – com a presença da chefe Jussara Lunas – teve participação de chefes de cozinha local que foram conferir de perto algumas dicas e orientações relacionadas ao mundo da gastronomia, mais especificamente em relação ao manuseio do peixe e derivados.

Na oportunidade, o presidente do SINDHOTEL, Dauro Remor, deu as boas-vindas a todos os participantes e reforçou a importância do valor agregado no processo de qualificação da gastronomia regional, apontando que este é o primeiro circuito na cidade e que a intenção é expandir a ideia. O Tucunaré é o símbolo da riqueza natural da região, reforçou Remor em sua fala. O evento é realizado pelo SINDHOTEL, com o SEBRAE E a SEMTUR.

Outros temas, como a prática da composição, os ingredientes para a preparação de novos pratos e pontos críticos de controle de qualidade, também foram abordados no curso oferecido. Uma parceria com o SEBRAE de Marabá, ACIM, SENAC, SINDICOM, Secretaria Municipal de Turismo, Governo do Estado do Pará e Conselho Municipal de Turismo de Marabá.

Se delicie na rota dos restaurantes que foi construída dentro do circuito. No endereço eletrônico do Facebook – que você encontra aqui – foi criado um evento com todas as informações e uma espécie de diário de bordo com fotos e informações do festival gastronômico. Por lá, você pode saber quais os restaurantes que estão participando, qual a especialidade de cada um e as avaliações dos clientes. Participe, leve a sua família e amigos para almoçar ou jantar. Valorizando assim a comida paraense. 

Uma ação com os artesãos, artistas e projetos sociais foi integrada ao circuito do Tucunaré. O projeto CEACA da SEASP, juntamente com os participantes da ação, confeccionaram em madeira reaproveitada mini peixes da espécie, pintados pelos artesãos da ‘Mãos e Artes’. Os objetos serão utilizados como adornos de mesa dos restaurantes presentes do Circuito do Festival do Tucunaré.  

Confira os restaurantes que participam do circuito: Bambu, Domani, Ilha Verde, Villa Itacaiúnas, Hotel Del Príncipe, Em Casa Buffet, Vô Bertina Pizzaria, Tauari, Flutuante Skala, Maverick 73, Cia Paulista de Pizza e Tertúlia Churrascaria.

Te vejo no próximo encontro!  

 

Fotos divulgação do fanpage do festival / circuito gastronômico

Comentários

Mais

Crônica de ninar para um Levi recém-chegado

Crônica de ninar para um Levi recém-chegado

Levi, o primogênito de Jéssika (com K mesmo) e Felipe Lincoln acaba de chegar ao mundo. A um mundo muito…

Síndrome do Desgaste Profissional

O termo, Síndrome do Desgaste Profissional ou Síndrome de Burnout, foi criado pelo psiquiatra inglês Herbert Freundenberg no ano 1974,…
CRÔNICA OURIÇO CHEIO

CRÔNICA OURIÇO CHEIO

Quando a vida no seu curso quase que natural me convocou à definição de que rumo profissional seguir, fiz falar…
Coluna Carlos Mendes

Coluna Carlos Mendes

Contas em Portugal O ex-secretário da Sefa, Nilo Noronha,que atuou no governo de Simão Jatene, lavrou uma procuração ao advogado…
Coluna Carlos Mendes

Coluna Carlos Mendes

Fonte e crime O sigilo da fonte na atividade jornalística sempre foi e será – menos nas ditaduras de esquerda…
Bilhões para quem?

Bilhões para quem?

Bilhões para quem? Os municípios de Parauapebas e Canaã dos Carajás não cansam de quebrar seus próprios recordes em matéria…