Correio de Carajás

Prefeitura esclarece reclamações sobre kits de alimentação escolar

Os kits foram entregues em seis escolas durante essa semana / Foto: Zeus Bandeira
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Os kits de alimentação para alunos da rede pública de educação começaram a ser distribuídos em Marabá desde o início dessa semana. A distribuição está autorizada pela lei nº 13.987 de 7 de abril de 2020, excepcionalmente, por conta da suspensão das aulas em razão da situação de emergência e calamidade pública, causada pela pandemia do coronavírus.

Os gêneros alimentícios distribuídos são adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e estão sendo entregues aos pais ou responsáveis dos estudantes das escolas públicas.

Na quarta-feira (3), a Reportagem da TV Correio de Marabá acompanhou as queixas de algumas famílias do Bairro Bom Planalto, que não estariam conseguindo receber esses kits. Segundo o que foi apurado com as mães, nenhuma informação foi repassada pelas escolas municipais, tendo apenas um papel colado no portão da escola, orientando que as famílias aguardem a divulgação dos cronogramas.

Leia mais:

Na manhã desta sexta-feira (5), a Reportagem do Portal Correio foi até a Escola Municipal de Ensino Fundamental José Flávio Alves de Lima, no Bairro Araguaia, onde a realidade é bem diferente do que foi registrado no Núcleo Cidade Nova. Por lá, a distribuição dos kits de alimentação está sendo feita desde quarta-feira (3).

Segundo o diretor da escola, Antônio Wagner, mais de 800 kits foram enviados pela Secretaria Municipal de Educação (Semed) para distribuição aos país e responsáveis dos alunos.

“Estamos seguindo um cronograma que deve se estender até a próxima semana, respeitando as medidas de distanciamento e evitando aglomerações. Entregamos os kits conforme o ano de cada turma. Iniciamos a entrega para os alunos do 1º Ano na quarta-feira, e assim vem sendo feito, em ordem crescente”, explica o diretor.

O kit é composto por 1kg de arroz, 1kg de açúcar cristal, extrato de tomate 350g, um pacote de peito de frango, leite em pó 200g, um pacote de macarrão 500g, e um pacote de milho para canjica 500g.

O diretor reforça que esse kit não é uma cesta básica, e sim um reforço para a alimentação dos alunos que estão em casa, enquanto as aulas permanecem suspensas por tempo indeterminado.

Elba Carvalho é mãe de um aluno do 5º Ano e compareceu à escola para receber o kit. “Fiquei sabendo através de um comunicado da escola sobre a entrega, e hoje vim aqui para receber. Eu acho que apesar de não ser uma cesta básica completa, já ajuda bastante”, constata Elba.

Elba Carvalho diz que apesar de não ser uma grande cesta básica, o kit já ajuda muito / Foto: Zeus Bandeira

PREFEITURA ESCLARECE

A Reportagem do Portal Correio entrou em contato com a Assessoria de Comunicação (Ascom) da Prefeitura de Marabá para saber o motivo de as outras escolas não estarem recebendo os kits. Em nota, foi informado que os kits estão sendo distribuídos para cada escola em um cronograma montado pela Semed, e as escolas do Núcleo Cidade Nova estão previstas para receber os alimentos a partir do próximo dia 15 de junho.

Ainda segundo a Ascom, após a entrega, a direção de cada escola fica responsável por montar o seu cronograma de forma independente para distribuição dos alimentos.

O Portal Correio entrou em contato também com Augusto Alves Filho, coordenador do Departamento de Merenda Escolar da SEMED, que informou que na semana que passou, além da Escola José Flavio Alves de Lima, outras seis também receberam os kits e já estão distribuindo. São elas: Escola Francisca De Oliveira Lima, José Cursino de Azevedo, Rio Tocantins, Silvino Santis, Pedro Cavalcante e Salomé Carvalho.

Ainda segundo Augusto, em algumas dessas escolas ficou faltando a entrega dos pacotes de peito de frango, que devem ser incluídos na próxima semana. (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Exposição excessiva de crianças em redes sociais pode causar danos

Exposição excessiva de crianças em redes sociais pode causar danos

A menina Alice, de 5 anos, ama tirar fotos e vídeos. Ela tem um perfil na rede social Instagram administrado…
Pará recebe mais 157.950 mil doses de vacina contra a Covid-19 neste sábado (25)

Pará recebe mais 157.950 mil doses de vacina contra a Covid-19 neste sábado (25)

O Pará recebeu, na madrugada deste sábado (25), a 89ª remessa de vacinas contra a Covid-19 com 157.950 doses da…
Carne e leite: Pará adere ao Sistema Brasileiro de Inspeção

Carne e leite: Pará adere ao Sistema Brasileiro de Inspeção

Nesta sexta-feira (24), o governador do estado, Helder Barbalho, entregou o Certificado de Adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção de…
Marido denuncia que esposa teve útero e intestino perfurados no HMI

Marido denuncia que esposa teve útero e intestino perfurados no HMI

Nada menos que 18 entidades civis, a maioria de defesa da mulher e combate a violências, assinaram uma nota denunciando…
Pará registra 589.962 casos e 16.635 mortes pela Covid-19

Pará registra 589.962 casos e 16.635 mortes pela Covid-19

O Pará contabilizou mais 334 casos de Covid-19 e 5 mortes causada pela doença. Segundo o boletim divulgado pela Secretaria…
Caixa lança nova versão do aplicativo Bolsa Família

Caixa lança nova versão do aplicativo Bolsa Família

Os beneficiários do Bolsa Família têm à disposição a nova versão do aplicativo do programa. A principal mudança consiste no…