Correio de Carajás

Prefeitura de Parauapebas lança “Barômetro da Sustentabilidade”

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Aconteceu hoje (5), pela manhã, o lançamento do “Barômetro da Sustentabilidade” pela Prefeitura de Parauapebas, através da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (Seplan). O “Barômetro da Sustentabilidade” é uma metodologia de pesquisa, planejamento e monitoramento de 27 indicadores socioeconômicos que possibilitarão conhecer a realidade social e ambiental do município e seu nível de sustentabilidade.

É um projeto criado pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), cujo objetivo é fornecer informações que sirvam de base para o planejamento de políticas públicas econômicas, sociais e ambientais em 143 municípios paraenses.

O lançamento do Barômetro foi no auditório da Prefeitura pelo diretor de Estudos de Pesquisas Ambientais da Fapespa, o geólogo Iloé de Azevedo, que em seguida proferiu uma rápida palestra e também explicou e tirou dúvidas das pessoas presentes sobre a metodologia da pesquisa. Nos indicadores apresentados, Parauapebas ocupa o nível intermediário em desenvolvimento econômico.

Leia mais:

Mas em desenvolvimento humano ainda apresenta indicadores preocupantes em alguns setores, como taxa ainda elevada de mortalidade infantil, gravidez da infância, trabalho infantil, roubos e homicídios. Parauapebas ainda apresenta índices insustentáveis de acesso à internet, evasão escolar, população em domicílios com banheiro e água encanada, foco de calor, mortalidade materna e leitos hospitalares.

Segundo o secretário de Planejamento, João Corrêa, o Barômetro é uma ferramenta que permite analisar de forma mais precisa a realidade social, humana, econômica e ambiental do município. Isso possibilitar traçar os projetos, ações e elaborar as políticas públicas necessárias para amenizar os problemas detectados na pesquisa. (Tina Santos)

Aconteceu hoje (5), pela manhã, o lançamento do “Barômetro da Sustentabilidade” pela Prefeitura de Parauapebas, através da Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão (Seplan). O “Barômetro da Sustentabilidade” é uma metodologia de pesquisa, planejamento e monitoramento de 27 indicadores socioeconômicos que possibilitarão conhecer a realidade social e ambiental do município e seu nível de sustentabilidade.

É um projeto criado pela Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas (Fapespa), cujo objetivo é fornecer informações que sirvam de base para o planejamento de políticas públicas econômicas, sociais e ambientais em 143 municípios paraenses.

O lançamento do Barômetro foi no auditório da Prefeitura pelo diretor de Estudos de Pesquisas Ambientais da Fapespa, o geólogo Iloé de Azevedo, que em seguida proferiu uma rápida palestra e também explicou e tirou dúvidas das pessoas presentes sobre a metodologia da pesquisa. Nos indicadores apresentados, Parauapebas ocupa o nível intermediário em desenvolvimento econômico.

Mas em desenvolvimento humano ainda apresenta indicadores preocupantes em alguns setores, como taxa ainda elevada de mortalidade infantil, gravidez da infância, trabalho infantil, roubos e homicídios. Parauapebas ainda apresenta índices insustentáveis de acesso à internet, evasão escolar, população em domicílios com banheiro e água encanada, foco de calor, mortalidade materna e leitos hospitalares.

Segundo o secretário de Planejamento, João Corrêa, o Barômetro é uma ferramenta que permite analisar de forma mais precisa a realidade social, humana, econômica e ambiental do município. Isso possibilitar traçar os projetos, ações e elaborar as políticas públicas necessárias para amenizar os problemas detectados na pesquisa. (Tina Santos)

Comentários

Mais

Inscrições para Programa de Estágio foram prorrogadas até dia 21

Inscrições para Programa de Estágio foram prorrogadas até dia 21

O Grupo Equatorial Energia prorrogou até esta quarta-feira, dia 21, as inscrições para o processo seletivo do seu Programa de…
Mulher é atacada por dois pitbulls em Conceição do Araguaia

Mulher é atacada por dois pitbulls em Conceição do Araguaia

Uma mulher foi atacada por dois cachorros da raça pitbull em Conceição do Araguaia, no sul do Estado. O fato…
Políticas públicas garantem defesa de direitos dos Povos Indígenas no Pará

Políticas públicas garantem defesa de direitos dos Povos Indígenas no Pará

O técnico agrícola Raimundo Delival é extensionista rural da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) há…
Média de mortes em 2020 não foi menor que em 2019

Média de mortes em 2020 não foi menor que em 2019

Postagem do cantor Roger Moreira no Twitter usa dados antigos e incompletos de mortes por covid-19 no Brasil. Print do…
Casa da Cultura lança oficina virtual e gratuita de grafismo indígena

Casa da Cultura lança oficina virtual e gratuita de grafismo indígena

No Dia do Índio é comum as crianças chegarem da escola com o rosto pintado e um cocar na cabeça.…
Pará atinge o segundo lugar no ranking nacional de vacinação contra Covid-19

Pará atinge o segundo lugar no ranking nacional de vacinação contra Covid-19

O Pará já é o segundo estado que mais aplicou doses de vacinas contra a Covid-19 entregues pelo governo federal,…