Correio de Carajás

Possível vingança tira vida de jovem mulher

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Por volta das 22h40 da última terça-feira (8), a jovem Raquel Alencar Viana, de 22 anos, foi assassinada com dois tiros na cabeça. O crime ocorreu na vila Sororó, a 35 km de Marabá. Ela ainda chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Municipal de Marabá (HMM), onde morreu. Além dela, um adolescente de 14 anos, primo da vítima, também foi baleado no braço esquerdo e ainda está hospitalizado.

À frente do 16º Posto Policial Destacado (PPD), o cabo J Morais foi até o Hospital Municipal e conversou com o sobrevivente, que informou ao policial que estava com sua prima em uma motocicleta quando dois elementos também de moto se aproximaram. O que estava na garupa desceu de arma em punho e efetuou vários disparos contra as vítimas.

O adolescente disse que não reconheceu o atirador (até porque os dois criminosos estavam de capacete). Mas revelou que sua prima teria envolvimento na morte do ex-marido dela, Luís Antônio Pereira da Silva, de 24 anos, fato ocorrido em junho, lá mesmo na Vila Sororó, e que isso poderia ser vingança.

Leia mais:

O caso

O crime – que pode ter gerado este – aconteceu na madrugada do dia 23 de junho, quando quatro jovens entraram em luta corporal, envolvendo uma enxada e uma faca. E no fim das contas, um deles foi assassinado e dois acabaram presos. A vítima se chama Luís Antônio e o acusado é André Max Souza Mota, de apenas 20. O motivo da briga e da morte é que vítima e acusado disputavam o amor de Raquel Alencar, ex-esposa da vítima, e que agora também está morta.

No dia que o acusado foi preso, Raquel ficou do lado dele, inclusive consolando-o no momento em que este era transferido para o Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA). Naquele momento, Raquel Alencar buscava orientações com as autoridades policiais, pois disse que alguns familiares da vítima não queriam que ela retornasse para a vila e a estariam impedindo de ter contato com os dois filhos que teve com Luís Antonio. Agora, ao que tudo indica, aquele caso teve um desfecho igualmente trágico. 

Saiba Mais

A Vila Sororó está “remosa”. Além deste assassinato e do outro que pode ter relação com este (ocorrido em junho), no mês de julho também aconteceu um homicídio nessa localidade, que dista de Marabá 35 Km na direção de Eldorado do Carajás.

(Chagas Filho com informações de Evangelista Rocha)

Por volta das 22h40 da última terça-feira (8), a jovem Raquel Alencar Viana, de 22 anos, foi assassinada com dois tiros na cabeça. O crime ocorreu na vila Sororó, a 35 km de Marabá. Ela ainda chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Municipal de Marabá (HMM), onde morreu. Além dela, um adolescente de 14 anos, primo da vítima, também foi baleado no braço esquerdo e ainda está hospitalizado.

À frente do 16º Posto Policial Destacado (PPD), o cabo J Morais foi até o Hospital Municipal e conversou com o sobrevivente, que informou ao policial que estava com sua prima em uma motocicleta quando dois elementos também de moto se aproximaram. O que estava na garupa desceu de arma em punho e efetuou vários disparos contra as vítimas.

O adolescente disse que não reconheceu o atirador (até porque os dois criminosos estavam de capacete). Mas revelou que sua prima teria envolvimento na morte do ex-marido dela, Luís Antônio Pereira da Silva, de 24 anos, fato ocorrido em junho, lá mesmo na Vila Sororó, e que isso poderia ser vingança.

O caso

O crime – que pode ter gerado este – aconteceu na madrugada do dia 23 de junho, quando quatro jovens entraram em luta corporal, envolvendo uma enxada e uma faca. E no fim das contas, um deles foi assassinado e dois acabaram presos. A vítima se chama Luís Antônio e o acusado é André Max Souza Mota, de apenas 20. O motivo da briga e da morte é que vítima e acusado disputavam o amor de Raquel Alencar, ex-esposa da vítima, e que agora também está morta.

No dia que o acusado foi preso, Raquel ficou do lado dele, inclusive consolando-o no momento em que este era transferido para o Centro de Recuperação Agrícola Mariano Antunes (CRAMA). Naquele momento, Raquel Alencar buscava orientações com as autoridades policiais, pois disse que alguns familiares da vítima não queriam que ela retornasse para a vila e a estariam impedindo de ter contato com os dois filhos que teve com Luís Antonio. Agora, ao que tudo indica, aquele caso teve um desfecho igualmente trágico. 

Saiba Mais

A Vila Sororó está “remosa”. Além deste assassinato e do outro que pode ter relação com este (ocorrido em junho), no mês de julho também aconteceu um homicídio nessa localidade, que dista de Marabá 35 Km na direção de Eldorado do Carajás.

(Chagas Filho com informações de Evangelista Rocha)

Comentários

Mais

Bando ataca carro forte que vinha para Marabá

Bando ataca carro forte que vinha para Marabá

Um carro forte da empresa Prosegur foi alvo de um bando de assaltantes na tarde desta quinta-feira, por volta de…
DECA é alvo de denúncia dos movimentos sociais

DECA é alvo de denúncia dos movimentos sociais

Documento assinado por 11 entidades que militam na área da luta pela terra e dos direitos humanos denunciam “despejos e…
Mulher é suspeita na morte de mototaxista

Mulher é suspeita na morte de mototaxista

A morte do mototaxista Josiel Mota da Silva gerou comoção e revolta na cidade de Anapu e resultou na destruição…
Furtos em veículos com tecnologia “Chapolin” voltam a acontecer em Marabá

Furtos em veículos com tecnologia “Chapolin” voltam a acontecer em Marabá

A Polícia Civil vem investigando crimes de furtos em veículos que estão sendo praticados com o uso de um mecanismo…
Jeep é abandonado com sangue e corpo é encontrado boiando no Itacaiunas

Jeep é abandonado com sangue e corpo é encontrado boiando no Itacaiunas

Dois fatos podem até não ter ligação, mas a Polícia Civil investiga ambos e tenta fazer uma conexão entre eles.…
Dupla é executada a tiros na frente de escola de Parauapebas

Dupla é executada a tiros na frente de escola de Parauapebas

Leonardo de Jesus Oliveira, de 23 anos, e Raimundo Nonato Peixoto, de 24 anos, foram executados a tiros na noite…