Correio de Carajás

Polícia encontra suspeitos de envolvimento em chacina do Guamá, em Belém

Carro que teria sido usado em crime foi apreendido com dois suspeitos — Foto: Polícia Civil/Ascom
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Dois suspeitos de envolvimento na chacina do Guamá foram presos em flagrante na tarde desta terça-feira (21) na Divisão de Homicídios, em Belém. O crime ocorreu no domingo (19), quando homens encapuzados invadiram um bar e mataram onze pessoas. Os suspeitos estavam com o veículo que teria sido usado no crime e foram encontrados com coletes à prova de balas e armas. A polícia investiga se eles estavam no grupo de atiradores.

“Sobre o envolvimento direto da dupla no crime, só a investigação poderá afirmar. Porém, de antemão, eles foram presos em flagrante por porte ilegal de armas e fraude processual, e devem ser incluídos no inquérito da chacina”, explica o Delegado Geral da Polícia Civil, Alberto Teixeira.

De acordo com Teixeira o carro, que foi apreendido com os suspeitos no bairro do Guamá, estava sendo descaracterizado: haviam sido trocados as rodas e os vidros.

Leia mais:

Segundo com as investigações, uma festa ocorria no local da chacina quando sete homens encapuzados chegaram em uma moto e três carros e dispararam contra as vítimas. Quase todas foram baleadas na cabeça. Dos 11 mortos, seis são mulheres e cinco são homens. Entre os mortos está a dona do bar.

 

 

 

 

 

  • Márcio Rogério Silveira Assunção, 36 anos;
  • Samira Tavares Cavalcante, 36 anos;
  • Leandro Breno Tavares da Silva, 21 anos;
  • Meire Helen Sousa Fonseca, 35 anos;
  • Paulo Henrique Passos Ferreira, 24 anos;
  • Flávia Teles Farias da Silva, 32 anos;
  • Sérgio dos Santos Oliveira, 38 anos;
  • Tereza Raquel Silva Franco, 33 anos;
  • Maria Ivanilza Pinheiro Monteiro (dona do bar), 52 anos;
  • Samara Silva Maciel, 23 anos;
  • Alex Rubens Roque Silva, 41 anos.
Chacina em Belém - Local: crime ocorreu em bar no Guamá, bairro da periferia de Belém. — Foto: Arte: G1
Chacina em Belém – Local: crime ocorreu em bar no Guamá, bairro da periferia de Belém. — Foto: Arte: G1

Investigação

A Divisão de Homicídios da Polícia Civil investiga o crime e realiza buscas aos criminosos. Até o momento, 23 pessoas foram ouvidas.

A Polícia trabalha com a hipótese de que o local do crime tenha relação com o tráfico de drogas. Porém, a polícia não descarta outras hipóteses para o incidente, já que na semana passada três policiais militares foram assassinados em Belém.

Uma reunião da cúpula de segurança do Estado foi convocada pelo governador Helder Barbalho para tratar de medidas emergenciais depois da chacina. A Polícia Civil já tem informações sobre os armamentos usados pelos criminosos durante a ação.

Bairro recebeu Força Nacional

O Guamá é o bairro mais populoso de Belém e um dos sete da região metropolitana da capital paraense que receberam, em março, a Força Nacional, devido aos elevados níveis de criminalidade. Ao todo, 274 agentes fazem o patrulhamento nesses locais, batizados de territórios de pacificação pelo governo estadual. Segundo a gestão Helder Barbalho (MDB), houve queda no número de mortes no primeiro mês de atuação.

(Fonte:G1)

Comentários

Mais

Criança morre esmagada por caçamba em Curionópolis

Criança morre esmagada por caçamba em Curionópolis

Um trágico acidente vitimou João Paulo Batista Lima, de 10 anos, no centro de Curionópolis nesta segunda-feira (26). A criança,…
Justiça Militar afasta um coronel e prende sargento

Justiça Militar afasta um coronel e prende sargento

A Justiça Militar do Pará afastou do cargo, na manhã desta segunda-feira, dia 26, a coronel Andréa Keyla Leal Rocha,…
Identificado PM que assassinou médico

Identificado PM que assassinou médico

Foi revelada a identidade do policial militar que matou o jovem médico Bruno Calaça Barbosa, de 24 anos, na madrugada…
Quatro mortos em confronto com a Polícia Militar

Quatro mortos em confronto com a Polícia Militar

Em Ourilândia do Norte, o domingo (25) foi de confrontos entre a Polícia Militar e membros de uma facção criminosa…
Briga de irmãos vai parar na delegacia, mas... ficou “tudo bem”

Briga de irmãos vai parar na delegacia, mas... ficou “tudo bem”

Quem já leu a Bíblia sabe que Adão e Eva, após serem expulsos do Jardim do Éden, tiveram dois filhos:…
Guarda é solto e Justiça determina que corregedorias da PC e da PM investiguem abuso de autoridade

Guarda é solto e Justiça determina que corregedorias da PC e da PM investiguem abuso de autoridade

O Guarda Municipal Robson Leite Gomes, preso no sábado (24) sob a acusação de desacato, perturbação, desobediência, resistência e porte…