Correio de Carajás

Polícia Civil se prepara para atuar no Réveillon de Marabá

Superintendente Thiago Carneiro explica que a atuação será no contexto da Operação “Boas Festas” / Foto: Evangelista Rocha
Superintendente Thiago Carneiro explica que a atuação será no contexto da Operação “Boas Festas” / Foto: Evangelista Rocha
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Réveillon se aproxima e a Polícia Civil do Pará se prepara para fiscalizar estabelecimentos noturnos, bem como os eventos privados que celebrarão a chegada de 2021. A operação “Boas Festas” foi deflagrada no último dia 15 e segue até o fim das festividades de fim de ano, em conjunto com a Polícia Militar, cabendo à PC dar cumprimento aos mandados de prisão que permanecem em aberto.

O superintendente da Polícia Civil em Marabá, delegado Thiago Carneiro, explica que o efetivo estará atento às ocorrências e uma equipe de três agentes acompanhará os servidores da Vigilância Sanitária do Município nas ações de fiscalização. “Nossa intenção é fazer valer os decretos e evitar que mais pessoas contraiam o coronavírus, colaborando assim com a diminuição dos leitos ocupados nos hospitais”, disse.

Até o momento, a operação contabilizou um grande número de prisões em todo Pará, com destaque para Parauapebas, na região, que totalizou oito pessoas atrás das grades. “Em Marabá, ainda não temos um número fechado, pois a operação ainda está em andamento. Até semana que vem já teremos esses números, após o período de festividades”, explica o delegado.

Leia mais:

Ainda segundo Thiago, a região Carajás foi sinalizada com bandeira amarela para o contágio da Covid-19 e, possivelmente, um decreto pode ser publicado no Diário Oficial do Estado, determinando que a capacidade de público em eventos de ano novo seja de 30%. “Porém, nada confirmado ainda, estamos aguardando a publicação para ter certeza”, cautela.

Durante a operação, os mandados foram levantados no Banco Nacional de Mandados de Prisão e os agentes da PC saíram às ruas para cumpri-los, além de investigar informações recebidas através do Disque Denúncia, a fim de tornar as festas de fim de ano mais seguras.

“Nossa função é o trabalho repressivo, mas, não deixaremos de praticar o ostensivo e o preventivo, dando apoio aos demais órgãos de segurança e fiscalização”, completa o delegado.

Nas fiscalizações os estabelecimentos e eventos privados que resistirem as medidas dos decretos, incluindo sobre o limite do horário de funcionamento – até as 2 horas – poderão sofrer penalidades, dentro dos artigos do código penal 268 “infringir determinação do poder público, destinada a impedir a introdução ou propagação de doença contagiosa”, com pena de um mês a um ano, além de multa, e 330 “desobedecer a ordem legal de funcionário público”, com pena de detenção de 15 dias a seis meses, além de multa. (Zeus Bandeira)

Mais

Câmeras da PM em Marabá identificam foragidos e veículos roubados

Câmeras da PM em Marabá identificam foragidos e veículos roubados

A segurança pública de Marabá conta, a partir de agora, com um sistema mais moderno de comunicação. Quem ligar para…
Vítima de homicídio é encontrada em campo de futebol

Vítima de homicídio é encontrada em campo de futebol

A 15ª Seccional Urbana de Tucuruí ficará encarregada de investigar o assassinato de um homem identificado pelo nome de Josiel…
Operação policial no Jacarezinho deixa pelo menos 25 mortos

Operação policial no Jacarezinho deixa pelo menos 25 mortos

Uma operação da Polícia Civil do RJ contra o tráfico de drogas no Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, deixou 25…
Trotes atrapalham as ações da polícia em Marabá

Trotes atrapalham as ações da polícia em Marabá

Todos os dias a Polícia Militar de Marabá atende diversas ligações falsas, os chamados trotes. Muitas das vezes, a equipe…
PRF apreende 105 toneladas de minério ilegal em caminhão na BR-222

PRF apreende 105 toneladas de minério ilegal em caminhão na BR-222

Um caminhão que transportava 105 toneladas de minério ilegal foi apreendido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), no sudeste do Pará.…
Foragido da justiça é linchado por populares da Folha 16 após esfaquear homem

Foragido da justiça é linchado por populares da Folha 16 após esfaquear homem

Por volta das 16 horas desta quarta-feira, 5, um homem foi esfaqueado na Folha 16, no bairro Nova Marabá. A…