Correio de Carajás

Polícia Civil se prepara para atuar no Réveillon de Marabá

Superintendente Thiago Carneiro explica que a atuação será no contexto da Operação “Boas Festas” / Foto: Evangelista Rocha
Superintendente Thiago Carneiro explica que a atuação será no contexto da Operação “Boas Festas” / Foto: Evangelista Rocha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

O Réveillon se aproxima e a Polícia Civil do Pará se prepara para fiscalizar estabelecimentos noturnos, bem como os eventos privados que celebrarão a chegada de 2021. A operação “Boas Festas” foi deflagrada no último dia 15 e segue até o fim das festividades de fim de ano, em conjunto com a Polícia Militar, cabendo à PC dar cumprimento aos mandados de prisão que permanecem em aberto.

O superintendente da Polícia Civil em Marabá, delegado Thiago Carneiro, explica que o efetivo estará atento às ocorrências e uma equipe de três agentes acompanhará os servidores da Vigilância Sanitária do Município nas ações de fiscalização. “Nossa intenção é fazer valer os decretos e evitar que mais pessoas contraiam o coronavírus, colaborando assim com a diminuição dos leitos ocupados nos hospitais”, disse.

Até o momento, a operação contabilizou um grande número de prisões em todo Pará, com destaque para Parauapebas, na região, que totalizou oito pessoas atrás das grades. “Em Marabá, ainda não temos um número fechado, pois a operação ainda está em andamento. Até semana que vem já teremos esses números, após o período de festividades”, explica o delegado.

Leia mais:

Ainda segundo Thiago, a região Carajás foi sinalizada com bandeira amarela para o contágio da Covid-19 e, possivelmente, um decreto pode ser publicado no Diário Oficial do Estado, determinando que a capacidade de público em eventos de ano novo seja de 30%. “Porém, nada confirmado ainda, estamos aguardando a publicação para ter certeza”, cautela.

Durante a operação, os mandados foram levantados no Banco Nacional de Mandados de Prisão e os agentes da PC saíram às ruas para cumpri-los, além de investigar informações recebidas através do Disque Denúncia, a fim de tornar as festas de fim de ano mais seguras.

“Nossa função é o trabalho repressivo, mas, não deixaremos de praticar o ostensivo e o preventivo, dando apoio aos demais órgãos de segurança e fiscalização”, completa o delegado.

Nas fiscalizações os estabelecimentos e eventos privados que resistirem as medidas dos decretos, incluindo sobre o limite do horário de funcionamento – até as 2 horas – poderão sofrer penalidades, dentro dos artigos do código penal 268 “infringir determinação do poder público, destinada a impedir a introdução ou propagação de doença contagiosa”, com pena de um mês a um ano, além de multa, e 330 “desobedecer a ordem legal de funcionário público”, com pena de detenção de 15 dias a seis meses, além de multa. (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Rambo, o “cão da Guarda”, encontra droga durante prisão por furto

Rambo, o “cão da Guarda”, encontra droga durante prisão por furto

Com ajuda de Rambo, do Canil da Guarda Municipal de Parauapebas, foi realizada a prisão de Itano Ugo Ferreira, de…
Idoso sofre acidente de moto na PA-160

Idoso sofre acidente de moto na PA-160

Um acidente na PA-160, sentido Palmares-Canaã, próximo ao Bairro Casas Populares I, em Parauapebas, foi registrado nesta sexta-feira (30). Francisco…
Criança de 3 anos morre após ser atingida por porteira

Criança de 3 anos morre após ser atingida por porteira

Uma criança de três anos de idade morreu após ser atingida por uma porteira de madeira, também conhecida como cancela.…
Polícia Civil destrói 3 mil pés de maconha em Novo Repartimento

Polícia Civil destrói 3 mil pés de maconha em Novo Repartimento

Três pessoas foram presas em flagrante pela Polícia Civil de Novo Repartimento, suspeitas de cultivar uma plantação de maconha com…
PM prende traficante na Folha 22 com um quilo de maconha

PM prende traficante na Folha 22 com um quilo de maconha

Na tarde desta quinta-feira (29), militares da Companhia Independente de Missões Especiais (CIME), com informações do Disque Denúncia, foram informados…
Homem é preso por tráfico e homicídio e irmã menor de idade é apreendida

Homem é preso por tráfico e homicídio e irmã menor de idade é apreendida

Acusado de tráfico de drogas e homicídio qualificado, Wenderson Brito Lopes, vulgo “Brou”, foi preso na manhã desta quarta-feira, 28,…