Correio de Carajás

PMM contrata empresa para estudar quarta ponte no Rio Itacaiunas

Amapá já tem uma orlinha. No futuro, poderá ganhar uma ponte que ligará à Vila do Rato/ Fotos: Evangelista Rocha

ENTRE AMAPÁ E VELHA MARABÁ

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

As obras da terceira ponte sobre o Rio Itacaiunas ainda nem começaram e a Prefeitura Municipal de Marabá já estuda a execução de uma quarta obra de ligação viária. Desta vez, ligando os bairros Amapá e Marabá Pioneira, passando pela Vila Canaã – a popular Vila do Rato.

A primeira ponte sobre o Rio Itacaiunas foi erguida no início da década de 1980. A segunda veio no pacote da duplicação da BR-230, entre o Fórum até o Km 6. A terceira está sendo preparada para licitação, enquanto a quarta está ainda no nascedouro, para iniciar os estudos.

E esta quarta ponte objetiva desafogar o trânsito que liga o Núcleo Cidade Nova à Nova Marabá. Por ela, segundo a nova proposta da Prefeitura Municipal, passarão apenas aqueles que desejam ir direto para a Velha Marabá, passando do Bairro Amapá com ligação direta com a Vila do Rato.

Leia mais:

A Comissão Especial de Licitação da Prefeitura de Marabá publicou um edital para contratação de uma empresa para elaborar o projeto básico da nova ponte.

Em entrevista ao PORTAL CORREIO nesta segunda-feira, 26, o secretário de Obras do município, Fábio Moreira, disse que a ideia da quarta ponte já vinha sendo pensada desde o início do projeto da Orla do Amapá e do Mirante do Cabelo Seco.

“Vamos desafogar o trânsito que liga o Núcleo Cidade Nova. A obra vai melhorar a vida dos moradores dos dois bairros. O pessoal do Amapá, por exemplo, vai poder conseguir chegar com mais facilidade ao centro comercial da Velha Marabá”.

Com a elaboração do projeto básico, a prefeitura sabe que de uma forma ou de outra os moradores da Vila Canaã, popularmente conhecida como Vila do Rato, sofrerão impactos. “Só vamos ter a dimensão exata com o projeto feito. Aí vamos estudar as possibilidades da nova estrutura daquele ponto”, explica Fábio.

Através do projeto o Executivo, a PMM vai poder ter uma base de orçamento da construção da nova ponte e, assim, conseguir um convênio com o governo do Estado ou com a União.

Paralelamente a isso, os trâmites para construção da terceira ponte, que ligará os núcleos Nova Marabá e Cidade Nova, à altura da Folha 33, estão avançados.

Segundo Fábio, a parceria com o Governo do Estado é praticamente certa, sendo que cada um – prefeitura e governo – entrará com a metade do valor orçado.

“Se não conseguíssemos esse convênio com o Estado iríamos fazer um empréstimo, que inclusive foi aprovado pela Câmara Municipal de Marabá. Com a parceria quase fechada, vamos utilizar só parte desse valor que foi liberado”.

A ponte que ligará os bairros Filadélfia à Folha 33 tem previsão de licitação da empresa ainda este ano, para que no ano que vem as obras sejam iniciadas, segundo o secretário de Obras.

Morador do Bairro Amapá há pouco mais de 1 ano, Neoclan Gomes dos Santos, 54 anos, trabalha como pescador na localidade. Mesmo com o pouco tempo residindo às margens do Rio Itacaiunas, ele conhece bem os problemas enfrentados pela comunidade.

Neoclan Gomes: “Se construírem essa ponte, acabará com o fluxo de canoinhas e moradores agradecem”

Com muitos conhecidos trabalhando no Núcleo Velha Marabá, Gomes acompanha de perto a dificuldade que algumas pessoas têm de ir para o trabalho, já que precisam utilizar as canoinhas para fazer a travessia entre os dois bairros.

“Tenho uma amiga que trabalha em uma loja do comércio. Todos os dias ela pega a canoinha para atravessar. Ela paga mensalmente o rapaz, que vai buscar e deixá-la”, conta o pescador.

Moradores do Amapá poderão chegar à Velha Marabá sem depender de canoinhas

Com a proposta da nova ponte interligando a Vila Canaã e o Amapá, o morador afirma que a obra só trará benefícios. “Acabaria com todo esse fluxo de canoas. Pra gente a ponte seria muito melhor. Iria beneficiar a população dos dois bairros”, avalia. (Ana Mangas e Evangelista Rocha)

Comentários

Mais

Dia do Contador será comemorado nesta quarta-feira

Dia do Contador será comemorado nesta quarta-feira

O Dia do Contador é comemorado anualmente em 22 de setembro no Brasil. Esta data é uma homenagem ao profissional…
Ação busca conscientizar contra queimadas ilegais em Marabá

Ação busca conscientizar contra queimadas ilegais em Marabá

Com o tema “Negligência, Queima e Sufoca! Não deixe que o verde se torne cinza”, a equipe de Educação Ambiental…
Ian, da Sinobras, diz que foco de Marabá tem de ser em pequenos projetos estruturantes

Ian, da Sinobras, diz que foco de Marabá tem de ser em pequenos projetos estruturantes

Na contramão do que muitos desejam, que Marabá receba grandes projetos que impactem positivamente na verticalização da mineração, o vice-presidente…
Fiocruz entrega novo lote com 937 mil doses de vacinas contra covid-19

Fiocruz entrega novo lote com 937 mil doses de vacinas contra covid-19

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) anunciou, nesta segunda-feira (20), a entrega de um novo lote com 937 mil doses de…
4ª edição do Projeto Gastronomia do Amanhã ocorre esta semana em Marabá

4ª edição do Projeto Gastronomia do Amanhã ocorre esta semana em Marabá

De 20 a 24 de setembro, a 4ª edição do projeto Gastronomia do Amanhã estará em Marabá, sudeste do Estado.…
Em três dias de fiscalização, Sefa apreende cargas sem nota fiscal no valor de R$ 773 mil

Em três dias de fiscalização, Sefa apreende cargas sem nota fiscal no valor de R$ 773 mil

Ações de fiscalização realizadas pelas equipes da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), em duas regiões do Estado, apreenderam mercadorias…