Correio de Carajás

PM e empresários definem policiamento no comércio de Marabá

Sentaram-se à mesa representantes do comércio e autoridades policiais de Marabá/ Fotos: Evangelista Rocha
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Comerciantes levaram ao comando de área as preocupações quanto às recentes ocorrências de arrombamentos e assaltos neste momento de vendas de final de ano

Nesta sexta-feira (3) tem início oficial a “Operação Boas Festas 2021”, que vai se estender durante todo este mês de dezembro, com o objetivo de diminuir os crimes no comércio e na área bancária. Trata-se de um problema que ocorre todos os anos devido a circulação maior de recursos e das tradicionais compras de final de ano. A informação foi repassada durante reunião na sede do 2º Comando de Policiamento Regional (CPR-II), da Polícia Militar, que foi provocada por representantes do comércio local.

De acordo com coronel Dayvid Lima, comandante do CPR-II, a reunião serviu para alinhar informações que vão nortear a rota e horário do policiamento (em viaturas, motos, de bicicleta e a pé), para garantir a segurança do comerciante e do cidadão que fará suas compras de Natal e fim de ano.

Coronel Dayvid já levantou primeiras informações

Inclusive essa troca de informações já está acontecendo. “Já temos informações de alguns elementos que estão fazendo intervenções criminosas e temos a esperança e a certeza de botar mão neles e coloca-los atrás das grades”, assegurou.

Leia mais:

Participaram da reunião representantes da Associação Comercial e Industrial de Marabá (ACIM), ACIM Mulher, Sindicado do Comércio de Marabá (Sindicom) e Conselho de Jovens Empresários de Marabá (Conjove).

Ação conjunta

Presente à reunião, o presidente da ACIM, João Tatagiba, lamentou a rotina de arrombamentos e furtos no comércio nesse período do ano, por isso a associação procurou a PM para uma ação conjunta no sentido de coibir as ações dos bandidos.

Tatagiba: “Acredito que vamos conseguir avançar”

Ainda de acordo com ele, além da operação policial, algumas iniciativas foram tomadas durante a reunião, como a criação de grupos de WhatsApp para que empresários e policiais possam interagir melhor.

Além disso, os proprietários de estabelecimentos comerciais foram orientados a registrar todas as ocorrências para alimentar a polícia de dados estatísticos sobre os acontecimentos.

Outras iniciativas também foram definidas. “Nós vamos colocar em prática um adesivo com o número do Disque Denúncia para que todas as lojas possam ter acesso a isso e tem mais outras ações que tomaremos junto com a PM e a Polícia Civil para que a gente consiga coibir e diminuir as ações desses bandidos. Eu acredito que vamos conseguir avançar”, observa Tatagiba.

Também participando da reunião, o presidente do Conjove, Cyro Tida, observou que o final do ano é muito movimentado e, por isso mesmo, requer uma maior cobertura por parte da Polícia Militar, que tem sido fundamental para garantir a segurança do comerciante, do consumidor e da comunidade de forma geral, daí a importância de o setor produtivo estreitar esse laço com as autoridades policiais.

Cyro Tida: “Estamos aqui fazendo uma integração com as autoridades”

“Nós estamos aqui fazendo uma integração para as ações que vão ser realizadas nesse Natal, nesse final do ano, na cidade de Marabá”, resumiu o empresário.

(Chagas Filho e Evangelista Rocha)

Comentários

Mais

Leandro Oliveira “cursava” medicina no Paraguai enquanto trabalhava em Marabá

Leandro Oliveira “cursava” medicina no Paraguai enquanto trabalhava em Marabá

Permanece preso nesta manhã de quarta-feira (26) o autointitulado médico Leandro Augusto Alves Oliveira, depois que um paciente, Luiz Ribeiro…
Delegado de Marabá alerta para golpes via mensagem de texto no celular

Delegado de Marabá alerta para golpes via mensagem de texto no celular

Você já percebeu que nos últimos tempos se tornou mais comum receber mensagens de texto – o famoso SMS –…
Polícia Federal cumpre mandados de prisão por desmatamento no Pará

Polícia Federal cumpre mandados de prisão por desmatamento no Pará

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (26) a Operação Hardwood que combate o desmatamento ilegal da Floresta Amazônica…
Polícia prendeu médico durante investigação de exercício ilegal da medicina

Polícia prendeu médico durante investigação de exercício ilegal da medicina

Tão logo a Reportagem do Correio de Carajás divulgou a notícia de que o médico Leandro Augusto Alves Oliveira fora…
Homem ameaça a ex com peixeira em Parauapebas

Homem ameaça a ex com peixeira em Parauapebas

Foi preso por acusação de violência doméstica Francisco Pereira de Araújo, morador do bairro Liberdade, em Parauapebas, na noite desta…
Paciente morre durante endoscopia e médico é preso em flagrante em Marabá

Paciente morre durante endoscopia e médico é preso em flagrante em Marabá

Luiz Ribeiro da Silva, 60 anos, morreu na tarde desta terça-feira (25), após realizar uma endoscopia em uma clínica particular…