Correio de Carajás

PF prende mais um suspeito de distribuir ecstasy em raves de Parauapebas

Esta é a terceira fase da Operação "Bad Trip" (Foto: Divulgação/PF)
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Uma pessoa foi presa na terceira fase da Operação “Bad Trip”, desencadeada pela Polícia Federal nesta sexta-feira (5). Estão sendo cumpridos três mandados de prisão temporária e quatro de busca e apreensão no municípios do Rio de Janeiro, Ilha Bela e Goiânia.

A ação busca suspeitos de envolvimento no derramamento de drogas sintéticas em festas de música eletrônica, mais conhecidas com raves, realizadas frequentemente em Parauapebas, no sudeste do Pará.

Os mandados foram expedidos pela 2ª Vara Criminal de Parauapebas a pedido da Polícia Federal, que investiga desde o ano passado o grupo criminoso que traficava a droga sintética metilenodioximetanfetamina, conhecida como “ecstasy”.

Leia mais:

Em dezembro de 2020 três pessoas foram presas em flagrante ao receberem em Parauapebas, via Correios, 200 comprimidos da droga. Na segunda fase da operação, desencadeada em janeiro deste ano, foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão e prisões temporárias, também no município paraense. Seis pessoas acabaram detidas e houve apreensão de mídias e documentos.

“As investigações apuraram que os envolvidos atuavam de forma estável e permanente para a comercialização dos entorpecentes sintéticos por grupos e aplicativos de mídias sociais de vários Estados da Federação e encaminhados via Correios para distribuição e comercialização em festas eletrônicas ‘rave’, organizadas e frequentadas pelo grupo com o objetivo de distribuir aos jovens e adolescentes na cidade de Parauapebas”, informou a PF nesta sexta, via assessoria de comunicação.

Os presos deverão responder por tráfico de drogas interestadual, com penas que variam de 5 a 15 anos de reclusão, e associação para tráfico, com penas de 3 a 10 anos. A PF informa que a operação segue em andamento e mais informações poderão ser divulgadas ao longo do dia.

A operação foi batizada de “Bad Trip” em referência à expressão utilizada por usuários de drogas quando as sensações fisiológicas e psicológicas do consumo são desagradáveis, em tradução literal: “má viagem”. (Luciana Marschall)

Comentários

Mais

Possível suicídio em delegacia de Rondon é investigado

Possível suicídio em delegacia de Rondon é investigado

Entrou em investigação um possível suicídio acontecido dentro da Delegacia de Polícia Civil de Rondon do Pará na manhã deste…
Traficante usava filha na comercialização da droga

Traficante usava filha na comercialização da droga

Foi preso neste sábado (19) Elenildo Escardoa da Silva, acusado de tráfico de drogas e corrupção de menor, no bairro…
Marabá: Federal realiza flagrante de droga apreendido pela PRF

Marabá: Federal realiza flagrante de droga apreendido pela PRF

A Delegacia da Polícia Federal de Marabá/PA recebeu uma ocorrência policial apresentada pela PRF, tratando-se de um transporte de drogas…
Mulher sofre injúria racial e ameaça de morte

Mulher sofre injúria racial e ameaça de morte

Foi apresentado às autoridades de polícia: Cleiton Sousa dos Santos, de 34 anos, no bairro Tropical II, em Parauapebas. O…
Pai perde filho em acidente de moto

Pai perde filho em acidente de moto

Nesta sexta-feira (18) um acidente envolvendo uma moto e um carro com caçamba vitimou Jardson Carvalho Santos, de 18 anos,…
Divisão de Homicídios faz investigação em Altamira

Divisão de Homicídios faz investigação em Altamira

A conclusão do trabalho de perícia no cadáver de um homem encontrado enforcado com ferimentos nos pulsos e na região…