Correio de Carajás

Polícia Civil confirma mortes de dois suspeitos de terem baleado soldado

A Polícia Civil do Estado do Pará confirmou ao Correio de Carajás as mortes de dois homens suspeitos de terem participado do assassinato do soldado Emerson Brito dos Santos, da Polícia Militar, registrado na manhã desta quarta-feira (2).

Procurada pela reportagem, a assessoria de comunicação do órgão encaminhou nota à redação informando que na tarde de quarta dois suspeitos morreram em troca de tiros com a Polícia Militar.

O posicionamento acrescenta que equipes da 20ª Seccional Urbana de Parauapebas e da Delegacia de Homicídios de Marabá estão investigando o homicídio doloso cometido contra o militar.

Leia mais:

“Diligências continuam sendo feitas para esclarecer os fatos e identificar outros envolvidos no homicídio. Um inquérito policial foi instaurado para apurar o crime e todas as medidas cabíveis estão sendo adotadas”, diz a nota.

Os nomes dos suspeitos não foram divulgados oficial, mas conforme já noticiado pelo Correio de Carajás duas pessoas morreram em intervenções policiais no final da tarde de ontem no Bairro dos Minérios.

Um deles foi Jordão Ferreira da Silva, baleado enquanto fazia uma pessoa refém dentro de uma residência. O outro é Dailson Conceição Sousa, alvejado após apontar uma espingarda calibre 28 contra os militares.

O soldado Emerson Brito dos Santos foi baleado em uma possível tentativa de assalto. O policial chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu à tarde, quando seria transferido para o Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá. A Polícia Civil pede que informações sobre o caso sejam repassadas via Disque-Denúncia 181. (Luciana Marschall)

Comentários