Correio de Carajás

Parauapebense corre atrás de detox após exageros do final de ano

Parauapebense corre atrás de detox após exageros do final de ano
Após as festas, a procura é por locais que comercializam alimentos saudáveis/ Fotos: Theiza Cristhine
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Após os excessos da comilança e consumo de bebidas alcoólicas típicos de fim de ano, no mês de janeiro aumenta a procura do parauapebense por uma alimentação saudável e pela prática de exercícios físicos.

Uma das metas de final de ano de muitos brasileiros é aderir à vida saudável, como é o caso do casal Kiki Oliver e Ícaro Oliveira. “No ano de 2018 para 2019 nós colocamos como meta que a gente conseguisse se manter na academia e com uma alimentação saudável”, relembra Kiki.

“Colocamos uma meta possível, malhar 3 vezes por semana e pensar na reeducação alimentar”

Kiki conta que ela e o marido, juntos há quase 10 anos, já tiveram “muitos altos e baixos” devido ao efeito sanfona e à tentativa de várias dietas. “Vimos que não conseguíamos persistir porque a gente colocava metas impossíveis. Então, a primeira vez você não consegue você se sente impotente, frustrado. Colocamos uma meta possível, malhar três vezes por semana e pensar na reeducação alimentar, algo que a gente vai levar para o resto da vida”, diz.

Leia mais:

A promessa da virada de ano só começou a ser cumprida pelo casal após seis meses, mas a mudança é visível. “Eu perdi sete quilos, meu marido perdeu 20 quilos, eu já cheguei a ter quase 40% de gordura, hoje estou com 27%”, comemora.

“O meu ‘enfiar o pé na jaca’ hoje é totalmente diferente”

Ícaro Oliveira destaca que depois de tanta dedicação na alimentação balanceada e nos exercícios, as festas de Natal e Ano Novo viraram exceção. “A gente se adapta de tal forma que o meu ‘enfiar o pé na jaca’ hoje é totalmente diferente do que eram meses atrás”. O casal comeu o que teve vontade, mas não perdeu um dia de exercícios. 

O professor de academia Luís Felipe Oliveira pontua que as pessoas acreditam que em pequeno tempo vão conseguir alcançar o resultado que elas queriam alcançar o ano inteiro. “Então elas se matam treinado, às vezes vêm duas vezes ao dia ou passam duas horas na academia”, afirma, esclarecendo que isso está longe de ser o ideal.

Frutas e sucos são a melhor opção na hora do lanche

“A gente aconselha a pessoa a não fazer isso porque não traz nenhum benefício a longo prazo”, destaca, acrescentando que pode também provocar o efeito sanfona. “Muitas pessoas tem um final de ano com muita comilança, acabam tendo aumento de peso e retenção líquida”, cita Luís Felipe. 

O conselho do professor é voltar de forma leve aos treinos, com pouca intensidade. “O que a pessoa pode fazer é ter uma dieta mais restritiva. A alimentação pode gerar mais resultados estéticos a curto prazo. É um casamento para a vida inteira exercício físico e alimentação”, destaca.

E para quem procura uma alimentação balanceada, um dos lugares procurados pelo parauapebense é uma lanchonete de produtos naturais da cidade. Conforme os responsáveis pelo estabelecimento, o produto mais vendido é a salada de fruta, cerca de 100 unidades por dia.

Marco Antônio aposta em produtos de baixo valor calórico

Ela está localizada, inclusive, em frente a uma das calçadas mais utilizadas para caminhadas na cidade. O dono do estabelecimento Marco Antônio conta que o segredo dos produtos é o baixo valor calórico. “Uma salada de fruta natural, sem adição de açúcar, e sucos e vitaminas feitos diretamente da fruta e não da polpa”, explica.

O autônomo Leonardo Rodrigues é um dos clientes da lanchonete, que escolheu nesse início de ano consumir lanches a base de frutas para se recuperar da comilança de final de ano. “Essa é uma boa opção para quem quer uma alimentação saudável”, defende.

Leonardo partiu para os alimentos leves após os exageros

(Theíza Cristhine)

Mais

DMTU esclarece suposta “casinha” feita por agente de trânsito

DMTU esclarece suposta “casinha” feita por agente de trânsito

Desde o final da noite de quarta-feira (5), o nome do agente de trânsito Etervan Ferreira Sousa está circulando em…
Sespa divulga orientações sanitárias para o Dia das Mães, com base em protocolos sanitários

Sespa divulga orientações sanitárias para o Dia das Mães, com base em protocolos sanitários

Para reduzir os riscos de propagação da Covid-19 durante as celebrações pelo Dia das Mães, a Secretaria de Estado de…
ONU pede investigação imparcial sobre operação no Jacarezinho

ONU pede investigação imparcial sobre operação no Jacarezinho

O Alto Comissariado da Organização das Nações Unidas (ONU) para Direitos Humanos, com sede em Genebra, na Suíça, pediu hoje…
Covid-19: mortes seguem caindo lentamente, mas casos voltam a subir

Covid-19: mortes seguem caindo lentamente, mas casos voltam a subir

As mortes por covid-19 no Brasil têm apresentado uma leve tendência de queda, segundo dados do Boletim Epidemiológico do Ministério…
Tentativa de furto aos Correios da Folha 33 termina com menor baleado

Tentativa de furto aos Correios da Folha 33 termina com menor baleado

Na semana em que a Polícia Federal desmantelou uma quadrilha que arrombava agências dos Correios do sul, sudeste do Pará…
Novo presidente da Eletrobras defende capitalização da empresa

Novo presidente da Eletrobras defende capitalização da empresa

Em sua cerimônia de posse, o novo presidente da Eletrobras, Rodrigo Limp, disse hoje (7) que vai dar sequência às ações já em implementação previstas no plano estratégico e…