Correio de Carajás

Parauapebas realiza palestras sobre prevenção ao suicídio

Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Durante esta terça-feira, 26, aconteceu no Plenarinho da Câmara Municipal de Parauapebas palestras de “Formação de Multiplicadores em Prevenção ao Suicídio”.

A iniciativa é da Supervisão da Rede de Atenção Psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com o apoio das secretarias municipais de Educação (Semed), de Assistência Social (Semas) e da Mulher (Semmu), da Coordenadoria Municipal da Juventude (CMJ), da 21ª Unidade de Referência Especializada (URE), do Conselho Tutelar I e II e da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam).

Estão sendo abordados temas como fluxo da rede, o básico do suicídio, suicídio e espiritualidade, adolescência e escuta qualificada do suicídio. Vale destacar que Parauapebas tem apresentado diversos casos de suicídio, chamando a atenção para o número de jovens e adolescentes que atentam contra a própria vida.

Leia mais:

Na semana passada, por exemplo, uma jovem de 13 anos se matou após problemas emocionais. Esses dados preocupam a rede de assistência aos jovens e adolescentes, que começa a capacitar profissionais para lidar com essa realidade.

As palestras começaram às 8 horas e seguem até às 18 horas. No Brasil, o assunto também preocupa as autoridades da área de saúde, principalmente pelo crescimento da taxa de suicídios entre jovens.

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), nos últimos cinco anos, a incidência entre jovens de 12 a 25 anos teve um salto de quase 40%. Nas outras faixas etárias, o índice caiu.

No Brasil, o suicídio é a quarta maior causa de morte entre homens e mulheres de 15 a 29 anos. A prevenção envolvem diretamente a família e o ciclo social em que a pessoa está inserida.

Segundo especialista, tristeza, isolamento e irritabilidade podem ser sinais para que os pais percebam que há algo errado.  Os jovens são mais suscetíveis tanto por aspectos biológicos quanto pelos novos desafios impostos nessa fase da vida.

Junto a isso, vem a depressão, uma das principais causas de suicídios nessa faixa etária. Por isso, a rede de prevenção envolve diversos setores e o treinamento de pessoal é importante, para que possam detectar se a pessoa está depressiva ou apresentando problemas emocionais, que podem levá-la a tirar a própria vida. (Tina Santos)

Mais

Pará recebe mais uma remessa de doses de vacinas contra Covid-19

Pará recebe mais uma remessa de doses de vacinas contra Covid-19

O Pará recebeu, na tarde desta quinta-feira (6), a décima oitava remessa de vacinas contra a Covid-19. Foram enviadas pelo…
Marabá sedia encontro de promoção da igualdade racial

Marabá sedia encontro de promoção da igualdade racial

O município de Marabá sediou na tarde desta quarta-feira, 5, um encontro entre a Secretaria Nacional de Políticas de Promoção…
OMC faz apelo por negociações sobre patentes de vacinas da covid-19

OMC faz apelo por negociações sobre patentes de vacinas da covid-19

A chefe da Organização Mundial do Comércio (OMC), Ngozi Okonjo-Iweala, elogiou hoje (6) o posicionamento dos Estados Unidos a favor…
Ministério da Saúde libera 284 leitos de suporte ventilatório pulmonar

Ministério da Saúde libera 284 leitos de suporte ventilatório pulmonar

O Ministério da Saúde autorizou hoje (6) mais 284 leitos com suporte ventilatório pulmonar para tratamento de pacientes com quadro…
Colonos bloqueiam garagem da Secretaria de Obras de Parauapebas

Colonos bloqueiam garagem da Secretaria de Obras de Parauapebas

Uma manifestação promovida por colonos da Serra do Cedro, vilarejo localizado a 30 quilômetros de Parauapebas, bloqueou a garagem da…
Pará registra 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes

Pará registra 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes

O Pará registrou nesta quarta-feira (5) um total de 480.129 casos de Covid-19 e 13.391 mortes. De acordo com o…