Correio de Carajás

Parauapebas: Detran aborda 65 motoristas alcoolizados em 3 dias

Parauapebas: Detran aborda 65 motoristas alcoolizados em 3 dias
Foto: reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Em três dias cerca de 65 situações de alcoolemia, teste que permite medir a concentração de álcool na corrente sanguínea, e em torno de 130 pessoas não habilitadas conduzindo veículo automotor foram abordadas em blitz do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), em Parauapebas. As ações estão sendo desenvolvidas por 13 agentes de fiscalizações de Belém e fazem parte de determinação da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará (Segup).

As blitzes vão continuar durante a semana no município e o agente de fiscalização de trânsito do Detran, Walisson Sousa, conta que as abordagens apontam um grande número de condutores que misturam direção e álcool ou que não são habilitados. “Foram os principais casos encontrados aqui”.

Parauapebas: Detran aborda 65 motoristas alcoolizados em 3 dias
Foto: Theíza Cristhine

Ele diz esperar que a população compreenda e colabore com o trabalho. “Sem a compreensão da sociedade não tem como alcançar um êxito maior. Não andar com lotação excedente no veículo, não dirigir sem habilitação, manter o capacete na cabeça e não no cotovelo, e, principalmente, não consumir bebida alcoólica quando for dirigir”, destaca.

Leia mais:

Já o agente de trânsito Pedro Afonso relembra que qualquer valor positivo no etilômetro, popularmente conhecido como bafômetro, pode ser considerado uma infração de trânsito.

“A partir de 0.33, equivalente a seis decigramas por litro se sangue, é considerado crime de trânsito. Nessa situação, o condutor é convidado a fazer o teste novamente em 15 minutos, se o valor permanecer, o condutor será encaminhado à autoridade policial. É um crime afiançável, pelo qual pode se arbitrar fiança e a pessoa pode responder ao processo em liberdade”, explica.

Pedro Afonso alerta para o risco para a sociedade da combinação de direção e álcool. “A gente está ao redor de muitos veículos, quando se está conduzindo ou não, pois também tem o pedestre, e a pessoa não tem como saber a condição desse condutor, será que ele está em condições de dirigir? Será que ele é habilitado? A fiscalização vem para retirar essas pessoas que não têm condição de estar conduzindo na via”. (Theíza Cristhine)

Comentários

Mais

Caixa paga 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em janeiro

Caixa paga 3ª parcela do auxílio emergencial para nascidos em janeiro

A Caixa inicia hoje (18) os pagamentos da terceira parcela do auxílio emergencial 2021. Os beneficiários nascidos em janeiro serão…
Butantan entrega mais 2,2 milhões de doses de vacina contra a covid-19

Butantan entrega mais 2,2 milhões de doses de vacina contra a covid-19

O Instituto Butantan fez hoje (18) a entrega de mais 2,2 milhões de doses da vacina contra o coronavírus CoronaVac. O imunizante…
Vacinas da Janssen não chegarão ao Brasil nesta semana

Vacinas da Janssen não chegarão ao Brasil nesta semana

Achegada ao Brasil de 3 milhões de doses de vacinas da Janssen não ocorrerá mais nesta semana. A informação foi…
Quina de São João terá prêmio de R$ 190 milhões

Quina de São João terá prêmio de R$ 190 milhões

Daqui a oito dias, em 26 de junho, será realizado o sorteio da Quina de São João, que este ano…
Começa neste sábado a 1ª Copa Xikrin do Kateté de Futebol Indígena

Começa neste sábado a 1ª Copa Xikrin do Kateté de Futebol Indígena

Com o objetivo de promover a cultura esportiva entre os povos indígenas a Prefeitura de Parauapebas, por meio do Departamento…
Com avanço da vacinação, Pará reduz em 45% o número de mortes de idosos acima de 70 anos

Com avanço da vacinação, Pará reduz em 45% o número de mortes de idosos acima de 70 anos

Um estudo realizado pela Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) constatou que o avanço da imunização contra a Covid-19 no…