Correio de Carajás

Pai é preso acusado pelo estupro e morte da filha de 14 dias

Cleyton teve o flagrante convertido em prisão preventiva. Ele nega tudo/Foto: Rede social. (Foto: Rede Social)
Cleyton teve o flagrante convertido em prisão preventiva. Ele nega tudo/Foto: Rede social. (Foto: Rede Social)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Menos de uma semana depois do escabroso episódio de uma criança que foi violentada sexualmente e morta pelo próprio padrasto, mais um bebê inocente foi vítima de violência semelhante. Desta vez, o “anjinho” tem apenas 14 dias de nascido. Trata-se da pequena Maria Vitória Ribeiro França, que deu entrada domingo (12), no Instituto Médico Legal (IML) de Marabá, vinda da cidade de Santana do Araguaia. O principal suspeito do crime é o pai dela, identificado como Cleyton Ramos França, que teve o flagrante por estupro de vulnerável homologado e convertido em prisão preventiva pela Justiça de Santana do Araguaia ontem (13).

O caso se deu no sábado (11), quando os pais da vítima chegaram com o bebê no hospital de Santana, em busca de atendimento, pouco tempo depois a criança morreu vítima de insuficiência respiratória. Foi justamente no momento em que as enfermeiras foram limpar o corpo da criancinha que elas perceberam que havia sinais de violência sexual. Diante disso, o médico que estava de plantão acionou a polícia que deteve o pai imediatamente.

Foto: Rede Social

O corpo da vítima foi então encaminhado para o IML de Marabá, devidamente acompanhado de duas conselheiras tutelares e agentes funerários credenciados. Eles foram procurados pela reportagem do CORREIO, ontem de manhã, mas não quiseram conversar sobre o caso.

Leia mais:

Por telefone, o delegado Luiz Antônio Ferreira, superintendente da 13ª RISP – Regional Integrada de Segurança Pública – confirmou apenas que o suspeito recebeu voz de prisão, mas que estava negando a autoria do crime. O delegado também não forneceu a identificação do suspeito e disse que havia apenas um laudo preliminar do hospital de Santana que indicava o abuso sexual, mas que necessitava de laudo conclusivo do IML, até mesmo para passar mais informações sobre o caso.

Por outro lado, a reportagem do CORREIO correu atrás de outras fontes e teve acesso à decisão interlocutória sobre a prisão em flagrante do suspeito, assinada pelo juiz Erichson Alves Pinto, da Comarca de Santana. Ele converteu o flagrante em prisão preventiva, “em face da necessidade de garantir a ordem pública e assegurar a aplicação da lei penal”.

O magistrado explicou ainda que deixou de realizar a audiência de custódia de Cleyton França por ausência de segurança necessária. Ele também determinou a transferência do preso para o presídio mais próximo, o de Redenção, ou, se for a hipótese, para uma das casas penais da Região Metropolitana de Belém.

Quanto à mãe da criança, o que se sabe é que, embora ela estivesse em casa, a mulher ainda estava se recuperando do parto, de modo que a criança estava aos cuidados do pai. Por outro lado, o portal Correio teve acesso ao perfil de Cleyton em uma rede social. Em uma das fotos dele chama atenção os dizeres: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”. (Chagas Filho)

Comentários

Mais

Servente é acusado de abusar de criança durante o trabalho

Servente é acusado de abusar de criança durante o trabalho

Uma ocorrência em residência do Bairro Beira Rio, em Parauapebas, nesta quinta-feira (14) resultou na prisão de Risomar Raimundo Oliveira,…
Idoso foi baleado ao tentar entregar o celular

Idoso foi baleado ao tentar entregar o celular

O idoso Albertino Pereira Gomes, 62 anos, foi baleado ao tentar entregar o celular durante um assalto. Segundo testemunhas, ele…
Quinze disparos tiram vida no Liberdade

Quinze disparos tiram vida no Liberdade

Durante a noite desta quarta-feira (13), cerca de dez a quinze disparos foram ouvidos no Bairro Liberdade, em Parauapebas. O…
Preso por assassinato de agente da PF muda versão

Preso por assassinato de agente da PF muda versão

Preso na noite de domingo (10), acusado de envolvimento no assassinato do agente da Polícia Federal, Ramon Santos Costa, o…
Dois presos não retornam de “saída temporária” em Marabá

Dois presos não retornam de “saída temporária” em Marabá

Entre os 2.559 presidiários do Pará, que tiveram o direito à saída temporária dos Dia dos Pais, pelo menos dois…
Polícia investiga crime no Bairro da Infraero, em Marabá

Polícia investiga crime no Bairro da Infraero, em Marabá

Acerto de contas ou vingança. Essas são duas das hipóteses sobre os motivos que levaram dois homens a assassinar o…