Correio de Carajás

Pai de aluna agride crianças dentro de escola

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Crianças de 10 a 12 anos foram agredidas pelo pai de uma aluna da Escola Municipal Deuzuita Melo de Albuquerque, no Núcleo Cidade Nova, nesta manhã. Conforme informações de testemunhas, o homem invadiu a escola alegando que o aparelho celular da filha havia desaparecido em sala de aula. No local, teria desferido tapas e golpes com um capacete em outras crianças da turma. Não há confirmação, ainda, de quantas crianças foram agredidas.

Há relato de que ele chegou a avançar em funcionárias da escola, mas elas passaram a gritar, o que o fez recuar. Por fim, o homem ainda levou a mão à cintura, dando a entender que estaria armado, embora ninguém tenha visualizado se de fato havia arma em posse dele. Ele conseguiu deixar o prédio antes da chegada da Polícia Militar, que foi acionada.

Estudantes que estavam na sala onde ocorreu o caso demoraram a se acalmar depois do fato, sendo que várias crianças permaneceram chorando, assustadas. O Correio de Carajás solicitou nota sobre a invasão à Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e o órgão se comprometeu a encaminhá-la ainda hoje.  

Leia mais:

Também neste mês, no último dia 19, outra escola municipal foi palco de violência. Um homem assaltou duas servidoras da Escola Municipal Odílio da Rocha Maia, localizada na Folha 8, Nova Marabá. A assessoria de comunicação informou que elas tiveram os aparelhos celulares roubados mediante uso de arma de fogo. (Luciana Marschall)

 

Crianças de 10 a 12 anos foram agredidas pelo pai de uma aluna da Escola Municipal Deuzuita Melo de Albuquerque, no Núcleo Cidade Nova, nesta manhã. Conforme informações de testemunhas, o homem invadiu a escola alegando que o aparelho celular da filha havia desaparecido em sala de aula. No local, teria desferido tapas e golpes com um capacete em outras crianças da turma. Não há confirmação, ainda, de quantas crianças foram agredidas.

Há relato de que ele chegou a avançar em funcionárias da escola, mas elas passaram a gritar, o que o fez recuar. Por fim, o homem ainda levou a mão à cintura, dando a entender que estaria armado, embora ninguém tenha visualizado se de fato havia arma em posse dele. Ele conseguiu deixar o prédio antes da chegada da Polícia Militar, que foi acionada.

Estudantes que estavam na sala onde ocorreu o caso demoraram a se acalmar depois do fato, sendo que várias crianças permaneceram chorando, assustadas. O Correio de Carajás solicitou nota sobre a invasão à Secretaria Municipal de Educação (SEMED) e o órgão se comprometeu a encaminhá-la ainda hoje.  

Também neste mês, no último dia 19, outra escola municipal foi palco de violência. Um homem assaltou duas servidoras da Escola Municipal Odílio da Rocha Maia, localizada na Folha 8, Nova Marabá. A assessoria de comunicação informou que elas tiveram os aparelhos celulares roubados mediante uso de arma de fogo. (Luciana Marschall)

 

Comentários

Mais

Butantan recebe insumos para 5 milhões de doses da CoronaVac

Butantan recebe insumos para 5 milhões de doses da CoronaVac

O Instituto Butantan recebeu, na manhã desta segunda-feira (19), mais 3 mil litros do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), matéria-prima para…
Pará registra 451.192 casos de Covid-19 e 11.900 mortes

Pará registra 451.192 casos de Covid-19 e 11.900 mortes

O Pará registrou, neste domingo (18), um total de 451.192 casos de Covid-19 e 11.900 mortes. De acordo com o…
Indígenas usam tecnologias para manter língua e cultura vivas

Indígenas usam tecnologias para manter língua e cultura vivas

O xokleng é uma língua falada apenas por uma comunidade indígena no Vale do Alto Itajaí, na região central de…
Divisa interdita empresa que envasava oxigênio de forma irregular em Marabá

Divisa interdita empresa que envasava oxigênio de forma irregular em Marabá

A Divisa (Divisão de Vigilância Sanitária) de Marabá recebeu denúncia anônima de suposto envasamento inapropriado de gás oxigênio para fins…
Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Pandemia e isolamento aumentam procura por cultivo de plantas em casa

Em isolamento social, as pessoas tendem a sentir falta de sair e do contato com a natureza, por isso, ter…
Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

Mundo chega a 3 milhões de mortes por Covid com piora da pandemia na América do Sul

O mundo chegou neste sábado (17) à triste marca de 3 milhões de mortes causadas pela Covid-19, em meio à…