Correio de Carajás

Óticas de Marabá vão à Justiça para garantir o atendimento aos clientes

Oftalmologistas em Marabá receitam óculos mas pacientes não têm onde comprar o produto
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Sob a argumentação de que a visão é um dos cinco principais sentidos dos seres humanos e que, por mais que estejamos de quarentena, a saúde visual continua sendo muito importante, empresários do segmento de óticas prometem entrar na Justiça nos próximos dias para garantir que este seja declarado pela Prefeitura de Marabá como essencial à população e que não pode parar de funcionar.

Segundo o empresário Henrique Rocha, das Óticas Helena, o segmento se encaixa neste cenário, por ser um serviço essencial à população, que garante a saúde de seus olhos e, consequentemente, do corpo por completo. “Nós podemos funcionar e, ao mesmo tempo, atender a um cliente por vez no interior da loja, a fim de preservar a saúde de todos, bem como as exigências e critérios da Organização Mundial de Saúde”, diz Henrique.

O empresário observa que há mais de 40 óticas em Marabá, mas a defesa deles não está baseada no lucro, mas sim no drama de milhares de clientes que não conseguem encomendar óculos na cidade. E foram cerca de 10 dessas óticas que se uniram para entrar com ação na Justiça, para garantir o funcionamento na cidade. “Avaliamos que há mais de 3 mil clientes por mês que estão ficando sem poder fazer os óculos aqui em Marabá”, alerta ele.

Leia mais:

Ele destaca, ainda, que os oftalmologistas estão funcionando normalmente. Dos consultórios, saem com receitas, mas encontram as óticas fechadas e não conseguem encomendar óculos de grau e o tratamento não tem continuidade. “Até os óculos que estão prontos estão difíceis de entregar. Se a gente abrir a porta para um cliente, para entregar óculos ou apenas conversar, a Vigilância Sanitária vai querer autuar. Esta é uma situação bem delicada e que precisa ser resolvida”.

Henrique Rocha observa que não esse caso é diferente do comércio em geral e que não dá para fazer delivery (entrega em domicílio) porque é preciso tomar as medidas do cliente e isso tem de ser feito dentro da ótica.

Ele cita que há mais de 900 cidades do País em que o segmento de ótica foi elencado como essencial em decretos municipais, o que não ocorreu em Marabá.

Ele mostrou à Reportagem do CORREIO uma carta que o Conselho Regional de Óptica e Optometria do Pará enviou ao prefeito Tião Miranda pedindo a inclusão do segmento ótico como serviço essencial, apontando quatro justificativas, inclusive por classificação da própria Anvisa. “Sem óculos, idosos podem ter quedas domésticas e profissionais de saúde que usam óculos com grau podem sofrer acidentes de trânsito”, diz.

Nota de esclarecimento

A Reportagem do CORREIO procurou a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Marabá, que enviou a seguinte nota explicativa: “A Procuradoria do Município entende que este serviço é considerado essencial e já peticionou à Terceira Vara da Justiça do Trabalho que seja inserido este serviço no mesmo critério de essenciais”. (Ulisses Pompeu)

Comentários

Mais

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

MPs recomendam proteção de indígenas contra covid-19 no sudeste do PA

Em recomendações conjuntas, o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público do Estado do Pará (MPPA) requisitaram uma série…
A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

A arte pra “rir, chorar e refletir” de Mandie Gil

Artes, maquiagens, receitas, discussões político-sociais, tutoriais, dicas, gatos…. tem um pouco de muito no perfil de Amanda Gil Cardoso de…
Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022, sem aumento real

O salário mínimo em 2022 será de R$ 1.147 e não terá aumento acima da inflação, anunciou o Ministério da…
Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (15) aumentos de R$ 0,10 (3,7%) no preço do diesel e de R$ 0,05 (1,9%) no…
Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

Linha Verde lança campanha “Abril Laranja”

O programa Linha Verde aderiu à campanha “Abril Laranja”, que possui como objetivo conscientizar a população e prevenir o crime…
Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Sespa reforça necessidade de tomar a segunda dose da vacina contra Covid-19

Para que a proteção à Covid-19 proporcionada pelas vacinas funcione como o previsto é necessário tomar as duas doses, tanto…