Correio de Carajás

Obras do estádio são retomadas após 6 anos

Obras do estádio são retomadas após 6 anos
Campo estava cheio de mato após seis anos de paralisação das obras. Agora, foram retomadas/ Fotos: PMM
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

As obras do Estádio Municipal de Marabá, agora batizado de “Arena Itacaiunas” foram retomadas, depois de quase seis anos sem nenhum serviço no local. Os operários começaram a trabalhar na limpeza de toda área interna e externa. Devido a um longo tempo sem nenhum tipo de manutenção, o mato cobria a estrutura do futuro estádio.

Localizado na Vila São José, área urbana de Marabá, distante nove quilômetros do centro da cidade, o estádio encontra-se com boa parte da estrutura da arquibancada, vestiários, cabines para imprensa e campo já adiantada.

Os serviços estão voltados para a finalização de uma parte da arquibancada, rampas de acesso, vestiários, iluminação, colocação de gramas, sistema elétrico e hidráulico entre outros. De acordo com o engenheiro Alex Amoury, da Secretaria de Viação e obras Públicas (Sevop), a proposta é deixar o estádio municipal em condições de uso.

Leia mais:
Trabalhadores já estão no local e obras deverão demorar 10 meses

“Vai estar tudo pronto para uso e com capacidade para 2.500 pessoas nesta primeira etapa. Iniciamos a obra em julho e acreditamos entregar em 10 meses. Só acho que não vai dar para deixar pronto para o Parazão, mas nossa expectativa é deixar o estádio pronto para uso. Não será uma obra muito complexa porque a parte estrutural, drenagem e fundação já estão todas prontas. É só terminar mesmo e bola pra frente”, explicou o engenheiro Alex Amoury.

As obras de conclusão do novo estádio municipal de Marabá estão orçadas em R$ 7.328.627,31. Os recursos são provenientes de convênio entre a Prefeitura de Marabá e Governo Federal, através do Ministério dos Esportes e Caixa Econômica Federal.

O estádio em questão começou a ser construído em agosto de 2010, na gestão do então prefeito Maurino Magalhães, mas as obras foram paralisadas antes de terminar seu governo por problemas com prestação de contas e repasse de contrapartidas do município. O estádio deveria atingir a capacidade de 20 mil pessoas e estava orçado inicialmente em R$ 35 milhões.

O nome “Arena Itacaiunas” foi dado em projeto de Decreto Legislativo, de autoria do vereador Pedro Correa. (Fonte: Secom PMM, com Redação do Correio)

Mais

Grêmio enfrenta Lanús, da Argentina, logo mais pela Sul-Americana

Grêmio enfrenta Lanús, da Argentina, logo mais pela Sul-Americana

O Grêmio vai receber o argentino Lanús nesta quinta-feira (13), na Arena do Grêmio, às 19h15. Em caso de vitória do time…
Entidades do futebol inglês apoiam nova lei contra bullying virtual

Entidades do futebol inglês apoiam nova lei contra bullying virtual

As entidades que governam o futebol inglês apoiaram uma nova lei em planejamento para punir empresas de redes sociais que…
City conquista título inglês antecipadamente após derrota do United

City conquista título inglês antecipadamente após derrota do United

O Manchester City foi confirmado como campeão da Premier League com três jogos de antecedência, depois que o segundo colocado…
Técnico do United pede que torcedores evitem protestos violentos

Técnico do United pede que torcedores evitem protestos violentos

O técnico do Manchester United, Ole Gunnar Solskjaer, pediu aos torcedores que evitem mais protestos violentos antes do jogo remarcado…
Governo anuncia plano de vacinação para atletas olímpicos

Governo anuncia plano de vacinação para atletas olímpicos

O Ministério da Saúde anunciou hoje (11) a vacinação contra a covid-19 de toda a delegação olímpica e paraolímpica brasileira que vai…
Semifinais começam com Remo, Tuna, Paysandu e Castanhal

Semifinais começam com Remo, Tuna, Paysandu e Castanhal

Remo, Paysandu, Tuna e Castanhal começam neste domingo (9) as semifinais do Parazão Banpará 2021. Pelo andar da carruagem, deve…