Correio de Carajás

O que acontece se você faltar ao trabalho na Quarta-feira de Cinzas?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Talvez você ainda não queira aceitar, mas o Carnaval 2019 acabou. Para muita gente, no entanto, isto é apenas uma convenção e a folia prossegue ainda nesta Quarta-feira de Cinzas (06).

Para se ter uma ideia, um levantamento realizado pela empresa de tecnologia e RH Pontomais com 30 mil colaboradores no Brasil mostra que, apenas 50% das pessoas que deveriam voltar à rotina na quarta-feira de cinzas compareceram ao trabalho. A ausência de funcionários nesta data supera a véspera de ano novo, na qual 37% dos funcionários costumam faltar quando não têm folga marcada.

Outra pesquisa, de MBA de Gestão Estratégica de Pessoas, realizada na UniBrasil pela pesquisadora Silvana Fernandes, mostra que as causas desta ausência estão geralmente relacionadas à festas e viagens.

Leia mais:

Os dados foram coletados em Curitiba (PR), com uma amostra de mil colaboradores e mostra que, entre as justificativas para as faltas na quarta-feira de cinzas, as principais são transito, dor de cabeça e ressaca.

E SE FALTAR?

Vale lembrar que a Quarta-feira de cinzas não é considerada feriado, a menos que exista uma lei municipal ou estadual que considere a data feriado ou a própria empresa, por meio do seu regulamento interno, determine o funcionamento diferenciado – ou mesmo folga coletiva – neste dia.

O empregado, dessa maneira, é sim obrigado a trabalhar e, caso falte, deve proceder do mesmo modo que em outros dias do ano: isto é, deve justificar a ausência, sob pena das consequências legais. Ele pode, inclusive ser punido recebendo advertência escrita ou suspensão.

(DOL)

Mais

Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Cadáveres não foram violados no Cemitério da Saudade, em Marabá

Circulou nas redes sociais na manhã desta terça-feira (11) a foto de um caixão aberto, que possivelmente seria no Cemitério…
Servidores da Educação iniciam greve em frente à Semed

Servidores da Educação iniciam greve em frente à Semed

Servidores públicos tomaram a frente da Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Marabá na manhã desta terça-feira (11) após a…
Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca para grávidas

Anvisa orienta suspensão de vacina da AstraZeneca para grávidas

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a suspensão imediata do uso da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca/Fiocruz…
Mais de 38 mil pessoas já participaram de contações de história durante a pandemia

Mais de 38 mil pessoas já participaram de contações de história durante a pandemia

A pandemia da covid-19 consolidou a internet como principal plataforma de entretenimento no Brasil. A rede está repleta de programações…
Operação fiscaliza bares e restaurantes em Marabá

Operação fiscaliza bares e restaurantes em Marabá

As forças de segurança seguem fiscalizando o cumprimento do Decreto Municipal nº 184/2021, que permite a reabertura de bares no…
Sintepp anuncia greve na educação de Marabá

Sintepp anuncia greve na educação de Marabá

Por meio de seu blog na Internet, a Subsede local do Sindicato dos Trabalhadores na Educação (Sintepp) anunciou, nesta segunda-feira,…