Correio de Carajás

O ambiente é bom no Águia

Na Resenha

Na Resenha

Chagas Filho

A boa sequência de três vitórias seguidas do Águia de Marabá no Parazão 2022 já deixou o ambiente bem leve no Zinho Oliveira. Além disso, o empate entre Itupiranga e Paragominas (0x0), garantiu matematicamente a classificação do “Azulão”para o mata-mata do certame. Era a tranquilidade que o time precisava para a última partida da fase de grupos, que será diante do Clube do Remo, às 15h30 do sábado (26), no Baenão, em Belém.

Treino e viagem

Nesse clima, de vitória e classificação garantida, os jogadores do Águia treinam na manhã desta quinta-feira (24), às 9h, no Estádio Zinho Oliveira. E à noite (às 22h), a delegação viaja para Belém. Já nesta sexta-feira (25), às 16h, o técnico Wando Costa comanda treino no campo da Curuzu. Já em relação à quantidade de atletas que estarão à disposição para o jogo, só será possível saber após o treino.

Leia mais:

Flamel pronto: Notícia boa!

Quem está louco pra vestir novamente a camisa do Águia, ainda mais contra o Remo, em Belém, é o recém contratado meia Flamel, que estava no Fast, do Amazonas, e voltou ao Águia. Este colunista apurou que o último treino de Flamel foi na quinta-feira e seu condicionamento físico “não vai ser problema”, conforme revelado por uma fonte ligada ao atleta. Se ele estiver mesmo, a notícia é ótima para o time para a torcida, afinal o meia está entre os maiores jogadores que já vestiram o manto do Águia.

Homofobia em campo

Saindo do assunto futebol e entrando num assunto chato, mas ainda recorrente no futebol, a homofobia. Por meio de redes sociais, o a “Torcida Jovem Águia” declarou que repudia toda e qualquer ação de cunho homofóbico e lamenta o ocorrido no último jogo entre Águia de Marabá e Castanhal. “Reiteramos que a nossa torcida busca o ambiente onde existe respeito entre todos os integrantes, levante sua bandeira contra a homofobia”, declarou.

O crocodilo ainda respira

Voltando a falar da bola em campo, a matemática diz que a missão do Itupiranga para se classificar ao mata-mata é difícil. O time de nossa cidade vizinha precisa vencer sua partida diante do Amazônia Independente, na Ilha do Outeiro, em Belém, e torcer para um tropeço do Bragantino contra o Independente, em Bragança. Se isso ocorrer, o Itupiranga entra, no mínimo como segundo melhor terceiro colocado. É difícil, mas assim é o futebol.

Comentários
Maurício Ettinger, o debochado

Maurício Ettinger, o debochado

O apagão no sistema de iluminação do Estádio da Curuzu, justamente no momento em que os jogadores do Remo ergueriam…
O ambiente é bom no Águia

O ambiente é bom no Águia

A boa sequência de três vitórias seguidas do Águia de Marabá no Parazão 2022 já deixou o ambiente bem leve…
Wando acertou: Guri entrou bem

Wando acertou: Guri entrou bem

A entrada do volante Guri foi uma ótima sacada do técnico Wando Costa (foto). A mexida adiantou o meia Wendel,…
Não é só pela vitória

Não é só pela vitória

Nada como uma mudança de comando técnico e alguns reforços para o time virar a chave. Foi o que aconteceu…
Os desafios de Wando

Os desafios de Wando

Desde o dia 1º de dezembro do ano passado, até este domingo (6), foram 65 dias entre montagem de comissão…
O Águia não voa

O Águia não voa

O Águia é um time retrancado e lento. É a análise que faço desses dois primeiros jogos. Acredito, inclusive, que…