Correio de Carajás

Número de famílias a serem remanejadas da Grota do Aeroporto cai de 1.376 para 170

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
8 Visualizações

Ulisses Pompeu

 

No final da tarde desta quinta-feira, dia 22, o secretário de Obras de Marabá, Fábio Moreira, foi à Câmara Municipal para prestar esclarecimentos sobre 14 obras que estão paralisadas ou em andamento e que recebem recursos da Caixa Econômica Federal. A vereadora Irismar Melo, que preside a Câmara Municipal, iniciou os trabalhos e informou que o convite ao secretário Fábio Moreira foi feito por todos os vereadores, interessados em saber o andamento de cada uma das obras.

Leia mais:

Grota do Aeroporto

Em relação à Grota do Aeroporto, informou que a situação é parecida com a do Estádio Municipal. A contrapartida é alta, foi reduzida de 60% para 40%, mas assim mesmo ela paralisou. Só foram executados 8,5% do total previsto. Segundo o secretário, a prioridade é o canal e a pavimentação, e o restante pode ficar por último. “Temos nova concepção do projeto, reduzindo as áreas afetadas. Estavam previstas mais de 1.300 desapropriações. Acredito que serão remanejadas cerca de 170 famílias. A empresa que iniciou, CCM, sinalizou na última semana que pretende retomá-la”.

Mais de 25 mil pessoas estão na abrangência do projeto de urbanização. O projeto alocará recursos para a recuperação ambiental de 7.116 Km² de áreas degradadas, remoção de moradias em áreas de inundação e plantio de mudas de árvores nativas para revitalização da área degradada.

No campo da mobilidade urbana, a macrodrenagem realizará intervenções visando melhoria de vias para circulação de coletivos urbanos, sinalização horizontal e vertical, reestruturação dos passeios com implantação de piso tátil visual, largura mínima para trafegabilidade de pedestres ´bem como implantação de pontos cobertos para usuários de transportes coletivos.

Mini laticínio

Fábio Moreira também discorreu sobre um convênio para a construção de um mini laticínio na Vila Canaã, no valor de R$ 627.586,84. Disse que a empresa estava com problema de certidões, mas já normalizou. O contrato estava legal e a obra reiniciou este mês. Avanço é de 30%.

Mercado de Morada Nova

No caso da obra do Mercado de Morada Nova, a empresa que foi contratada pela gestão anterior desistiu e está em processo de nova licitação, faltando parecer da Caixa e para liberar nova licitação.

Ginásio em Morada Nova

Ao seu lado, o ginásio de Morada Nova, a situação é outra. A empresa reassumiu, terminou a obra, mas faltam serviços de urbanização nos arredores. Foi feita uma Carta Convite e está praticamente finalizada. A Prefeitura vai melhorar as vias laterais da rodovia BR-222 e ainda o centro de Morada Nova, para inaugurar o ginásio. A previsão é de que a entrega à comunidade ocorra em meados de agosto deste ano.

Praça no Km 7

Fábio Moreira explicou também que a Praça de Esportes do Km 7 teve de ir para nova licitação, que será no dia 26 deste mês. Ele espera que ocorra tudo certo para que não haja recursos de empresas que perderem. “O prazo é curto para que não haja perda de recursos, porque até 30 de junho tem de dar ordem de serviços”, disse, informando os vereadores que 47% das obras estão executadas.

Estádio Municipal

O valor de contrapartida desta obra é alto. Fábio disse que a gestão anterior achava que conseguiria recursos, mas ficou frustrada. A empresa que tocava a obra parou e não quis continuar. A Prefeitura prevê fazer novo projeto, menor, para licitar dentro do recurso que sobrou, da ordem de R$ 5 milhões. Algumas dependências foram feitas, com capacidade para três a 5 mil pagantes. As fundações já construídas serão mantidas. Quando houver recursos, a ampliação garantida. O secretário revela que ficou dívida com a empresa anterior, que está sendo quitada. Vai pagar apenas o que já foi executado. A CCM, mesma empresa que está tocando obras em Morada Nova e São Félix, já mostra interesse em retomar a obra, confiando no novo governo. Pediu prazo até dia dez, está reanalisando a planilha para apresentar nova proposta. “Se for interessante para o município, ela será a responsável, evitando distrato e nova licitação. Há muitas empresas aventureiras que colocam desconto exorbitante e não dão conta de concluir. Essa seria uma solução muito boa e as obras poderiam ser terminadas ainda este ano”, prevê.

Avenida Sudoeste

Nesta obra, Fábio Moreira disse que o prefeito Tião Miranda questionou a demora da Caixa para reanálise de obras que estavam paradas, como é o caso da pavimentação da Avenida Sudoeste, no bairro Belo Horizonte.

Empréstimo de R$ 50 milhões

Segundo o secretário, foi analisado projeto por projeto, principalmente o que diz respeito à drenagem. A maioria das ruas já asfaltadas está em péssima condição. Haverá redução no número de quilômetros porque precisa trabalhar melhor a drenagem, executando projeto que não cause problemas para as vias que não forem pavimentadas.

Disse que algumas ruas que ganharão asfalto terão 800 metros de pavimento, mas cerca de 2 km de drenagem. A ideia é que o serviço seja de melhor qualidade, sem causar problemas para a comunidade de uma forma geral, como alagamentos.

Ainda segundo o secretário, onde há serviços medidos pela Caixa, a PMM vai esperar um segundo momento para fazer as obras com recursos próprios, porque a Caixa não permite que refaça obras deterioradas com recursos do empréstimo. Ao todo, serão quatro lotes de ruas a serem pavimentadas com os recursos do empréstimo, mas explicou que o projeto ainda está sendo redimensionado e posteriormente vai apresentar à Câmara agenda de ruas a serem contempladas por lote de serviço.

GROTA CRIMINOSA

Fábio Moreira lembrou que esta obra estava paralisada, com problemas de pagamento. Ela está três anos de execução e a empresa tinha direito a realinhamento, o que foi concedido. As obras estão em andamento e vão começar em poucos dias o serviço de pavimentação. Faltam ainda construir duas estações elevatórias.

Advertiu, por outro lado, que a Grota Criminosa é apenas a etapa que está pronta, começando do final para o início. A herança para as próximas etapas serão as estações elevatórias, que terão capacidade de absorver todo o esgoto da Nova Marabá. O projeto prevê canalização da grota, água, esgoto e pavimentação de todas as vias que estão em volta. Elas vão atravessar a ponte sobre o Rio Itacaiunas e seguirão em direção à Estação de Tratamento de Esgoto do bairro Amapá. A previsão de término é para o final do ano que vem.

ASFALTO NO GELADINHO

Sobre esta obra, lembrou que a empresa anterior asfaltou 1,5 km dos 3 km que estavam previstos. A empresa responsável disse que tinha interesse de continuar a pavimentação, mas a imprimação que havia feito no ano passado, acabou se deteriorando. Recentemente, o proprietário informou que declinou da obra por problemas financeiros e técnicos. Agora, a Prefeitura terá de fazer nova licitação e vai arcar com a imprimação.

RUA AMAZONAS

O secretário de Obras disse que na Rua Amazonas, no bairro Belo Horizonte, a verba foi perdida porque o governo anterior não conseguiu dar seguimento. A obra tem seis anos de executada e já apresenta alguns problemas.

PAVIMENTAÇÃO DA FOLHA 23

Neste caso, o secretário Fábio Moreira identificou apenas uma via que precisa ser pavimentada, pois as outras serão contempladas pela Grota Criminosa. Com isso, todas as ruas daquela folha estarão asfaltadas.

ESGOTO SÃO FÉLIX E MORADA NOVA

Fábio Moreira disse que apresentou o termo de referência dessa obra para a Caixa. O projeto não tem verba suficiente para o centro urbano de Morada Nova, mas chega ao Residencial Tiradentes.

CENTRO DE INICIAÇÃO AO ESPORTE – Folha 6

A ideia inicial da atual gestão era mudar a obra de local, passando para o Bairro Belo Horizonte, numa área conhecida como Tatuzão, porque no espaço original vai consumir muito recurso com aterro, além de que a área não seria tão movimentada. Todavia, ao consultar a Caixa Econômica pedindo autorização para a mudança, a resposta foi negativa. Agora, a SEVOP vai ELABORAR planilha para avaliar o volume de aterro para terraplanagem lá mesmo na Folha 6, pavimentando, também, a via que dá acesso ao Lar São Vicente de Paulo, que abriga idosos.

Ao final da exposição, os vereadores fizeram várias indagações sobre as obras citadas e outras que não estão sendo executadas em convênio com a Caixa Econômica.

Participaram da reunião os vereadores Mariozan Quintão, Cabo Rodrigo, Pastor Ronisteu, Cristina Mutran, Marcelo Alves, Nonato Dourado e Irismar Melo. Junto com Fábio Moreira, esteve presente à reunião Oseas Chagas, responsável pelo setor de Convênios da Sevop.

Ulisses Pompeu

 

No final da tarde desta quinta-feira, dia 22, o secretário de Obras de Marabá, Fábio Moreira, foi à Câmara Municipal para prestar esclarecimentos sobre 14 obras que estão paralisadas ou em andamento e que recebem recursos da Caixa Econômica Federal. A vereadora Irismar Melo, que preside a Câmara Municipal, iniciou os trabalhos e informou que o convite ao secretário Fábio Moreira foi feito por todos os vereadores, interessados em saber o andamento de cada uma das obras.

Grota do Aeroporto

Em relação à Grota do Aeroporto, informou que a situação é parecida com a do Estádio Municipal. A contrapartida é alta, foi reduzida de 60% para 40%, mas assim mesmo ela paralisou. Só foram executados 8,5% do total previsto. Segundo o secretário, a prioridade é o canal e a pavimentação, e o restante pode ficar por último. “Temos nova concepção do projeto, reduzindo as áreas afetadas. Estavam previstas mais de 1.300 desapropriações. Acredito que serão remanejadas cerca de 170 famílias. A empresa que iniciou, CCM, sinalizou na última semana que pretende retomá-la”.

Mais de 25 mil pessoas estão na abrangência do projeto de urbanização. O projeto alocará recursos para a recuperação ambiental de 7.116 Km² de áreas degradadas, remoção de moradias em áreas de inundação e plantio de mudas de árvores nativas para revitalização da área degradada.

No campo da mobilidade urbana, a macrodrenagem realizará intervenções visando melhoria de vias para circulação de coletivos urbanos, sinalização horizontal e vertical, reestruturação dos passeios com implantação de piso tátil visual, largura mínima para trafegabilidade de pedestres ´bem como implantação de pontos cobertos para usuários de transportes coletivos.

Mini laticínio

Fábio Moreira também discorreu sobre um convênio para a construção de um mini laticínio na Vila Canaã, no valor de R$ 627.586,84. Disse que a empresa estava com problema de certidões, mas já normalizou. O contrato estava legal e a obra reiniciou este mês. Avanço é de 30%.

Mercado de Morada Nova

No caso da obra do Mercado de Morada Nova, a empresa que foi contratada pela gestão anterior desistiu e está em processo de nova licitação, faltando parecer da Caixa e para liberar nova licitação.

Ginásio em Morada Nova

Ao seu lado, o ginásio de Morada Nova, a situação é outra. A empresa reassumiu, terminou a obra, mas faltam serviços de urbanização nos arredores. Foi feita uma Carta Convite e está praticamente finalizada. A Prefeitura vai melhorar as vias laterais da rodovia BR-222 e ainda o centro de Morada Nova, para inaugurar o ginásio. A previsão é de que a entrega à comunidade ocorra em meados de agosto deste ano.

Praça no Km 7

Fábio Moreira explicou também que a Praça de Esportes do Km 7 teve de ir para nova licitação, que será no dia 26 deste mês. Ele espera que ocorra tudo certo para que não haja recursos de empresas que perderem. “O prazo é curto para que não haja perda de recursos, porque até 30 de junho tem de dar ordem de serviços”, disse, informando os vereadores que 47% das obras estão executadas.

Estádio Municipal

O valor de contrapartida desta obra é alto. Fábio disse que a gestão anterior achava que conseguiria recursos, mas ficou frustrada. A empresa que tocava a obra parou e não quis continuar. A Prefeitura prevê fazer novo projeto, menor, para licitar dentro do recurso que sobrou, da ordem de R$ 5 milhões. Algumas dependências foram feitas, com capacidade para três a 5 mil pagantes. As fundações já construídas serão mantidas. Quando houver recursos, a ampliação garantida. O secretário revela que ficou dívida com a empresa anterior, que está sendo quitada. Vai pagar apenas o que já foi executado. A CCM, mesma empresa que está tocando obras em Morada Nova e São Félix, já mostra interesse em retomar a obra, confiando no novo governo. Pediu prazo até dia dez, está reanalisando a planilha para apresentar nova proposta. “Se for interessante para o município, ela será a responsável, evitando distrato e nova licitação. Há muitas empresas aventureiras que colocam desconto exorbitante e não dão conta de concluir. Essa seria uma solução muito boa e as obras poderiam ser terminadas ainda este ano”, prevê.

Avenida Sudoeste

Nesta obra, Fábio Moreira disse que o prefeito Tião Miranda questionou a demora da Caixa para reanálise de obras que estavam paradas, como é o caso da pavimentação da Avenida Sudoeste, no bairro Belo Horizonte.

Empréstimo de R$ 50 milhões

Segundo o secretário, foi analisado projeto por projeto, principalmente o que diz respeito à drenagem. A maioria das ruas já asfaltadas está em péssima condição. Haverá redução no número de quilômetros porque precisa trabalhar melhor a drenagem, executando projeto que não cause problemas para as vias que não forem pavimentadas.

Disse que algumas ruas que ganharão asfalto terão 800 metros de pavimento, mas cerca de 2 km de drenagem. A ideia é que o serviço seja de melhor qualidade, sem causar problemas para a comunidade de uma forma geral, como alagamentos.

Ainda segundo o secretário, onde há serviços medidos pela Caixa, a PMM vai esperar um segundo momento para fazer as obras com recursos próprios, porque a Caixa não permite que refaça obras deterioradas com recursos do empréstimo. Ao todo, serão quatro lotes de ruas a serem pavimentadas com os recursos do empréstimo, mas explicou que o projeto ainda está sendo redimensionado e posteriormente vai apresentar à Câmara agenda de ruas a serem contempladas por lote de serviço.

GROTA CRIMINOSA

Fábio Moreira lembrou que esta obra estava paralisada, com problemas de pagamento. Ela está três anos de execução e a empresa tinha direito a realinhamento, o que foi concedido. As obras estão em andamento e vão começar em poucos dias o serviço de pavimentação. Faltam ainda construir duas estações elevatórias.

Advertiu, por outro lado, que a Grota Criminosa é apenas a etapa que está pronta, começando do final para o início. A herança para as próximas etapas serão as estações elevatórias, que terão capacidade de absorver todo o esgoto da Nova Marabá. O projeto prevê canalização da grota, água, esgoto e pavimentação de todas as vias que estão em volta. Elas vão atravessar a ponte sobre o Rio Itacaiunas e seguirão em direção à Estação de Tratamento de Esgoto do bairro Amapá. A previsão de término é para o final do ano que vem.

ASFALTO NO GELADINHO

Sobre esta obra, lembrou que a empresa anterior asfaltou 1,5 km dos 3 km que estavam previstos. A empresa responsável disse que tinha interesse de continuar a pavimentação, mas a imprimação que havia feito no ano passado, acabou se deteriorando. Recentemente, o proprietário informou que declinou da obra por problemas financeiros e técnicos. Agora, a Prefeitura terá de fazer nova licitação e vai arcar com a imprimação.

RUA AMAZONAS

O secretário de Obras disse que na Rua Amazonas, no bairro Belo Horizonte, a verba foi perdida porque o governo anterior não conseguiu dar seguimento. A obra tem seis anos de executada e já apresenta alguns problemas.

PAVIMENTAÇÃO DA FOLHA 23

Neste caso, o secretário Fábio Moreira identificou apenas uma via que precisa ser pavimentada, pois as outras serão contempladas pela Grota Criminosa. Com isso, todas as ruas daquela folha estarão asfaltadas.

ESGOTO SÃO FÉLIX E MORADA NOVA

Fábio Moreira disse que apresentou o termo de referência dessa obra para a Caixa. O projeto não tem verba suficiente para o centro urbano de Morada Nova, mas chega ao Residencial Tiradentes.

CENTRO DE INICIAÇÃO AO ESPORTE – Folha 6

A ideia inicial da atual gestão era mudar a obra de local, passando para o Bairro Belo Horizonte, numa área conhecida como Tatuzão, porque no espaço original vai consumir muito recurso com aterro, além de que a área não seria tão movimentada. Todavia, ao consultar a Caixa Econômica pedindo autorização para a mudança, a resposta foi negativa. Agora, a SEVOP vai ELABORAR planilha para avaliar o volume de aterro para terraplanagem lá mesmo na Folha 6, pavimentando, também, a via que dá acesso ao Lar São Vicente de Paulo, que abriga idosos.

Ao final da exposição, os vereadores fizeram várias indagações sobre as obras citadas e outras que não estão sendo executadas em convênio com a Caixa Econômica.

Participaram da reunião os vereadores Mariozan Quintão, Cabo Rodrigo, Pastor Ronisteu, Cristina Mutran, Marcelo Alves, Nonato Dourado e Irismar Melo. Junto com Fábio Moreira, esteve presente à reunião Oseas Chagas, responsável pelo setor de Convênios da Sevop.

Comentários

Mais

Brasil deve receber mais de 842 mil doses da vacina da Pfizer em junho

Brasil deve receber mais de 842 mil doses da vacina da Pfizer em junho

O Brasil vai receber 842.400 doses da vacina da farmacêutica Pfizer/BioNTech contra a covid-19. A informação foi dada pelos coordenadores…
Fórum discute desafios à garantia de direitos da pessoa idosa

Fórum discute desafios à garantia de direitos da pessoa idosa

Teve início hoje (13) o 1º Fórum Nacional da Pessoa Idosa. O evento, organizado pelo Ministério da Mulher, Família e…
Psicóloga orienta pais a ouvirem e validarem queixas dos filhos

Psicóloga orienta pais a ouvirem e validarem queixas dos filhos

Depois de todo o país se chocar com a morte do menino Henry, de 4 anos, no Rio de Janeiro,…
Sexta edição do FIA Cinefront estreia em plataforma de streaming nesta quinta

Sexta edição do FIA Cinefront estreia em plataforma de streaming nesta quinta

Com exibição em plataforma de streaming própria, a abertura oficial do 6º Festival Internacional Amazônida de Cinema de Fronteira, o…
Filhote de onça preta é resgatado em Novo Progresso

Filhote de onça preta é resgatado em Novo Progresso

Moradores de Novo Progresso, sudoeste do Pará, resgataram um filhote de onça preta. De acordo com testemunhas, o animal estava…
Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea

Inflação acelera para todas as faixas de renda em março, diz Ipea

Pelo segundo mês consecutivo, o Indicador Ipea de Inflação por Faixa de Renda registrou, em março, alta da taxa para…