Correio de Carajás

Mulheres recebem incentivo ao empreendedorismo em Parauapebas

Nádia Rodrigues ministra curso sobre empreendedorismo feminino /Foto: Ascom
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Encerrou ontem, quarta-feira, 24, o curso “Como reconhecer o seu talento empreendedor”, voltado a estimular empreendedorismo feminino. O curso foi uma parceria da Secretaria Municipal da Mulher (Semu) com o Sebrae.

Com temas como “Oportunidades para a mulher empreendedora”, “desafios”, “características do comportamento empreendedor”, “marketing pessoal” e “atendimento”, o curso, que aconteceu no Centro de Referência da Secretaria da Mulher, órgão que integra a rede de atendimento da Secretaria Municipal da Mulher, começou segunda-feira, 22, e teve como instrutora Nádia Rodrigues, do Sebrae.

Nádia destacou a relevância da qualificação, apontando a importância de fortalecer a autoestima e responsabilidade feminina. “É a partir daí que as mulheres vão se sentir seguras para empreender. Se elas não têm qualificação para serem inseridas no mercado, esse tipo de iniciativa é uma oportunidade para elas. A mulher é um agente transformador, capaz de mudar sua realidade”, pontua a instrutora.

Leia mais:

Uma das que aproveitou a oportunidade foi Elieide de Souza, que está desempregada. Ela ressaltou que o que a motivou a fazer o curso foi o desejo de abrir sua empresa e se tornar uma microempreendedora. “As oportunidades que a prefeitura tem nos proporcionado são muito boas, porque a gente está desempregada e com o aprendizado dos cursos podemos ter a chance de ganhar um dinheirinho abrindo nosso próprio negócio para ter o sustento de casa”, enfatizou Elieide.

Em Parauapebas, segundo o Portal do Empreendedor, dos 5.378 MEIs, a maioria (2.696) é formada por mulheres. “É importante estimular o empreendedorismo nas mulheres que muitas vezes estão em situação de vulnerabilidade. O empreendedorismo é uma forma de empoderamento feminino, de quebrar a dependência financeira do companheiro”, acrescenta Ana Suzi Rego, analista do Sebrae.

De acordo com a coordenadora interina da Casa da Mulher, Dalila Costa, os cursos ofertados pela Semmu são destinados prioritariamente para mulheres em situação de risco social, que são atendidas por algum serviço psicossocial ou jurídico oferecido pela secretaria. “Essa capacitação foi válida. As alunas realizaram exercício de autoestima, autoaceitação, autoresponsabilidade, autoafirmação e projeto de vida. Agora o mercado de Parauapebas vai receber novas empreendedoras”, avaliou.  (Tina Santos – com informações da Ascom PMP)

Comentários

Mais

Efeito Olimpíadas? Busca por skate cresce mais de 600% no e-commerce

Efeito Olimpíadas? Busca por skate cresce mais de 600% no e-commerce

Os Jogos Olímpicos de Tóquio estão mexendo com as emoções dos brasileiros – e com o bolso. Quem diz isso são os…
Frase de Cármen Lúcia de 2018 é tirada de contexto para afirmar que Lula não poderá se candidatar em 2022

Frase de Cármen Lúcia de 2018 é tirada de contexto para afirmar que Lula não poderá se candidatar em 2022

Enganoso Montagem engana ao trazer parte de uma frase dita pela ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Cármen Lúcia, em…
Site engana ao afirmar que Anvisa ‘confessa ineficácia de máscaras’ contra a covid

Site engana ao afirmar que Anvisa ‘confessa ineficácia de máscaras’ contra a covid

Enganoso É enganosa a publicação em um site conservador brasileiro afirmando que “Anvisa confessa ineficácia de máscaras e diz se…
É enganoso o tuíte que acusa Bolsonaro de acabar com o Bolsa Atleta

É enganoso o tuíte que acusa Bolsonaro de acabar com o Bolsa Atleta

Enganoso É enganosa postagem que aponta para o fim do programa Bolsa Atleta no governo Bolsonaro em 2020. No ano…
Legislação contra violência doméstica fica mais dura para agressores

Legislação contra violência doméstica fica mais dura para agressores

O Diário Oficial da União traz hoje (29) a Lei 14.188/2021, que prevê que agressores sejam afastados imediatamente do lar ou do local de convivência com a mulher em casos de risco…
Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação

Anvisa alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação

Casos raros de síndrome de Guillain-Barré (SGB) após a vacinação contra covid-19 têm sido relatados em diversos países, inclusive no…