Correio de Carajás

Motorista de caminhonete furta carretinha durante a madrugada em Marabá

Irislene pede que quem tenha qualquer informação sobre a carretinha que entre em contato pelo (94) 98134-5697/ Foto: Evangelista Rocha

Um furto um tanto quanto inusitado aconteceu no bairro Novo Horizonte, em Marabá. Avaliada em R$4.800, uma carretinha – ou reboque, como é tratado pelo Código Brasileiro de Trânsito (CTB) – foi furtada em plena madrugada por um homem que dirigia uma caminhonete. A denúncia foi feita por Maria Irislene Sousa Cunha, filha do proprietário da carroceria, ela concedeu entrevista ao CORREIO nesta quinta-feira, 4.

Era por volta de 2 da manhã de terça-feira e a carretinha estava estacionada do lado de fora de uma residência presa a uma betoneira por um cabo de aço. Em imagens capturadas por câmeras de segurança, uma caminhonete passa vagarosamente pela Rua Araguaia, sendo o único veículo que transita por ali naquele horário. O automóvel fica alguns segundos parado na esquina e em seguida estaciona. Pouco depois um homem de estatura média, vestindo uma calça branca, surge na filmagem e se aproxima da carroceria.

Ele observa por um tempo, se afasta, vai até a esquina e espera. Pouco depois ele retorna e dá uma mais uma olhada na carretinha. Do ângulo de uma outra câmera, ele aparece arrastando a carroceria e engatando-a em sua caminhonete e então vai embora.

Leia mais:

O reboque era novo e Irislene conta que tinha acabado de ser fabricado sob medida para o carro de seu pai, um Ford Fiesta. O meio de transporte seria usado para realização de serviços da empresa da família, uma construtora. Ela conta que a carretinha tem características que a diferenciam das demais. Além do tamanho da estrutura, que mede 1,40 m x 2,82 m, o engate foi adaptado para o Fiesta.

“Ela, por sinal, é maior do que o carro. Então, o engate é bem diferenciado. Ele faz tipo um Z e nas laterais tem mais dois engates. Como ela é grande, precisa ter um engate bem mais baixo para poder encaixar no carro de meu pai. Tanto que na hora que ele engatou na caminhonete, ficou suspensa”, relata.

Apesar das imagens do crime terem sido registradas, a identidade do sujeito ainda é desconhecida. “Pelas imagens não dá para identificar a pessoa. A gente só conseguiu visualizar que provavelmente era uma Hilux cinza e ele estava de calça branca. Foi a única coisa que deu para ver porque quando passa, o farol do carro estoura, então não dá pra identificar a placa”, explica Irislene.

Um boletim de ocorrência foi registrado na Delegacia de Polícia da Cidade Nova (Avenida São Francisco). A polícia informou que irá investigar o fato. Irislene pede que caso alguém veja a carroceria e a reconheça, que entre em contato pelo telefone (94) 98134-5697. (Luciana Araújo)

Comentários