Correio de Carajás

Mortes foram movidas por guerra de facções

Foto: Josseli Carvalho
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O Departamento de Homicídios da Polícia Civil em Marabá já tem uma linha de investigação clara sobre o duplo assassinato que aconteceu no final da tarde da última sexta-feira (25), no Bairro Araguaia (Fanta). Naquele dia foram mortos Alessandro Alves da Silva, de 38 anos, e Janaína Letícia Silva Lima, de apenas 15. Tudo leva a crer que a dupla execução foi motivada por guerra entre as facções rivais Comando Vermelho (CV) e Primeiro Comando da Capital (PCC), uma disputa que se espraia das penitenciárias até as ruas de praticamente todas as cidades do País.

O casal estava em um quarto nos fundos de um bar/motel na rua Pará, Bairro Araguaia, quando foi surpreendido por pelo menos cinco homens armados que invadiram o estabelecimento e mataram os dois a tiros.

Alessandro, em foto da última prisão, estava fugindo dos bandidos e dos mocinhos / Foto: Divulgação

Na manhã de ontem (28), o delegado Ivan Pinto da Silva, do Departamento de Homicídios, disse à Imprensa que Alessandro já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas e tinha um mandado de prisão preventiva em aberto. Talvez isso explique o fato de que Alessandro estava havia três meses sem aparecer em casa, conforme declarou a companheira dele para a reportagem do Jornal CORREIO, no dia do crime.

Leia mais:

“Em uma ocasião tentamos capturar o Alessandro, mas a gente não teve êxito porque ele conseguiu pular o muro da casa”, informou o delegado, ao acrescentar: “Acreditamos que a motivação seja disputa por tráfico de drogas ou vingança também por tráfico”.

Janaína, em foto recente, não tinha passagens pela polícia / Foto: Divulgação

Perguntado se o alvo dos criminosos era apenas Alessandro ou o casal, delegado Ivan deixou bem claro que o alvo era Alessandro. “A jovem Janaína Letícia morreu porque estava acompanhada dele; ela não seria o alvo. Alessandro é do Comando vermelho e Janaína era amiga desse Alessandro, então acreditamos que seja guerra entre facções a motivação desse crime”, reafirma, acrescentando que Alessandro foi morto com quatro tiros, enquanto Janaína foi baleada apenas uma vez.

Indagado sobre os antecedentes da adolescente, o delegado explicou que, pelos depoimentos colhidos com familiares da vítima, ela tinha apenas um histórico de conflito familiar, mas não há nenhum relato de envolvimento de Janaína com o mundo do crime. “(Janaína) Não tem passagem pela polícia, mas tinha inclinação a companhias que tinham envolvimento com crimes”, resumiu o policial.

SAIBA MAIS

Além do automóvel modelo Gol de cor vermelha, de placa OSZ-1753, de Rondon do Pará, que está com registro de roubo, o delegado disse que parte do bando também estava usando motocicletas.

(Chagas Filho)

Mais

Adolescente é encontrada, mas colega segue desaparecida

Adolescente é encontrada, mas colega segue desaparecida

Após boletim de ocorrência ter sido registrado na manhã desta sexta-feira (14), a adolescente de 13 anos Isabela Cruz Costa,…
Envolvido em assalto ao BMG de Marabá é preso

Envolvido em assalto ao BMG de Marabá é preso

José Lúcio Barroso da Silva foi preso nesta sexta-feira (14) em cumprimento de mandado de prisão, pela Superintendência Regional do…
Mulher aplica golpe em farmácia do Cidade Jardim

Mulher aplica golpe em farmácia do Cidade Jardim

A Polícia Civil prendeu Kamila Morais Alves, de 24 anos, por estelionato, nesta quinta-feira (13), em Parauapebas. A mulher emitia…
Adolescentes de 13 anos estão desaparecidas em Parauapebas

Adolescentes de 13 anos estão desaparecidas em Parauapebas

As adolescentes Ana Clara Moraes de Souza e Isabela Cruz Costa estão desaparecidas desde a manhã da quinta-feira (13). As…
Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Corpo é encontrado degolado na beira do rio, na Folha 8

Foi identificado como Wallame Franco de Mesquita, de 30 anos, o corpo localizado na quarta-feira (12). por volta das 19h10,…
Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Foragido por homicídio no Tocantins é preso em Parauapebas

Eliwelton Carneiro da Silva foi preso na noite desta quinta-feira (13), no Bairro Cidade Jardim, em Parauapebas. Consta contra ele…