Correio de Carajás

Mecânico condenado a 48 anos por estuprar 3 sobrinhas é preso em Marabá

José Raimundo aproveitou-se da condição de tio das vítimas para praticar o crime / Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O mecânico José Raimundo dos Santos Silva, de 32 anos de idade, foi preso nesta segunda-feira (29) por estupro de vulnerável. Em 14 de maio de 2018, ele foi condenado a 48 anos de prisão. A sentença do juiz Marcelo Andrei Simão Santos dá conta de quatro crimes da mesma natureza, tendo sido praticado três vezes contra uma sobrinha de 10 anos e uma com outra de 9 anos. No documento ainda consta a denúncia de uma terceira sobrinha que também teria sido vítima, porém, não compareceu ao julgamento para depor.

O caso aconteceu em novembro de 2016, quando a menina de 10 anos foi até a casa de José Raimundo para pedir uma mesa de estudos emprestada, conforme a denúncia. O condenado impôs como condição, que a vítima o permitisse dar uma “lambida”. Assustada, a criança recusou, voltou para casa e relatou o caso para a mãe.

A outra sobrinha, de 9 anos, também relatou – durante o julgamento – situações asquerosas em que o tio também praticou abuso sexual, tocando seus seios e suas genitais. Entre os episódios, ela relatou um em que José a teria levado, junto com a terceira sobrinha, para a cama, em um quarto, e tocado suas partes íntimas.

Leia mais:

Questionada pela defesa de Raimundo, se aquilo não passava de um mero carinho, a criança negou, justificando que por isso saiu correndo do cômodo com a prima. Os pais das meninas confirmaram as histórias no julgamento, tendo escutado das próprias filhas os relatos.

Após ouvir os depoimentos chocantes das vítimas e dos pais, o juiz entendeu que o criminoso havia praticado os atos asquerosos apenas para se satisfazer, aproveitando-se da condição de tio. Além disso, ele considera os depoimentos em sua totalidade, “principalmente levando em conta a tenra idade destas, fator que presume maior inocência e inabilidade na criação de fantasias tão ricas em detalhes e de tal natureza”, completa na sentença.

O magistrado aplicou a pena e emitiu o mandado de prisão preventiva, que foi cumprido pelos agentes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), após intenso trabalho investigativo e inúmeras diligências. (Zeus Bandeira)

Comentários

Mais

Possível suicídio em delegacia de Rondon é investigado

Possível suicídio em delegacia de Rondon é investigado

Entrou em investigação um possível suicídio acontecido dentro da Delegacia de Polícia Civil de Rondon do Pará na manhã deste…
Traficante usava filha na comercialização da droga

Traficante usava filha na comercialização da droga

Foi preso neste sábado (19) Elenildo Escardoa da Silva, acusado de tráfico de drogas e corrupção de menor, no bairro…
Marabá: Federal realiza flagrante de droga apreendido pela PRF

Marabá: Federal realiza flagrante de droga apreendido pela PRF

A Delegacia da Polícia Federal de Marabá/PA recebeu uma ocorrência policial apresentada pela PRF, tratando-se de um transporte de drogas…
Mulher sofre injúria racial e ameaça de morte

Mulher sofre injúria racial e ameaça de morte

Foi apresentado às autoridades de polícia: Cleiton Sousa dos Santos, de 34 anos, no bairro Tropical II, em Parauapebas. O…
Pai perde filho em acidente de moto

Pai perde filho em acidente de moto

Nesta sexta-feira (18) um acidente envolvendo uma moto e um carro com caçamba vitimou Jardson Carvalho Santos, de 18 anos,…
Divisão de Homicídios faz investigação em Altamira

Divisão de Homicídios faz investigação em Altamira

A conclusão do trabalho de perícia no cadáver de um homem encontrado enforcado com ferimentos nos pulsos e na região…