Correio de Carajás

Marabá registra mais um final de semana de violência contra mulher

Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O art. 5º da Lei Maria da Penha define a violência doméstica e familiar contra a mulher como “qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial”. Em Marabá, o final de semana foi marcado pelos violentos casos em que mulheres foram agredidas fisicamente ou psicologicamente, por seus parceiros ou por ex companheiros.

Na sexta-feira (26), por volta das 22h, a Polícia Militar foi chamada para uma ocorrência no Bairro da Paz, onde uma vítima foi agredida fisicamente pelo companheiro, Marcos Diones Dias da Silva. Ele confessou o crime e foi levado até a 21ª Seccional Urbana de Polícia Civil.

No sábado (27), o Núcleo Integrado de Operações (Niop) foi acionado com a informação que um homem estaria dentro de um matagal tentando vitimar a ex companheira. A Polícia Militar foi até o local da ocorrência, uma fazenda na Vila Sarandi, próxima ao Bairro Morada Nova. Ao chegar, as autoridades avistaram uma caminhonete, que pertence a Jilvam Manoel da Silva, 52 anos.

Leia mais:

Segundo informações de populares que estavam na fazenda, ele fugiu ao avistar uma viatura da Polícia Rodoviária Estadual. Imediatamente a PM e a PRE começaram as buscas e capturaram o acusado. Jilvam foi conduzido até a delegacia e apresentava sinais de embriaguez, fazendo-se necessário o uso de algemas.

Já no domingo (28) a polícia foi acionada por duas vezes com denúncias de violência doméstica. A primeira foi na Folha 33, Nova Marabá, onde uma mulher foi agredida por tapas e chutes pelo companheiro, Paulo Victor Batista Moreira, 25 anos. A vítima foi socorrida por seus familiares e lavada até o Hospital Municipal de Marabá e, segundo informações da sobrinha, a mulher está grávida de dois meses. O agressor foi conduzido até a delegacia para que as providências cabíveis fossem tomadas.

A outra ocorrência do domingo (28) foi no Bairro Bom Planalto, onde a PM cumpriu o mandado de prisão de Jormar Pereira Carneiro, por descumprimento de Medida Protetiva de Urgência. De acordo com a PM a denúncia era que ele estava agredindo fisicamente a ex companheira.

Chegando no local a vítima informou que estava somente sendo ameaçada. Jormas foi conduzido até a delegacia. A vítima, porém, não foi prestar depoimento pois estava com sinais de embriaguez e sem condições de sair da residência. (Ana Mangas)

Comentários

Mais

Marabá: PRF apreende quase 5 kg de ouro em barras sem origem comprovada

Marabá: PRF apreende quase 5 kg de ouro em barras sem origem comprovada

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na manhã desta sexta-feira, dia 16, quase 5 quilos de ouro em barras que…
Bando ataca carro forte que vinha para Marabá

Bando ataca carro forte que vinha para Marabá

Um carro forte da empresa Prosegur foi alvo de um bando de assaltantes na tarde desta quinta-feira, por volta de…
"Macumbeiro" é preso por abusar de 5 filhos em Goianésia

"Macumbeiro" é preso por abusar de 5 filhos em Goianésia

Francisco Soares da Silva, de 51 anos de idade, o macumbeiro da Vila Janari, é suspeito de cometer crimes de…
PM apreende arsenal de munições dentro de caminhão

PM apreende arsenal de munições dentro de caminhão

Um motorista de caminhão foi preso em flagrante na manhã desta quinta-feira, 15, no município de Altamira, ao transportar ilegalmente…
Foragido da justiça há 8 anos é encontrado “de boas” na Velha Marabá

Foragido da justiça há 8 anos é encontrado “de boas” na Velha Marabá

Na noite de quarta-feira (14) o Núcleo Regional de Inteligência da Polícia Militar capturou Anderson Patrick Barbosa Fonseca, foragido da…
Corpo de vendedor de joias de Parauapebas é encontrado em rio de Marabá

Corpo de vendedor de joias de Parauapebas é encontrado em rio de Marabá

O corpo encontrado na manhã desta quinta-feira (15) às margens do Rio Itacaiunas, em Marabá, é de Edilson Pereira de…