Correio de Carajás

Manifestantes acampam em frente à prefeitura de Parauapebas

PROTESTO POR DIREITOS

Ocupação na prefeitura por manifestantes já dura uma semana (Imagem: Juliano Corrêa)
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Grupo de 180 pessoas se reveza para reivindicar direitos; Darci teria dado prazo de três meses para reunião

Há uma semana, no dia 3 de agosto, protestos tomavam a entrada da Prefeitura de Parauapebas, com representações de diferentes bairros do município denunciando descasos da Gestão Darci e reivindicando obras de infraestrutura e celeridade em processos judiciais sobre projetos habitacionais.

Sete dias depois, moradores dos bairros Alto Bonito, Nova Carajás, Cidade Jardim, Vila Piabanha e Tropical são representados por um grupo de cerca de 40 ocupantes, que se revezam e se organizam para continuar protestando contra o abandono sofrido por suas comunidades na rotatória de entrada da Prefeitura de Parauapebas, na avenida J.

Ao Portal Correio de Carajás, Jefferson Magel, representante da Associação de Moradores do Residencial Alto Bonito, deu detalhes de como os ocupantes têm se organizado para manter vivo o protesto. “Cada líder fica uma noite no acampamento, revezando os bairros. As pessoas que trabalham vêm à noite, muitos são trabalhadores autônomos ou que fazem bicos, que precisam sobreviver, mas não deixam de protestar”, conta Jefferson.

Leia mais:
Jefferson Magel e outras lideranças se unem para cobrar o prefeito Darci

Perguntado sobre quais respostas do Gabinete da Prefeitura foram obtidas, Jefferson diz que um funcionário veio a mando da administração pública informar que “só daqui a três meses o Darci vai nos atender” e que “ele disse que o prefeito não tem interesse de nos atender agora”. Ele deixou claro que, se for preciso, a ocupação continuará durante os três meses, até que as lideranças sejam ouvidas pelo líder do Executivo em Parauapebas.

“Enquanto os governantes estão abrindo os bolsos, eles querem que fiquemos de olhos fechados. Vir para cá tem aberto os olhos da população, tem mostrado que essa é a realidade de Parauapebas. Desde empresários e comerciantes a até os mais humildes têm demonstrado apoio ao nosso movimento, e nós só vamos sair daqui quando formos atendidos. Reivindicamos dignidade, denunciamos juros abusivos, queremos respeito com a comunidade, só queremos o básico: saúde, educação e moradia”.

O líder do bairro Alto Bonito na ocupação rebateu comentários sobre os protestos. “Não somos ‘gatos pingados’, aqui representamos cinco comunidades diferentes. Só no Alto Bonito são 150 famílias impactadas pelo descaso com três blocos habitacionais. Nem todas podem estar aqui, mas estão sendo representadas”, esclareceu Jefferson, pontuando que cerca de 180 pessoas se revezam em turnos no acampamento.

Jefferson celebrou que a população que passa pelo local tem aderido ao movimento e os ocupantes têm recebido doações para continuar na luta. “Recebemos agora de manhã uma caixa com pães enviados por um dono de padaria. Ontem à noite recebemos uma pizza, nem sabemos quem mandou. A gente recebe [transferência] Pix, quem passa por aqui buzina para mostrar apoio, e o acampamento triplicou desde que a gente veio pra cá”, diz o manifestante.

Manifestantes se organizam e recebem até doações em acampamento

O Portal Correio de Carajás solicitou nota oficial à Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Parauapebas sobre as negociações com os manifestantes e as alegações de que a Gestão Darci teria dado prazo de três meses para uma conversa.

A nota diz que “O governo municipal esclarece que mantém diálogo aberto com a comunidade e que havia agendado para o dia 3 de agosto uma reunião com os manifestantes. No entanto, eles decidiram interditar o acesso à prefeitura, em uma clara demonstração de que não estavam interessados em conversar com a gestão.”

Ainda segundo o documento oficial, é “importante destacar que não há interlocutor oficial do governo municipal em contato com os manifestantes instalados na rotatória. As entidades que têm legítima representatividade da comunidade foram atendidas pelo prefeito de Parauapebas, Darci Lermen, e sua equipe, em reuniões realizadas entre os dias 4 e 6 de agosto, com definição de atendimentos das demandas e prazos.”

Prefeitura enviou foto de reunião com representantes dos bairros (Imagem: Ascom)

E continua: “Inclusive, a partir de hoje, 10, as pessoas inscritas no Programa de Subsídio já podem tirar suas dúvidas no Balcão de Informação instalado no bairro Cidade Jardim, zona nordeste. Até o final deste mês, a prefeitura vai iniciar o pagamento dos primeiros auxílios financeiros. Para maior conforto e comodidade da população, o atendimento ocorrerá na Avenida dos Buritis, quadra D178, lote 11, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h”, finaliza a nota da Assessoria de Comunicação. Junto da nota, foi anexada uma foto, referente a uma das reuniões citadas na declaração oficial. (Juliano Corrêa)

Comentários

Mais

CTA realiza “Dia D” no combate à AIDS em Parauapebas

CTA realiza “Dia D” no combate à AIDS em Parauapebas

Uma ação nomeada como “Dia D” pelo Centro de Testagem e Aconselhamento de Parauapebas (CTA) foi realizada na manhã desta…
No Dia Mundial de Combate à Aids, papa pede solidariedade a vítimas

No Dia Mundial de Combate à Aids, papa pede solidariedade a vítimas

 O papa Francisco pediu nesta quarta-feira (1º) mais solidariedade com aqueles que sofrem com o vírus HIV, para garantir os…
Confira quem tem direito à tarifa social de energia elétrica com as novas regras

Confira quem tem direito à tarifa social de energia elétrica com as novas regras

O brasileiro poderá ter um desconto na conta de luz de 100% graças a um projeto de lei que prevê…
Nascidos em dezembro têm até o dia 31 para aderir ao saque-aniversário

Nascidos em dezembro têm até o dia 31 para aderir ao saque-aniversário

Trabalhadores nascidos em dezembro têm, de hoje (1º) até 31 de dezembro, para aderir ao saque-aniversário do Fundo de Garantia…
São Paulo confirma terceiro caso da variante ômicron no Brasil

São Paulo confirma terceiro caso da variante ômicron no Brasil

A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo confirmou nesta quarta-feira (1°) o terceiro caso da variante Ômicron no…
Vacinas devem proteger infectados por variante Ômicron, diz secretário

Vacinas devem proteger infectados por variante Ômicron, diz secretário

O secretário de Saúde do Reino Unido, Sajid Javid, disse, nesta quarta-feira (1º),que é possível que as vacinas sejam menos…