Correio de Carajás

Maia vota no Rio e diz que influência de Bolsonaro como cabo eleitoral reflete o tamanho de seu núcleo

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), chegou para votar por volta das 11h30 na Escola Municipal Zuleika Nunes de Alencar — Foto: Daniel Silveira / G1
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), esteve na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, na manhã deste domingo (15), para votar. Questionado, ele disse que o baixo desempenho nas pesquisas de opinião dos candidatos apoiados pelo presidente Jair Bolsonaro mostram um retrato do que está acontecendo nas urnas, e que vai aguardar o resultado das eleições para opinar. Todavia, enfatizou que hoje Bolsonaro conta com apoio restrito de seu núcleo de seguidores.

“Agora está representando, na verdade, o tamanho do núcleo dele, que era muito menor do que os 46% dos votos que ele teve. E aí a influência menor dos votos nas capitais onde a cobrança da sociedade é sempre muito maior que nos municípios do interior”, apontou o deputado.

Para Maia, “havia um sentimento em 2018 que ele acabou representando, e que não necessariamente era a base dele”.

Leia mais:

Maia conversou rapidamente com jornalistas após registrar seu voto na Escola Municipal Zuleika Nunes de Alencar. Ele entrou no prédio sozinho e levou menos de cinco minutos até concluir o voto e sair.

Políticos experientes de volta

O presidente da Câmara enfatizou ainda que a campanha eleitoral deste ano trouxe de volta à tona os políticos experientes. Para ele, isso é fruto do resultado das eleições para presidência e governadores passada.

“As pesquisas mostram um crescimento, uma recuperação do espaço dos políticos experientes. Acho que a sociedade em 2018 apostou em renovação, em mudança, em pessoas que nunca tinham participado da política, e a gente está vendo aqui no Rio de Janeiro qual foi o resultado”, disse o deputado.

Para o presidente da Câmara, a campanha eleitoral deste ano, majoritariamente virtual, foi “menos radicalizada, menos polarizada, menos extremada e mais focada nos assuntos dos municípios”, o que tende a refletir nos resultados do pleito.

Maia também disse que há uma grande expectativa de bom desempenho dos candidatos do DEM, especialmente nas grandes cidades. “Acho que isso vai ser uma sinalização importante do nosso processo de refundação do partido que a gente começou em 2017”, disse. (Fonte:G1)

Mais

CPI ouve presidente da Anvisa e pode convocar ministros e governadores

CPI ouve presidente da Anvisa e pode convocar ministros e governadores

A CPI da Pandemia ouve nesta terça-feira (11) o presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Antonio Barra Torres.…
Ministros reiteram relevância da ciência para combate à pandemia

Ministros reiteram relevância da ciência para combate à pandemia

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse hoje (10) não haver outro caminho, se não a ciência, para lidar com…
Estados e municípios poderão utilizar saldos de fundos de saúde

Estados e municípios poderão utilizar saldos de fundos de saúde

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei complementar que estende até o fim de 2021 a autorização concedida a estados,…
Senadores avaliam semana da CPI da Pandemia como positiva

Senadores avaliam semana da CPI da Pandemia como positiva

Os senadores avaliaram de forma positiva a primeira semana de oitivas da CPI da Pandemia. Foram ouvidos os ex-ministros da…
Brasil precisa fortalecer produção de insumos, diz Queiroga

Brasil precisa fortalecer produção de insumos, diz Queiroga

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta quinta-feira (6) em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia…
Queiroga diz que enfrentamento à pandemia requer união de forças

Queiroga diz que enfrentamento à pandemia requer união de forças

Em depoimento nesta quinta-feira (6) à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Senado, o ministro da Saúde, Marcelo…